ASSISTINDO DOIS CACHORROS FUDER UM CUZINHO

BEM SOU O KD , EU MOLEQUE AINDA GOSTAVA MUITO DE IR ATÉ A RUA PARA VER OS TRAVESTIS , POIS NA VERDADE TRAVESTIS SÃO NA MAIORIA LINDOS E TEM HOMENS QUE ATUALMENTE ADORAM TRAVESTIS , APESAR DE IR ATÉ LÁ PARA VER ELES , NUNCA TREPEI COM UM , MAS CONFESSO QUE TENHO MUITA VONTADE , POIS BEM , NESTAS ANDANÇAS EU VI MUITA GENTE BOA DE GRANA E DE CARRÃO PEGAR TRAVESTIS NO PONTO DE PROSTITUIÇÃO E SAIR , ENTÃO OS TRAVESTIS FALAVAM QUE MUITOS BUSCAVAM ELES PRA QUE ELES PODESSEM FUDER OS HOMENS , POIS SÃO CASADOS E QUERIAM SIGILO , COMO SABEMOS MUITOS CARAS CASADOS HOJE ADORAM DAR O CUZINHO E SUAS ESPOSAS NEM IMAGINAM , EU CONHEÇO MUITOS , POIS BEM VOLTANDO AO ASSUNTO , NA ÉPOCA O CACHORRO QUE ESTAVA EM ALTA ERA O PASTOR ALEMÃO , ENTÃO CERTO DIA , NAS ANDANÇAS VENDO OS TRAVESTIS CONHECI O MANÉ , UM CARA DE UNS 40 ANOS , ELE CONVERSOU BASTANTE COMIGO E COLEGAS POIS ÍAMOS EM UNS 5 , MAS O CARA GOSTOU DO MEU PAPO E ME CONVIDOU PRA IR A CASA DELE E EU FUI , ELE MORAVA SOZINHO , MAS TINHA NO QUINTAL DUAS FERAS OU SEJA 2 PASTORES ALEMÃO , CONVERSAMOS UM BOM PAPO E ENTROU O ASSUNTO DE SEXO COM ANIMAIS , EU DISSE QUE QUANDO MORAVA NO SITIO OUVIA FALAR , ENTÃO ELE FOALOU E VC TEM VONTADE DE VER , EU DISSE MUITO , ELE DISSE ESPERA UM POUCO E FOI ATÉ O QUARTO E VOLTOU ENVOLTO EM UMA TOALHA , ABRIU A PORTA E CHAMOU OS CACHORROS , ELES ENTRARAM E FICARAM PARADOS , EU FIQUEI NA MINHA SÓ VENDO E IMAGINANDO O QUE ERA AQUILO , MAS QUANDO ELE TIROU A TOALHA E SENTOU NO CHÃO PUNHETANDO OS CACHORROS , ESTES FICARAM LOUCOS QUERENDO SUBIR NELE , ELE FICOU DE 4 QUANDO O PRIMEIRO SUBIU FOI FATAL ACERTOU O BURAQUINHO DO CUZINHO DELE QUE ELE SE ENCOLHEU E GEMEU , MAS AS BOMBADAS ERAM VIOLENTAS , MEU PAU ENDURECEU NA HORA , O CACHORRO GOZOU NO CUZINHO DELE QUE O CU DO CACHORRO PISCAVA ENQUANTO ELE GOZAVA , FICOU ALI ENGATADO UNS 20 MINUTOS , QUANDO DESENGATOU O OUTRO SUBIU FOI CERTEIRO BOMBOU E PIMBA ACERTOU O BURAQUINHO DELE E FEROZMENTE BOMBAVA DESESPERADO , FICOU ENGATADO E O MAMÉ COMEÇOU A BATER PUNHETA COM O NÓ DENTRO DELE EU NÃO AGUENTEI E TIREI A VARA PRA FORA E COMEÇEI A ME PUNHETAR , VENDO O CU DO CACHORRO PISCANDO ENQUANTO ELE GOZAVA DENTRO DO CUZINHO DO CARA , O CARA NÃO AGUENTOU E GOZOU EU BATENDO GOZEI NA PICA DO CACHORRO E NO CUZINHO DELE , QUANDO DESENGATOU O NÓ CHEGOU FAZER BARULHO QUANDO SAIU , FOI MUITO MASSA ASSISTIR ISSO , TENHO VONTADE DE ASSISTIR ISSO OUTRA VEZ .É FANTÁSTICO ASSISTIR ZOOFILIA AO VIVO.

SEMPRE FUI LOUCO PRA FUDER MINHA NAMORADA JUNTO COM OUTRO MACHO

SOU O LEONEL , 67 ANOS , ESTOU COM UMA BOA IDADE , MAS AINDA FAÇO UMAS SACANAGENS , EU ESTAVA NAMORANDO A LEONICE DE 54 ANOS, BRANCA , COM PEITOS PEQUENOS , GOSTOSA MESMO APESAR DA IDADE , MORO VIZINHO DELA , MAS PERCEBI QUE ESTAVA VINDO UM CARA DE MOTO NA CASA DELA , DA MINHA CASA EU VIA ELE CHEGAR , ELE DEIXAVA A MOTO UM POUCO DISTANTE E ENTRAVA , ELA DEIXAVA O PORTÃO ABERTO , ELE TEM UNS 50 ANOS , UM CARA CHARMOSÃO EU CONSEGUI VER ALGUMAS VEZES ELE CHEGAR E ENTRAR EU FICAVA NO ESCURO,ENTÃO CONSEGUIA VER TUDO , DUAS JANELA DA CASA DELA É VIRADA PRA MINHA E AS CORTINAS BRANCAS ENTÃO EU CONSEGUIA TAMBÉM VER ELE DANDO UNS BELOS AMASSOS NELA , A SAFADA ESCONDIA DE MIM , MAS EU ESTAVA DOIDO PRA FUDER ELA JUNTO COM O CARA , FALEI VARIAS VEZES DE FUDER EM DOIS COM ELA , MAS ELA DISFARÇAVA , ENTÃO FALEI QUEM É ESTE CARA DE MOTO QUE VEM AI , ELA DISSE É UM AMIGO MEU DE TEMPOS , MAS SÓ AMIGO , MAS ELE COMIA ELA EU SABIA , POIS ESTAVAM LÁ DEPOIS ENTRAVAM PRO QUARTO , MAS FALEI PRA ELA SEM PROBLEMAS POIS EU TENHO ESTA IDADE E QUERO NAMORAR VC , MAS VC PODE TER OUTRO SE QUISER , ENTÃO FUI CONVERSANDO ATÉ QUE ELA ME CONFESSOU , FALOU QUE O CARA ERA COMEDOR DELA , DISSE QUE O CARA LEVAVA ELA NO MESMO MOTEL QUE EU LEVAVA E QUE ELE PEDIA QUARTO COM CADEIRA ERÓTICA , POIS ELE COLOCAVA ELA NA CADEIRA E GIRAVA , COMIA EM VÁRIAS POSIÇOES E COMIA O CUZINHO DELA , FIQUEI DOIDO PRA FUDER ELA JUNTO COM ELE , MAS NÃO DEU CERTO ELA SE RECUSOU , ESSE CARA ARRUMOU UMA NOVINHA E A DEIXOU , MAS DEIXOU DEPOIS DE TER COMIDO BUCETA , CUZINHO E SER MAMADO , ENTÃO EU GOSTO DE DANÇAR ELA NÃO MUITO , MAS A LEVEI A UM BAILE , TINHA UM CARA DOIDO PRA DANÇAR COM ELA EU FALEI DANÇA COM ELE , ELA NÃO QUERIA MAS INSISTI E ELA FOI , QUE DELICIA O CARA ABRAÇOU E FOI ENCOXANDO ELA NA VARA , EU SENTADO OLHANDO , O PAU DELE ESTAVA PRA RASGAR A CALÇA , ELE ENCOCHAVA LEGAL , TERMINAVA UMA MUSICA ELE PEGAVA ELA E FALAVA NO OUVIDO DELA EU DOIDO PRA ELA CEDER E A GENTE SAIR COM ELE , MAS ELA DANÇOU BASTANTE , PERCEBI QUE AS VEZES ELA DAVA UMA APALPADA NO CACETE DELE ,FIQUEI LOUCO COM ISSO , PEDI PRA ELA CHAMAR ELE PRA SAIR JUNTO CONOSCO , MAS ELA NÃO ACEITOU , EM OUTRO DIA DE BAILE SENTAMOS EM UMA MESA JUNTO COM UM CASAL DE AMIGOS E PERCEBI UM CARA PAQUERANDO ELA , ELE PISCAVA PRA ELA , A SAFADA CORRESPONDIA , EU SAIA PRA DANÇAR ELA FICAVA NA MESA ELE JOGAVA BEIJOS PRA ELA ELA SORRIA , ME DEU MUITO TESÃO MESMO , NA HORA QUE ELE FOI EMBORA ELE , PASSOU PERTO DELA E COLOCOU UM PAPEL NA MÃO DELA EU VI , MAS FINJI NÃO TER VISTO , MAS VI O MACHO LOUCO PRA FUDER COM ELA , FOMOS EMBORA E CONVERSEI COM ELA SOBRE O BILHETE QUE O CARA COLOCOU NA MÃO DELA ELA NEGOU MAS FALEI EU VI , ENTÃO ELA DISSE ERA O ZAP DELE , MAS NÃO QUERO SABER , FOI ENTÃO QUE FALEI PARA COM ISSO E CONSEGUI ARANCAR DELA QUE ELA DEU PRO CARA DIAS DEPOIS QUE FOMOS A ESTE BAILE , O GOSTOSO É QUE ELA FALOU QUE O CARA COMEU ELA NA CASA DELE , ELE TEM UNS 40 ANOS E SEGUNDO ELA ELE PAGOU UM UBER QUE A LEVOU , QUANDO CHEGOU LÁ ELE A RECEBEU , POR SINAL ELA FOI DE VESTIDO E COM AQUELE FIOZINHO PRETO QUE EU SEMPRE COMI ELA , DISSE QUE O CARA BEIJOU MUITO ELA ERGUIA O VESTIDO , PASSAVA AS MÃOS NO RABO DELA , ELE SENTOU NO SOFÁ , SÓ DE CUECA ELA JOGOU UMA ALMOFADA NO CHÃO E SE AJOELHOU , TIROU O PAU DELE PELA PERNA DA CUECA E COMEÇOU A MAMAR , MAMOU DEPOIS ELA DISSE DEIXA EU MAMAR NA SUA CAMA , ELE LEVANTOU , PEGOU NA MÃO DELA E LEVOU ELA PRA CAMA , O FDP DEITOU E ELA TITOU O VESTIDO E EM PÉ EM CIMA DA CAMA , ELE DEITADO OLHANDO ELA POR BAIXO ELA TIROU O SUTIEN , VIROU DE COSTAS PRO ROSTO DELE , ELE OLHOU O RABINHO COM O FIO ENTERRADO E FALOU NOSSA SEU CUZINHO ENGOLIU O FIO , ELE SENTOU E LAMBEU O CUZINHO , A VERILHA E A BUCETA , PUXOU O FIO COM OS DENTES E LAMBEU TUDO POR BAIXO ELA ARCADA CHUPAVA O PAU E ELE O CUZINHO DELA , POR FIM ELA SENTOU NO CACETE DELE FUDEU IGUAL UMA ÉGUA , GOZOU NO PAU DELE , MAS ELE QUERIA OUTRA COISA E DISSE QUERO COMER SEU CUZINHO , ELA CLARO ADORA LEVAR NO CUZINHO , VIROU DE 4 ELE MONTOU E FUDEU O CUZINHO , GOZOU NO RABINHO DELA , FOI MARAVILHOSO , ELA DISSE QUE VAI DAR OUTRA VEZ PRA ELE , MAS AGORA ELA ESTA COM OUTRO CARA ASSUMIU UM NAMORO MESMO E ME DEIXOU , FICO VENDO O CARA VEM AQUI NA CASA DELA , FODE E VAI EMBORA , AS VEZES DORME COM ELA , SOU LOUCO PRA ASSISTIR ELA SABE DISSO.

Yamara dá ao porteiro do Dois Corações

Mais uma de Yamara, minha mulher. Depois que ela deu pro porteiro do motel dois corações e pro cara da sex shop ficou mais sem-vergonha. Voltamos a freqüentar o motel dois corações (em Natal) e ela voltou a mostrar a bunda ao porteiro toda vez que entrávamos. Eu manda ela tirar a roupa e quando chegávamos na portaria ela ficava de quatro e mostrava a bunda. Eu ficava imaginando o tesão do porteiro; ele só faltava arrombar a janelinha. Não era pra menos. Yamara é mulata, dessas de escola de samba, bunda grande e arrebitada, coxas grossas, peitinhos durinhos, olhos achinesados, nariz pequeno arrebitado, rosto lindo, a pele de cobre, corpo malhado, durinho (101cm de quadris e 60cm de coxas). Quando a gente chegava no apê eu telefonava pro porteiro e perguntava se ele tinha gostado; Yamara falava com ele e dizia que ia chupa-lo, dar a bundinha, ele ficava louco, ela chamava ele pra vir pro quarto, ele dizia que não podia. Um dia tomou coragem e veio. Bateu na porta, ela ficou de quatro, mostrando aquele bundão tesudo. Ele entrou, falou comigo meio tímido, passou a mão naquela bundona, na bucetinha pelada e puxou o cacete pra fora. Era um cacetão galego, de uns 22cm, grosso. Primeiro deu um beijo nela, um chupão que demorou uns 5 minutos. Fiquei surpreso com o desembaraço dele. Depois mandou ela chupar; “chupa minha pica na frente do teu corno!” Ela cuspiu o cacete e abocanhou com fome. Ele tirava, esfregava na cara dela, batia com o pau no rosto dela; ela, muito vermelha, voltava a abocanhar, lambuzava de cuspe, engolia, ficava cansada porque a boca ficava cheia daquela picona grande e grossa. Mas não parava, chupava com muita fome. Enquanto ela chupava o porteiro eu batia uma punheta e enfiava o dedo na buceta dela que já tava toda molhada, escorria um melzinho. Aí o galego da portaria falou: “deixa ela virar agora, seu corno, que eu vou fuder essa buceta, vou fuder tua puta”. Ela virou o rabo pra ele, ele acariciou a bunda dela, beijou, lambeu, deu um banho de língua completo, chupou os peitinhos durinhos, passou a língua no ventre dela, na buceta, fez um minete na buceta dela que levou Yamara ao primeiro gozo, depois passou a língua no cuzinho dela. O cuzinho dela, pequeneninho, apertado, se contraía de gozo, dava uns peidinhos. Aí ela pediu pra ser fodida. Ele deitou na cama e ela sentou na pica dela, foi descendo devagar, o cacetão se enfiando naquela buceta apertada, melada, o mel escorria pelo cacete, mas entrava apertado, devagar, os dois gozando. Deu trabalho pra entrar toda naquela buceta arrochada, pelada, tesuda. Quando terminou de entrar ela deu uma gozada, ficou louca, chamava ele de meu macho, gostoso, tesudo, ele chamava ela de puta, gostosa, rameira. Aí ele virou por cima dela e começou a fodê-la com força, dando estocadas rápidas enquanto eu me matava de punhetar. Ele tirava o cacetão todo da buceta dela, dava pra ele chupar e depois fodia de novo a buceta, dandos uma dez estocadas seguidas, e voltava a dar o cacete pra ela chupar e fodia de novo até que ela gozou, dando gritos, dizendo que tinha perdido o juízo, me chamando de corno e dizendo que ia dar pro porteiro a vida toda. Foi a vez dele comer o cu dela. Tive medo pelo tamanho da pica dele. Ela ficou de quatro, ele passou a língua no cuzinho dela e deixou todo úmido. Depois começou a enfiar devagar, o cuzinho ia se abrindo devagar, dava uns peidinhos, tremia de medo diante da picona. Ele pediu pra ela lambuzar a pica de cuspe pra facilitar a entrada; ela deu mais uma chupada fenomenal, a pica ficou toda babada e ele voltou a força a porta do paraíso. Entrava uma parte da cabeçona, ele tirava, passava mais cuspe e enfiava de novo, devagar; quando entrou a cabeça ela deu gritinho e ele tirou, passou cuspe novamente e enfiou a cabeça toda de uma vez; ela deu um grito, recuou, mas ele segurou a cintura dela e imobolizou; ela relaxou e ele deu umas estocadas vigorosas, que a faziam gemer de gozo; de vez em quando ele tirava o mastro enorme e grosso e o cuzinho dela já era um cacimbão, aberto, tremendo, palpitando, mas o cacete entrava com dificuldade. Ele ficou enfiando e tirando, ela deu mais umas duas gozadas, eu já tinha gozado 2 vezes, mas continuava punhetando. O cuzinho dela foi se abrindo com aquela picareta descomunal, até que entrou toda; ele puxou o cacete todo pra fora, o cacetão babado, lambuzado, brilhando e enfiou na boca dela, ela chupou a ele voltou a enfiar no cu dela de uma vez, com violência; ela deu um urro de gozo e ele deu umas estocadas violentas e rápidas, até que ela gozou e ele encheu o cu dela de porra. Eu gozei também e saímos dali rápido. Não voltamos mais. Espero que o porteiro do Motel Dois Corações em Natal (o galego) leia isso, ou alguém avise a ele. E escreva pra nós.

Saí SÓ para beber,mas os amigos fuderam até o meu CÚ – Loira Safada

…Entramos na festa, o Guto na frente e o Theo atrás de mim, e como estava apertado o Guto pegou na minha mão, cheio de gente, e o safado do Theo aproveitou para me encoxar e senti o pau duro na minha bundinha, nossa ele que não me provocasse, e de novo senti a pica encostada no meu rabinho, e não tive dúvidas, soltei minha mão da mão do Guto, e se o Theo quer brincar nós vamos brincar, coloquei a mão para trás e apertei aquela pica gostosa… Era sábado e eu de bobeira em casa aceitei o convite do meu amigo Guto, eu já havia dado algumas vezes para ele, para tomar uma ceva na choperia Cruz de Malta, e estávamos os dois conversando animadamente em uma mesa, lógico que me rasgava para ir para sua casa, até que entrou no bar um cara que me chamou atenção, era o Theo, um carinha que eu tinha ficado apenas uma vez, que me havia fudido muito gostoso, ao ponto de eu dar meu cuzinho e pedir para que fudesse ele de novo, e para minha surpresa ele vem até nossa mesa e o Guto se levanta e o cumprimenta animadamente, e o convida para sentar, tremi na base, ainda mais quando NOSSO amigo foi nos apresentar e ele disse que já me conhecia, e que éramos também amigos. Theo sentou conosco e logo pediu uma cerveja, e parece que os dois não se viam a um bom tempo tal a conversa que rolava entre os dois, até que começaram a me contar de quando moraram em Porto Alegre e do que aprontaram por lá. Depois de mais ou menos uma hora o Guto já meio alto da bebida disse que iria ao banheiro, e foi quando o Theo aproveitou para me elogiar, dizendo que eu estava linda e que não sabia que NÓS estávamos juntos, falei que não, que apenas nos conhecíamos, e o Guto   havia me convidado para tomar uma cerveja e conversar, e foi aí que perguntei de onde se conheciam, falou que eram amigos desde o tempo de infância e que inclusive haviam namorado duas irmãs, e logo o Guto   chegou e ficamos os três conversando, e notei que o Theo sentado na minha frente me olhava muito, me sentia devorada pelo seu olhar, e confesso que ficava lembrando-me do dia que ele me pegou, nossa como foi bom, lembrei daquele pau grande e grosso me preenchendo e comecei a ficar com tesão, e disse aos guris que iria no banheiro.      Para minha sorte não havia fila e quando ainda de pé levantei minha saia e baixei a calcinha, a danadinha da xaninha tava toda meladinha e não tive dúvidas ali mesmo no banheiro de pé me encostei-me à parede e meti meus dedinhos na minha bucetinha e esfreguei meu grelinho até gozar bem baixinho imaginando a foda com o Theo e só pensava que eu teria que repetir, que tinha que dar um mole para ele me fuder de novo, e gozei em silêncio com minhas lembranças e pensamentos pecaminosos, me acabei, fiz meu xixi e voltei para a mesa, sentei e o Theo me perguntou pq eu estava com o rosto vermelho, falei que não havia notado e que deveria ser a cerveja e pedimos mais uma e o Guto perguntou se não estávamos a fim de ir até uma festa, eu esperei a resposta do Theo e como ele disse que topava ir visto que a choperia estava ficando vazia eu disse que também iria com meus amigos e como o Theo está sem carro, pois morava ali pertinho, foi conosco no carro do Guto. Entramos eu e o Guto na frente e o Theo atrás e sentou exatamente atrás de mim, eu estava com muito tesão, estava no carro com dois homens e já tinha dado para os dois, e comecei a imaginar os dois ao mesmo tempo me fudendo, e se eu convidasse ambos para fuder? Será que topariam? o entrar no estacionamento fez eu despertar dos meus pensamentos mundanos de fêmea querendo brincar com dois machos. Entramos na festa, o Guto na frente e o Theo atrás de mim, e como estava apertado o Guto pegou na minha mão, cheio de gente, e o safado do Theo aproveitou para me encoxar e senti o pau duro na minha bundinha, nossa ele que não me provocasse, e de novo senti a pica encostada no meu rabinho, e não tive dúvidas, soltei minha mão da mão do Guto, e se o Theo quer brincar nós vamos brincar, coloquei a mão para trás e apertei aquela pica gostosa… hehe, ao invés de se surpreender Theo me puxa contra si, coloca o braço na minha cintura, e como estava muito cheio e escuro, levanta minha saía e coloca a mão por dentro da calcinha, e passa a mão na minha xaninha, e no meu ouvido diz que ela ta molhadinha, doidinha por pica, mas que restava saber por qual pau ela desejava ser engolida,por qual piça eu tava molhadinha virei para trás e sorri apenas. Pegamos uma cerveja e achamos uma mesa dessas com bancos altos em que o pessoal acabara de sair, era meio de canto, mas pelo menos teríamos onde colocar a cerveja e sentar se desejássemos, e eu só pensando no que o Theo havia me falado, então disse para os guris que iria ao banheiro e já voltava, demorei um pouco, pois dessa vez havia fila, mas no banheiro levantei minha saia e resolvi tirar a calcinha e guardei na bolsa, e logo após voltei à mesa onde só estava o Theo, então perguntei onde estava o Guto e soube que havia ido dar uma volta para buscar uma cerveja já que o garçom estava demorando em aparecer e foi quando pedi para o Theo abrir a mão e entreguei minha calcinha dizendo:(eu)-ACHO QUE ISSO RESPONDE TUA PERGUNTA.Pegou minha pequena calcinha cheirou e guardou no bolso, e como estava encostado na parede comecei a dançar na frente dele, às vezes me encostava nele e ficava rebolando, esfregando minha bunda na pica,mas sempre cuidando o Guto, que logo chegou e trouxe uma ceva. Theo tomou um gole e disse que precisava ir ao banheiro, e quando saiu o Guto me perguntou se eu já tinha dado para o Theo, fiquei vermelha, mas respondi que sim, que havia ficado com ele uma vez e muito atrevido me perguntou se eu já havia transado com dois caras e foi aí que fiquei muito corada, e não falei nada, até que resolvi dizer que não, que nunca havia ficado com dois carinhas, e para arrematar perguntou se eu tinha vontade, Putz o que responder, dessa vez não falei nada, e minha sorte foi que o Theo chegou e fiquei pensando se responderia ou não, minha bucetinha já babando de tesão por estar lógico com dois caras que eu já havia transado, por sentir que os dois estavam me querendo, pela pergunta e talvez pela chance de fuder com os dois. Comecei a dançar despudoradamente na frente dos dois, e resolvi responder com meu corpo, eu fui até o Guto e de costas me esfreguei nele, deixei a piça dura roçar na bundinha, me virei dei um beijo no rosto e fui até o Theo e me esfreguei nele da mesma forma, só que o safado levantou minha saia e mostrou para Guto que eu estava sem calcinha, me desencostei, abaixei minha saia e voltei a dançar na frente deles rebolando até o chão, e os dois conversavam até que vi o Theo tirar a camisa para fora da calça e depois se virar de costas para a parede e virar novamente para nós, e resolvi os provocar mais uma vez, me esfreguei no Guto e logo em seguida no Theo e para minha surpresa o safado havia aberto a calça e tava com o pau de fora coberto apenas pela camisa e foi quando o Guto chegou na minha frente e fizeram um sanduíche de mim, o Guto me chamou de safada e me beijou a boca, correspondi e senti o Theo levantar minha saia e sua camisa e senti a pica nua na minha bundinha, nossa aquele caralho grande e grosso pressionando minha bunda e outro carinha me beijando fiquei doida e comecei a rebolar, até que senti o pau do Theo se alojar entre minhas coxas procurando a minha bucetinha, olhei para os lados e cada um na sua vibe e abri as pernas para facilitar e a cabeça da pica entrou, o carinha ia me fuder ali mesmo e tentei sair só que o Guto não deixou e perguntou se eu estava curtindo, como não podia sair mesmo respondi com um beijo louco, e nesse momento o Theo socou tudo na minha buceta e achei que ia desmaiar de tesão, e pedi baixinho, tira…tira…aqui não e o safado deu duas ou três bombadas e tirou, senti um vazio, mas baixei logo minha saia e consegui me desvencilhar dos tarados, e tomei um copo de cerveja, eu estava com tesão e nervosa, mas o Guto disse que também tava af
im de meter um pouco, eu falei que não que ali era perigoso e foi quando o Theo nos convidou para irmos embora,sair dali e que fossemos tomar a saideira em outro lugar, eu concordei, pois já estava com medo de ser fodida de novo naquele lugar. Pagamos a conta e pegamos o carro, e ainda no estacionamento o Guto tirou o pau para fora e disse para eu chupar, falei que então saísse do estacionamento, e saiu,fiquei de quatro no banco e comecei a chupar a pica do Guto e o Theo levantou minha saia e disse:(Theo)-Olha Guto que bunda bem linda, que puta bem tarada tomou pica lá dentro e já tá chupando, vamos ter que ir para algum lugar ver se ela aguenta muita pica. Nisso senti a mão do Theo na minha bunda, enfiou os dedos na minha buceta e chupando o Guto eu comecei a rebolar louca de tesão, brincou com meu grelinho e enterrou os dedos lá dentro, e o safado procurou meu buraquinho, enfiou dois dedos no meu cú com força, tive que parar de chupar porque gritei de dor, mas o Guto me pegando pelos cabelos mandou eu voltar a chupar, o Theo socava e tirava os dedos do meu cú, e perguntava se o Guto também já havia comido meu cú, e foi quando senti que o Guto ia gozar e tirei a boca, fazendo ele terminar o gozo com uma punheta e me sentei obrigando o Theo, que estava no banco de trás a tirar os dedos do meu cú, o Guto falou que fossemos para a casa dele, e começou a dirigir e o Theo pediu para eu passar para o banco de trás, e passei caindo já encaixada na pica enorme e grossa que entrou fundo me rasgando e comecei a cavalgar gostoso enquanto o Guto dirigia, eu gemia, esfregava, tira e botava aquele caralhão na minha buceta e senti que mesmo dirigindo e olhando pelo espelho retrovisor o Guto socou um dedo no meu cú, nossa que delícia eu urrava de tesão e avisei que assim ia gozar e me acabei no momento que o Theo disse que também ia acabar, e o Guto disse para ele gozar fora porque também queria meter em mim, e sai de cima vendo o desperdício dos jatos de porra e sentamos eu e Theo um ao lado do outro e finalmente chegamos na casa, entramos na garagem e o Guto já foi me puxando do carro e me levou para o sofá da sala, deitou-se e mandou eu sentar na pica, sentei gostoso, pois a pica era menor e eu já havia sido alargada por caralho maior e o Theo veio para minha frente, me pegou pelos cabelos e forçou minha cabeça de encontro o pau dele forçando uma chupada, nossa aquela picona já tava dura de novo e me coloquei a mamar gostoso, forçou para entrar tudo,mas não deu, mas chupei toda aquela pica cavalgando na pica do Guto, e foi quando o Theo tirou a pica da minha boca e fiquei me deliciando no pau do Guto, vi que foi para a cozinha e voltou tomando uma cerveja e com um pote de margarina, e se posicionou atrás de mim e começou a espalhar margarina no meu cú, Putz eu ia ter que engolir aquele picão pelo meu cú, e cavalguei mais rápido na pica que tava na minha buceta até que me agarrou pela cintura, tive que parar e o Guto perguntou o que Theo iria fazer, falou que ia empalar uma puta, pois queria participar ativamente da trepada, e o Guto parou por um momento, gritei quando senti a cabeça da tora forçando minhas pregas e… entrou, pedi que deixasse eu acostumar com a piça e foi socando cm por cm aquele pintão gostoso no meu rabo até que ficou bom e comecei a rebolar com as duas picas dentro de mim, nossa que delícia os dois sincronizaram os movimentos e avisei que ia me acabar, disseram que era para eu gozar então, e senti um calor intenso, senti que meu corpo estremeceu todo e ME ACABEI ,GOZEI nas piças gritando que era uma delícia dois paus me fudendo, que eu era uma puta, vadia e cadela e nisso recebi um tapa na cara do Guto e avisou que ia gozar e falei que eu queria a porra dentro de mim, que queria sentir o leite todo na minha buceta e senti mesmo, muito leite preenchendo minha xaninha e disse que agora o Theo também precisava gozar dentro e recebi um tapa do Theo na minha bunda e logo depois senti meu cú ser inundado de porra grossa e quente, nossa que tesão da porra, e os dois tiraram os pau de dentro. O Theo pediu para tomar um banho e sumiu no banheiro, eu também queria um banho, mas quando o teu saiu o Guto pediu para eu chupar o caralho dele até ficar durinho, eu chupei, peguei a pica meio mole e deixei durinha, então me pegou pelo braço e me deitou na mesa, e abriu minhas pernas, senti ele entrar na minha bucetinha, mas logo tirou e socou tudo de uma vez foi no meu cú e começou a bombar em um vai e vem maluco,até que gozou logo colocando mais porra no meu rabo que quando ele tirou pingava de porra, e foi quando o Theo voltou do banho e fui correndo tomar um banho. Voltei depois de um banho relaxante e só estava o Theo na sala, perguntei pelo Guto e ouvi que ele estava tomando banho no banheiro da suíte e quando fui sentar do lado do Theo ele se levantou, me fez ficar de joelhos e chupar, eu que ainda não tinha tomado porra ainda, me pus a chupar deliciosamente, passava a boca em todo o picão e depois enfiava na boca até trancar, tirava e batia uma punheta, e colocava na boca, quando eu tirava eu pedia para ele gozar na boca da puta, e recebi porra a qual escorria pelos meus lábios,mas o que pude eu tomei tudo, adoro tomar porra, me deu a mão, e fomos tomar uma cerveja na cozinha e logo o Guto chegou e pedi para ir embora, ele me deu um beijo na boca para agradecer e sentiu gosto de porra, e perguntou se eu havia tomado porra, eu e Theo dissemos que SIM….hehe.

DOIS CASAIS DESCONTRAIDOS

DOIS CASAIS DESCONTRAÍDOSTinha ido viajar para São Paulo para participar de uma convenção e deixei minha esposa na praia de Capão Novo. Retornaria em cinco dias para ficar com ela o resto do mês de dezembro. Passaríamos juntos o Natal e o Ano Novo na Praia. Em São Paulo, na convenção conheci algumas pessoas, porém recebi uma proposta de um rapaz recém apresentado para eu ser representante de sua empresa no Sul. Sua empresa ficava em São José dos Campos e fabrica Máquinas-Ferramentas. No dia seguinte após receber sua proposta fomos com a turma em um restaurante e ele me apresentou sua esposa, Marli. Eu fui gentil em todos os aspectos, afinal ele me oferecera uma oportunidade ímpar de faturar algum dinheiro em comissões representando sua empresa no Rio Grande do Sul. Contei-lhe que minha esposa estava na Praia me esperando e assim que terminasse a convenção iria me juntar a ela onde ficaríamos até o final do ano.Para ser gentil convidei-os para conhecer o Sul e ficar conosco alguns dias conosco na Praia. Inicialmente eles agradeceram, pois não sabiam ainda o que iriam fazer no mês de dezembro.No dia seguinte encontramo-nos na convenção onde apresentamos alguns trabalhos referentes à nossa área de trabalho. No almoço nos encontramos novamente e para surpresa minha ele, Márcio, me perguntou se aquela proposta de ir ao Sul ainda estava de pé. Sim, claro, respondi-lhe, será um prazer, minha mulher gostará da companhia de vocês. A convenção terminou, retornei para a Praia onde reencontrei minha esposa. Falei-lhe que tinha recebido uma proposta para representar uma empresa no Sul e que por cortesia convidara o casal para passar alguns dias conosco na Praia. Suzana, minha mulher sorriu e perguntou-me, será mesmo que eles vêm?Passado cinco dias recebi um telefonema do Márcio confirmando-me que estavam chegando, ao que me derreti em gentilezas dizendo-lhe que ambos iriam gostar do passeio.Por volta de 11 horas da manhã do dia seguinte chegaram os dois irradiando uma alegria contagiante, que surpreendeu minha mulher, Suzana. Acomodamos os dois num quarto de hóspedes da casa e em seguida saímos para almoçar em Capão da Canoa. No trajeto o casal irradiava uma alegria que nos contagiou e quebrou todos os gelos que poderiam existir entre nós quatro. Suzana brincava com Marli trocando piadas a todo sorrisos e até de gostosas gargalhadas. Márcio e eu estávamos no clima a estimulávamos nossas mulheres.Na volta passei em alguns lugares pitorescos para mostrar-lhes as belezas do lugar. Todos riam e sorriam por nada, que dava a entender que estavam gostando e tudo andava as mil maravilhas. Por volta de 18 horas estávamos em casa onde nos esparramamos em algumas cadeiras preguiçosas. Suzana chamou Marli para ajudá-la a servir uns sorvetes para nós que descansávamos tranqüilamente na sombra.Lá por volta de 20 horas, ainda dia alto, pois no verão do Rio Grande do Sul anoitece por volta de 21h30min, resolvemos tomar um banho para sairmos e ver a vida noturna de Capão da Canoa.Enquanto eu guardava as cadeiras vimos Marli passar de uma peça para outra em direção ao quarto de banho completamente nua em pelo com uma tolha no braço. Eu e Suzana ficamos nos olhando surpresos e juntos chegamos à conclusão que talvez não nos tivesse visto.Um pouco depois, quando eu já me preparava para ir ao banho vimos Márcio passar tranqüilamente pelado em direção a Marli que já tomava o seu banho.Suzana e eu ficamos não assustados, mas um tanto surpresos pela intimidade dos dois logo no primeiro dia.Tudo bem, todos tomaram seus banhos e se enfeitaram e se perfumaram para sair. Fomos a Capão da Canoa onde jantamos num bom restaurante. Depois passeamos pela rua principal repleta de gente, veranistas e turistas. Suzana e Marli continuavam na maior amizade do mundo, ambas estavam radiantes de felicidade e curtiam o passeio. Márcio volta e meia chamava-me a atenção quando aparecia uma mulher gostosa cheia de encantos. Ao que retruquei: “… nossas mulheres também tem muitos encantos, e quando sorriem como estão seus encantos ficam deslumbrantes…” – exatamente isso que ia dizer, retrucou Márcio, nossas mulheres são encantadoras e muito gostosas…, temos que fazê-las felizes…”Brincando, brincando, as coisas eram ditas soltamente e paulatinamente iam quebrando os resquícios de gelo que porventura ainda existissem. No retorno do passeio Suzana já mais ligada a Marli perguntou-lhe se eles costumavam andar pelados dentro de casa. E Marli sorrindo respondeu-lhe: ”- Ah sei, foi por causa de hoje de tarde quando eu fui ao banheiro? Vocês não costumam andar pelados em casa? – Claro que sim respondeu Suzana, mas quando estamos sozinhos e não com visitas. – “Mas minha querida, andar pelados é saudável, ainda mais em casa na intimidade da gente, muitos até gostam de curtir naturalismo onde andam pelados na frente de um monte de gente.”- Suzana ficou sem dizer nada, mas apreciava a franqueza da amiga Marli.Márcio ria e me cutucava com seu cotovelo esquerdo apontando para Suzana que se surpreendera com o relato de sua esposa Marli. Pareceu-me que ambos faziam as coisas um com o consentimento do outro, sem traumas ou respeito pelos outros, no caso de mim e de Suzana.Mas por incrível que pareça esse assunto ao invés de reprimir-me fez soltar minha mente e pensar num monte de coisas fantásticas que eu e Suzana sempre ensaiávamos em nossas relações, mas nunca tivemos coragem de realizar. Realmente isso mexeu com a minha cabeça.E, quando chegamos, acomodamo-nos na sala e sentados à mesa perguntei-lhes sacanamente se aceitavam um copo de cerveja. Fui até a cozinha pegar as cervejas e Suzana para pegar uma bandeja com os copos, e, enquanto eu abria a geladeira Suzana abraçou-se em mim e me deu um longo beijo na boca. Aquele beijo insinuava algo mais, cri até num passo a mais em nossas relações, mas não sabia ainda se Suzana levaria isso até o final, mas ela estava excitada sim, e muito.Servimos as cervejas com alguns salgadinhos e conversando fomos saboreando e bebendo até que numa certa hora resolvemos nos recolher.Aquela noite eu e Suzana trepamos longo tempo fantasiando feito loucos, estávamos insaciáveis. E lá pelas tantas, quando eu ainda bombeava em Suzana ouvimos gemidos altos da Marli que certamente trepava com seu Márcio. Eles também demoraram bastante e após foram ao banheiro onde tomaram um banho juntos.No dia seguinte acordamos tarde, por volta de 10 horas, tomamos café e nos arrumamos para ir até a praia pegar um sol. Mas enquanto eu me arrumava à conversa rolava o Márcio abraçou Suzana e olhando-lhe no rosto perguntou-lhe como tinha sido aquela noite. Marli que estava junto riu e disse baixinho para Suzana “-.. Não liga, é brincadeirinha!” Mas aquilo mexeu com Suzana de um jeito que deixou toda arrepiada. Eu, porém não vi nada, ela me contou depois.Na praia a Marli fez questão de passar creme em mim enquanto eu olhava para Suzana para ver sua reação, mas ela se deliciava com o episódio e enquanto passava protetor solar em si mesma. Márcio de surpresa sem disfarçar pegou gentilmente num dos braços de Suzana e começou a passar-lhe protetor solar nas costas massageando-lhe as costas dos ombros até o limite do biquíni onde começa a bunda. Suzana me olhava enrubescida e eu fazendo-lhe sinal que a Marli estava passando creme em mim também. Eu pessoalmente não teria coragem de tomar uma iniciativa dessas, porém me deixava levar pelas circunstâncias, Suzana não reagia e se deixava levar também.Antes do banho de mar tomamos algumas caipirinhas e o assunto cada vez mais liberal. Marli chegou a sentar num dos meus joelhos e eu sem querer ou por querer passei-lhe a mão na bunda percorrendo com carinho a mão toda a extensão de suas coxas. Suzana olhou com ciúmes, mas nem teve tempo e Márcio a sentou por sobre seus joelhos cingindo-a com seus braços sua cintura fininha.Eu não sabia se cortava o barato do casal ou deixava, mas Suzana e eu nos lembrávamos acho que de nossas sacanagens fantasiadas que aos poucos ía
mos permitindo tudo.No retorno, por incrível que pareça, Marli sentou-se ao meu lado e eu era o motorista e Márcio conduziu Suzana para o banco traseiro onde se sentaram. Marli pôs a mão esquerda na minha coxa direita e eu já imaginei que o Márcio lá no banco detrás estava amassando a pobre Suzana. Olhei no retrovisor e não deu outra, Suzana agarrava o pênis de Márcio sobre a sunga e Márcio com uma das mãos explorava o mais íntimo reduto de Suzana.Pensei comigo, que besteira estamos fazendo, mas nesse momento Marli empunhou meu mastro e o acariciava com maestria indescritível. Minha mãe será isso verdade?Ao chegarmos em casa eu estava atônito, não sabia o que fazer, fui até a cozinha abri uma latinha de cerveja ofereci aos demais, mas num impulso tomei alguns goles antes mesmo que bebessem algum. Marli estava impossível e alisava meus ombros de pé sobre mim que agora estava sentado num banquinho da cozinha.Olhei para Suzana, chamei-a com os olhos e ela veio beijar-me a face. Perguntei-lhe baixinho: “- que vamos fazer? – Marli ouviu-me, pois me massageava nos ombros e nas costas e disse para Suzana: “- Não se preocupe, deixe as coisas relarem, tudo vai ficar bem…”Nesse exato instante Marli puxou-me com as duas mãos pegando minha mão direita e foi me conduzindo ao quarto. Suzana olhava-me quando Márcio também a pegou no colo e a levou igualmente para o quarto. Lá estava eu com Marli no quarto de hóspedes e Suzana com Márcio no meu quarto. Marli não me dava tempo para pensar quanto menos para falar e já começara e lamber-me de cima a baixo. Tirou minha sunga e com as duas mãos agarrou meu escroto e pênis juntos e num gesto tranqüilo empurrou sobra a cama de modo que estava deitado de costas de barriga para cima. Cavalgou sobre minha barriga inclinou-se de boca para o meu pênis e começou a chupá-lo com maestria. Em seguida, esticou o seu corpo e colocou sua vagina encharcada em minha boca numa posição de 69. Enquanto eu a lambia e a penetrava com a língua e brincava com os dedos em seu clitóris ela chupava-me introduzindo o meu pênis em sua boca e às vezes, mais abaixo lambia meu escroto. Eu gostaria de saber o que Suzana, minha mulher estava fazendo naquele exato momento com o Márcio, mas estava tão envolvido com a Marli que cada pensamento que eu gastava com Suzana me dava ainda mais excitação. Marli agora se contorcia que parecia estar entrando em transe quando decidi tomar as rédeas e sair da posição de 69 e virando-a de barriga para cima abri suas pernas que já estavam entreabertas e penetrei-lhe em seu tesouro fazendo-a gemer alto que Suzana e Márcio a ouviram do outro quarto. De repente ouço os gemidos de Suzana que certamente estava sendo penetrada por Márcio em sua relação sexual. Isso foi se consumindo por umas duas horas até que saíssemos do ato e fomos ao banheiro tomar banho. Em seguida dormimos profundamente.Ao acordarmos notamos que as horas passaram tão rápidas que já eram quase nove da noite. Marli tinha ido até Suzana e ora estavam sentadas com uma latinha de cerveja conversando suas novas experiências. Talvez nova para Suzana que eu conhecia bem, mas pelo desembaraço de Marli acho que não era tão nova experiência assim.Conversei com Márcio que elogiou minha mulher, coisa que achei muito estranho, mas vá lá, tudo estava consumado e não adiantava mais reclamar de nada. Eu também cinicamente elogiei a mulher dele.Tudo, no entanto foi se reorganizando e novamente saímos para jantar. Tomamos algumas caipirinhas e após jantamos tomando algumas cervejas. E, quando voltamos para casa, já eram duas horas de manhã, pois tínhamos passado num Show Women – Desfile de Mulheres com biquínis e de tipo fio dental. Ao chegarmos Márcio adentrou em nosso quarto e organizou com luzes vermelhas, uma inclusive de neon, não sei onde ele arrumou aquilo. Espalhou pelo chão os colchões das camas dos dois quartos e as cobriu com colchonetes. Quem via o quarto assim na penumbra com os colchões esparramados pelo chão tinha a impressão nítida de estar numa alcova digna de dois casais que agora cientes queriam fuder ou trepar juntos. A conversa fluía sem ressentimentos ou culpas, todos agora estavam no mesmo barco e queriam a mesma coisa. E depois de uma ou duas latinhas de cerveja Marli puxa a Suzana pela mão e conduz para o quarto. Ao entrar no quarto, Marli, a mais despudorada, beija Suzana na boca e faz com que esta deite com ela no amontoado de colchonetes cobre os colchões. Rapidamente Marli tira as calças de Suzana e começa a brincar com sua vagina encharcada de líqüidos vaginais. Marli debruça-se sobre Suzana e começa a sugar-lhe o néctar de sua boceta.É tão hábil com a língua que arranca suspiros sobre suspiros de Suzana. Marli deita-se conforme a posição de Suzana e conduz sua boceta molhada ao rosto de Suzana, em seguida começa novamente a sugar-lhe sua vagina e Suzana obriga-se também lamber a gruta cheirosa de Marli. Tudo isso eu Márcio assistindo pelados com nossos mastros duros prontos a serem enfiados naqueles buracos maravilhosos. Agachei-me em direção de minha mulher Suzana e abracei ambas, mas fiz que Suzana escorregasse para debaixo de mim e introduzi nela meu duro e grosso pau. Márcio fez o mesmo com a mulher dele, mas de repente, antes que gozássemos, senti a mão de Marli puxando-me de cima de Suzana e Márcio se entrosando com Suzana penetrando-lhe pela vagina. Suzana consciente desse movimento agarrou-se em Márcio com os dois braços, cingindo-o pelos ombros, abrindo-se toda e erguendo sua boceta de um jeito que este a penetrasse até os bagos. Marli veio por cima de mim e me cavalgou cingindo-me com sua vagina lubrificada de modo que sentisse suas entranhas em toda a extensão do meu pau. Gozei tanto que a enchi de porra que saía em borbotões lambuzando sua vagina e seu ânus e sua bunda toda.Suzana gemia em voz alta e se contorcia toda debaixo Márcio que lhe cravava cada vêz mais fundo sua vara longa e grossa de mais ou menos uns 25 cm. Depois de tudo um torpor e os maridos dormiram abraçadinhos com suas mulheres.Foi uma fantasia de regalar os deuses.

Fui a putinha do meu primo e de mais dois amigos dele (verídico)

Oi, meu nome e Pepper tenho 22 anos, sou baixinha (1,50) tenho uma bunda grande, pernas torneadas, meus peitos são bem grandes. Meus cabelos são castanhos e meus olhos muito verdes. Oque eu vou contar hoje aconteceu quando eu tinha 17 anos. Um primo da minha me terminou um casamento de cinco anos e meu padrasto ofereceu um dos quartos de hóspedes a ele. Minha mãe ficou animada pq ela gostava muito desse primo, vamos chama-lo de Luke.Luke chegou na minha casa e eu que esperava um cara da idade da minha mãe, descobri que ele tinha 27 anos, UM GATO! Loiro de olhos verdes, musculoso, mas sem exagero, um e noventa e oito de altura. Senti um tesão inexplicável por ele, minha busetinha chegou a piscar. Nas duas primeiras semanas ele me chupou na cozinha duas vezes e eu retribui o favor. Passou mais uma semana e meu padrasto pediu para Luke cuidar de mim pq ele e minha mãe iriam para uma missão humanitária na África. Luke asseitou de bom grado. No nosso primeiro fim de semana sozinhos ele chamou dois amigos dele para um churras. Ele estava se arrumando no quarto dele, eu tinha acabado de me arrumar, coloquei uma mini saia jens branca e uma regata rosa de alcinhas e decote em V muito parecida com uma langeri, nos pés um lobotim branco. Fui ate o quarto dele para avisar que o porteiro do condomínio ligou avisando que os amigos dele tinham acabado de passar com o carro pela entrada. Quando chegui lá Luke estava tentado tirar um nó da cordinha que prendia a bermuda dele. — quer ajuda? — me ofececi com a voz sexy. — sim. — a voz grave dele deixou minha busetinha melada.Cheguei bem perto, me abaixei um pouco e puxei a cordinha, tentei tirar com as unhas, mas não deu certo. Então me abaixei mais um pouco ficando com a boca bem perto do pau dele, puxei o nó com os dentes e o desfiz, isso levou um minuto no máximo, mas foi o suficiente pra deixá-lo duro. Sai para atender a campainha. Dois homens altos estavam no portão, um era Ruivo e outro louro, ambos deuses gregos. Code e Benjamim, os dois me olharam de cima a baixo e eu me apresentei. Fomos ate a área de churrasco e luke ja estava lá sorrindo para eles. Tempo foi pasando nos fomos conversando. Eles contaram como perderam a virgindade e eu contei como predi a minha, ficaram surpresos pq eu perdi com 13. Decidi nadar, fui até a beira da piscina e tirei minha blusa, expondo meus peitos sem sutiã. — Venham nadar comigo? Me abaixei pra tirar o salto, mostrando pra eles minha busetinha, abri a saia e pulei na água, eles falaram que iam só observar. Um tempo depois luke me chamou. — Vem aqui minha putinha.Sai da piscina e fui ate eles, centei no colo do Luke o pau dele ja estava duro, como era grande! As mãos dele foram pra minhas pernas e as abriram, Code se aproximou e colocou um dedo na minha entrada, eu arfei pq o dedo era longo, ele enfiou mais um e começou a meter, Luke segurava nos meus peitos e os artava com força. Benjamin gravava a cena o pau dele tava bem duro, eu o chamei, tirei o pau dele pra fora e comecei a chupa-lo, ia da cabeça roliça ate as bolas em um garganta profunda, engasguei algumas veses por conta do tamhamo. Ben segurou minha cabeça contra o a pau e não me deixou tirar da boca. Code começou a enfiar três dedos e ja estava colocando um quarto quando um orgasmo me atingiu, me fazendo tremer as pernas. Luke me chamana de putinha, de Vadia, dizia que eu iria ficar arrombada, a vara dele roçava na minha bunda. Eu não podia gemer pq o pau do Ben atolado ate o fundo da minha garganta empedia. Ele tirou o pau da minha boca e e luke me levantou. Eles tiram as roupas colocando seus paus enormes pra fora. Luke deve ter um 25cm, Code 24cm e Ben ums 25cm. Eu so tinha visto paus grandes assim filmes pornos. Ben me pegou pelos cabelos e me colocou de joelhos, luke colocou com tudo o pau na minha boca e comecou a bombar rapido. Comecei a barter punheta para Code e Ben. Eles ficaram revesado quem fodia a minha boca. Eu eu ouvia chingamentos e leva tapas fortes cada vez que eu esgasgava, foram muitas. Os três gozaram nos meus peitos e cabelo. Fomos pra o meu quarto, eu deitei na cama e abri as pernas Luke começou a passar meu gozo pro meu cuzinho ele colocava e tirava o dedo.— Vai fuder meu cuzinho primo? Ele riu e fez um sinal para os amigos, cada um pegou um dos meu peitos e começou a chupar e a morder. Luke ja enfiava dois dedos no meu cuzinho, gozei de novo lambuzando tudo, senti meu goso escorrer. Luke tirou os dedos e Code e bem param de me chupar. — amigos ta na hora de arrombar nossa putinha. Luke sentou na poltrona que tinha no meu quarto e Code me pegou por traz mantendo minhas pernas abertas e me levou ate Luke. Ele encaixou a rola na minha entrada e Code foi me abaixando fazendo a rola de Luke entrar centímetro por centímetro, me rasgando aos poucos por causa da grossura. Ele me largou e Luke começou a meter forte, podia sentir a vara dele beter no meu útero. Ben chegou por trás e abriu minha bunda, passou a cabeça do mau no meu cuzinho e sem avisos entrou com tudo me fazendo gemer de dor. As mão de Luke abriram minha bunda pra o amigo poder fodela. Code que batia uma punheta veio e me bateu na minha cara com a rola. —Ta doendo putinha? Vai chorar?Eu só sabia gemer e gritar. Lagrimas de prazer e dor. Code pegou o pau e enfiou na minha boca. — A putinha ta sangrado. Acho que vou parar.— Avisou Ben. — Não ela aguenta. Não pude questionar pois Code enfiava o pau cada vez mais fundo na minha boca. Eu sentia meu cuzinho arder cada vez que Ben entrava e saia. Todos mentendo em mim com força e bem rapido. Eu me engava e lagrimas escorrim pelo meu rosto. O pau de luke saido da minha buseta enxarada fazia Glup, Glup, Glup. O de Code o mesmo som. Os três gozam por diferença de segundos. Engoli todo os esperma de Code, Ben não tirou o pau do meu rabo emquato ele não gozou, Luke a mesma coisa. Eles tiram os paus de mim e me levaram a cama, Luke foi no meu banheiro e pegou uma toalha e água quente, eles me limparam e saíram, quando voltaram estavam vestidos e com os cabelos molhados. Code e Luke seguram cordas. — Nós vamos te amarrar e você vai ser nossa putinha particular pelo resto da semana — falou Benjamin vindo na minha direção com uma bandeija de comida.— Eu vou adorar, senhores, mas no momento tudo arde.E de fato eu fui, estava de férias do colégio por duas semanas. Nos 6 meses que minha mãe e meu padrasto estavam Fora eu dei pro meu primo e pros amigos dele sempre que eles queriam.

Realizada por dois paus

Meu nome é Mel, tenho 32 anos, sou casada e vou relatar um fato que aconteceu e depois disso a minha vida sexual nunca mais foi a mesma. Eu e o meu marido sempre nos demos muitíssimo bem na cama, desde a época de namoro, sempre sentimos muito tesão um pelo outro e nossas transas sempre foram muito quentes. Eu sou do tipo que adoro falar enquanto estou fudendo e gosto de ouvir palavrões do tipo minha putinha…… adoro te fuder….gostosa……. e quando meu marido quer ele me leva a loucura com o pau gostoso que ele tem. Por conta desse tesão que sinto em ouvir e falar palavrões , sempre que estávamos trepando, no meio daquele tesão todo eu falava em seu ouvido: eu queria que vc tivesse dois paus p/ enfiar um no meu cú e outro na minha bucetinha e ele aproveitava quando eu pedia e enfiava o pau dele no meu no cu e na buceta, mas pra mim aquilo não era suficiente, eu queria mais e mais, gozava gostoso, mais ficava querendo mais. Uma bela tarde, pra minha surpresa ele ligou p/ o meu trabalho e me disse: Hoje eu tenho uma surpresa p/ você….. eu inocentemente perguntei o que era e ele respondeu: a noite vc vai saber, eu insisti e ele me disse: é uma coisa que vc vive me pedindo. Naquele momento fui tomada por um calafrio, um tesão… eu imaginava que pudesse ser duas coisas, ou ele teria comprado um consolo p/ matar a minha vontade ou ele teria convidado algum amigo pra realizar a minha fantasia e só de imaginar isso minha calcinha ficava molhada de tanto tesão, mas essa 2ª possibilidade eu descartei, pq nunca tinha conversado a respeito disso com ele antes, mesmo assim fiquei louca p/ que a tarde passasse logo e chegasse a noite p/ matar minha curiosidade e vontade de fuder. Enfim no final da tarde ele foi me buscar no trabalho c/ uma cara cínica, não me falou nada e eu também não perguntei, chegamos em casa, tomei um banho gostoso e demorado, me perfumei, coloquei um baby doll de seda, tipo vestidinho e fiquei sem calcinha, esperamos as crianças dormirem (temos 02 filhos), e finalmente começamos a nos esfregar e beijar feito dois tarados loucos de tesão, ele arrancou o meu vestidinho e quando passou a mão na minha bucetinha ela já estava completamente melada, então me jogou no sofá e começou a me passar a lingua no corpo inteiro até chegar onde eu mais adorooooo……. ele chupava a minha grutinha com tanta vontade e tão gostoso que eu gozei na sua boca e ele bebeu tudo e continuou lambendo e eu pensando na surpresa que ele tinha p/ mim, de repente ele levantou, veio em minha direção e colocou seu pau na minha boca e disse: chupa bem gostoso que eu quero ver e eu obedeci e comecei a chupar e lamber como se fosse um sorvetão e ele falava: vai minha putinha, chupa o pau do teu macho, chupa gosto que eu quero gozar na tua boca e eu chupei como nunca aquele pau, e pra minha surpresa ele não gozou na minha boca, levantou e disse: espera um pouco e foi até o quarto buscar a minha surpresa …. eu estava quase gozando só de imaginar que seria fudida por dois paus quando ele apareceu e me mostrou um pau de borracha que deve medir uns 20cm e me disse – hoje vc vai ter o que deseja, chegou perto de mim abriu as minhas pernas, passou um pouco de lubrificante naquele membro maravilhoso e começou a enfiar na minha buceta e disse não era isso que você queria, então aproveita que hoje eu vou te comer com os dois …….. e me fodia com aquele caralho enorme metia e tirava da minha xota com uma mão e com a outra alisava o meu grelinho eu gemia e me contorcia e dizia fode mais, enfia tudo e ele me torturava, tirava e enfiava só a cabecinha me deixando louca e quando brincamos bastante ele disse agora eu quero comer o teu cuzinho e eu prontamente fiquei de joelhos no sofá e de costas p/ ele com a bundinha empinada e aberta e ele disse voce aguenta os dois – aguento, hoje eu quero fuder até não aguentar mais então ele começou a brincar na portinha do meu cu com o pau de borracha e eu comecei a gostar até que ele enfiou na minha buceta e disse esse cuzinho sou eu quem vou comer e começou a enfiar o seu pau no meu cu e e outro e mesma enfiava na frente e fazia movimentos ele entrava e saia do meu cu e eu fudia a minha buceta c/ o consolo e sentia os dois dentro de mim, eu nunca tinha sentido tanto tesão na minha vida como senti naquele momento e quando estava para gozar eu parei de movimentar o consolo e dexei ele enfiado na minha buceta e comecei a rebolar o cu para o meu marido gozar gostoso ele já não agüentando mais encheu meu buraquinho de porra e gozamos juntos de uma maneira tão intensa como nunca ……. depois de alguns minutos ele tirou o seu pau de dentro de mim e o consolo que estava na minha buceta e então deitamos no sofá exaustos e felizes, ele me beijava tão intensamente que dava p/ perceber o quanto estava feliz por ter me realizado. Eu perguntei o que ele achava daquilo e se não tinha se importado por eu querer outro pau e ele me disse que se eu tinha me realizado a partir daquele momento o consolo seria nosso “amiguinho” e quando eu quisesse era só pedir. Depois levantou pra tomar banho e levou o nosso “amiguinho” pra lavar, lavou, enxugou e guardou, eu fique olhando aquela cena, jamais imaginei que ele faria isso por mim, foi maravilhoso. Agora eu tenho outra fantasia: gostaria de vê-lo transando com outra mulher e comigo claro, ainda não compartilhei com ele essa vontade, estou esperando a hora certa, não sei o que ele vai achar……….. vcs acham que ele vai gostar?

ELA PEDIU PRA SER TREPADA POR DOIS

SOU O (X) TENHO 54 ANOS , ESTAVA COMENDO A JANE DE 45 ANOS LOIRONA DELICIOSA , 1,85 M 80 KG , LOIRA MESMO , ÓCULOS E RABUDA , EU CONSEGUI ELA EM UM SITE E SEMPRE EU IA AO AP DELA OU SAIA COM ELA ATÉ BARZINHOS E DEPOIS MOTEL , BEM AS FODAS ERAM NOTA 10 , ELA FAZ GARGANTA PROFUNDA E PEDE PRA COMER O CUZINHO , FOI ENTÃO EM UMA FODA QUE ELA ME PEDIU PRA FUDER ELA JUNTO COM OUTRO CARA EU FIQUEI MEIO NA SEGUNDA , MAS ACEITEI , ENTÃO MARCAMOS POIS ELA DISSE TER O CARA CERTO E CHEGADO O DIA NOS ENCONTRAMOS EM UM BARZINHO O CARA ERA O FABIO ELE TEM 45 ANOS , ENTÃO SEGUIMOS PARA O MOTEL QUANDO CHEGAMOS LÁ EU E ELE GRUDAMOS ELA AINDA DE ROUPA E COMEÇAMOS A BEIJAR ELA RODEANDO ELA UM BEIJA O OUTRO BEIJA E NISSO FOMOS TIRANDO A ROUPA DELA E DEIXANDO ELA NUA E BEIJANDO ATÉ A GOSTOSA FICAR DE FIOZINHO ENTÃO CONTINUAMOS A BEIJAR O CORPO DELA NÓS DOIS DESCENDO PELOS PEITOS ,BARRGA COSTAS , BUNDA , CUZINHO E BUCETA , UM LAMBIA O CUZINHO O OUTRO A BUCETA , VERILHAS , BUNDA E IAMOS GIRANDO , UM ATRÁS DO OUTRO E ELA GEMENDO , COLOCAMOS ELA DEITADA TIRAMOS A CALCINHA E FICAMOS PELADOS , MEU PAU TEM 18 CM , MAS O DO OUTRO 16 CM ENTÃO ALI CHUPAMOS A BUCETA E O CUZINHO DELA , ELE MAMAVA O GRELO DEIXAVA IA NO CUZINHO EU VINHA E MAMAVA O GRELO ASSIM FAZIAMOS UM RODIZIO ENTRE O CUZINHO E A BUCETA , ELA PEDIA PRA NOS DEIXAR ELA CHUPAR A GENTE ENTÃO ELA DISSE VOU GOZAR E GOZOU NA BOCA FABIO , DEITAMOS E ELA VEIO NOS CHUPAR CHUPAVA OS 2 PAUS AS 4 BOLAS E OS 2 CUZINHOS NOSSO , CARA QUE TESÃO A FILHA DA PUTA É SAFADA , CHEIA DE TESÃO PEDIU PRA NÓS DOIS PENETRAR ELA ENTÃO NOS AJEITOU DE MODO QUE ELA CONSEGUISSE SENTAR NOS 2 PAUS E COMEÇOU A DESCER NOS DOIS PAUS O CUZINHO ENGOLIU MEU PAU E A BUCETA O PAU DO FABIO , QUE DELICIA VER ELA ENTRAR EM 2 CACETES , MAS PERCEBI UMA MÃO NAS MINHAS BOLAS ACHEI QUE ERA ELA , MAS ERA O FABIO ACARICIANDO MINHAS BOLAS , FIQUEI MAIS TARADO AINDA E ALI FUDEMOS ELA EU SAI E FUI AO BANHEIRO LAVAR O CACETE , VOLTEI E O FABIO ESTAVA FUDENDO ELA DE 4 , FIQUEI EM PÉ ELE FEZ SINAL PRA MIM ENCOSTAR EU ENCOSTEI ELE PEGOU MEU PAU E COLOCOU NA BOCA ELE METIA NELA E ME MAMAVA , ELE SAIU MANDOU EU CONTINUAR COMENDO EU COLOQUEI MEU PAU NA BUCETA DELA , ELE DEITOU POR BAIXO E QUANDO EU ENFIAVA E PUXAVA PRA TRÁS ELE TIRAVA MEU PAU E DAVA UMA MAMADA , DEPOIS COLOCAVA DE VOLTA NA BUCETA DELA EU BOMBAVA UMAS 5 VEZES ELE TIRAVA PRA FORA E MAMAVA , ELA GEMENDO DISSE VOU GOZAR E EU ENTERREI A VARA E PAREI COM ELA TODA DENTRO FABIO COLOCOU MINHAS DUAS BOLAS NA BOCA EU NÃO RESISTI GOZEI NA BUCETA DELA COM MINHAS DUAS BOLAS NA BOCA DELE , QUANDO OLHEI ELE TINHA GOZADO NA PUNHETA , FOI MARAVILHOSO , DEPOIS O FABIO DISSE QUE É CASADO , E SÓ MAMA , NÃO DA O CUZINHO, DEPOIS DISSO ARRUMEI UMA OUTRA NAMORADA E NUNCA MAIS COMI A JANE.

MINHA EX MULHER ESTA CASADA E VEM FUDER COMIGO

ESTE CONTO RECEBI DE UM EX MARIDO QUE SE DIZ MUITO FELIZ COM O ACONTECIMENTO DO SEU CASAMENTO.ELE ALEGA QUE SUA EX MULHER É MUITO SAFADA. OTÁVIO TENHO AGORA 50 ANOS , BR , ALTO MAGRO , FUI CASADO COM A CLEUZENIR HOJE COM 35 ANOS , BRANCA , PEITÕES E UM RABO INVEJÁVEL , FIQUEI CASADO COM ELA POR DOS 20 ANOS DELA ATÉ 32 ANOS DELA, VIVÍAMOS MUITO BEM , TEMOS UM FILHO HOJE COM 15 ANOS , MAS VEIO A SEPARAÇÃO E NÃO TEVE JEITO ELA 15 ANOS MAIS NOVA DECIDIU IR EMBORA COM OUTRO RAPAZ QUE TEM A MESMA IDADE DELA , ENTÃO MEU FILHO DECIDIU FICAR COMIGO E MORAMOS NA MESMA CASA ATÉ OS DIAS ATUAIS , POIS BEM ELA ANDAVA ME TRAINDO POIS É MUITO GOSTOSA MESMO , FOI EMBORA MORAR EM UMA CIDADE A 20 KM DE DISTANCIA DE ONDE EU MORO , POR UM BOM TEMPO FICOU POR LÁ COM O NOVO MARIDO DELA , MAS CERTO DIA ELA APARECEU NA MINHA CASA E FALOU QUE VEIO VER NOSSO FILHO POIS ESTAVA COM SAUDADES , BEM COMO É DIREITO DOS PAIS CLARO FALEI TUDO BEM PODE ENTRAR CONVERSAR COM ELE DE BOA , ENTÃO ELA ENTROU FICOU COM NOSSO FILHO E EU DEI UMA SAÍDA , PARA DEIXAR OS DOIS DE BOA , QUANDO VOLTEI ELA JÁ TINHA IDO EMBORA , MAS COMEÇOU A ME MANDAR MENSAGENS E FALAR QUE PRECISAVA VIR ACOMPANHAR NOSSO FILHO POIS ELE ESTAVA MEIO QUE DEPRIMIDO , EU DISSE MAS COMO ASSIM , MAS ELA INSISTIU E NO SÁBADO A TARDE CHEGOU , TODA GOSTOSA DE VESTIDO , ACIMA DO JOELHO , PERNAS GROSSAS , O RABO ENORME , APARELHO NOS DENTES , PIRCING NO LADO DO NARIZ , MUITO CHEIROSA UM TESÃO E FALOU QUE DORMIRIA NA MINHA CASA , INDAGUEI SOBRE O MARIDO DELA ELA DISSE QUE FALOU QUE FICARIA NA IRMÃ DELA , POIS BEM ME PEDIU PARA COMPRAR UMA CARNE PARA ASSAR E UMAS CERVEJAS PARA TOMARMOS , COMPREI , COMEÇAMOS A TOMAR E MEU FILHO TOMANDO REFRIGERANTE COM AMIGO QUE É VIZINHO , DEPOIS MEU FILHO RESOLVEU IR NO AMIGO JOGAR VIDEO GAME E FICAMOS SOZINHOS , ELA COMEÇOU A DAR MOLE ENTÃO COMECEI A COLOCAR A MÃO NO OMBRO , DAVA UMAS PEGADAS DE LEVE , MAS PERCEBI QUE ESTAVA FAVORÁVEL, QUANDO TERMINAMOS AJEITAMOS AS COISAS E ELA DISSE VOU TOMAR UM BANHO EU FUI PRO MEU QUARTO E ENTREI NO MEU BANHEIRO TOMEI UM BELO BANHO VESTI MEU SHORT E SAI NA SALA , CARALHO ELA ESTAVA COM UM SHORTINHO COLADINHO , QUE DAVA PRA VER A BUCETA INCHADA , MINI BLUSA , OS PEITOS GRANDES E DUROS , NÃO AGUENTEI E CHEGUEI PERTO DEI UM BEIJO NA BOCA DELA ELA CORRESPONDEU , ABRACEI ELA , COMECEI A PUXAR ELA PRO MEU QUARTO ELA VEIO MEU PAU ESTAVA PRA ESTOURAR O SHORT , FECHEI A PORTA DO QUARTO E BRINQUEI PEGANDO NA BUCETA POR CIMA DO SHORT DE CÓTON , CARALHO QUANDO TIREI O SHORT DELA , A CALCINHA ERA UMA TIRINHA DENTRO DO RABÃO QUE FILHA DA PUTA ME DEIXOU LOUCO NEM PARECIA QUE EU JÁ TINHA COMIDO TANTO ELA , DEIXEI MEU SHORT E CUECA CAIR MEU CACETE DE 18 CM ESTAVA EM PÉ , FOI ENTÃO QUE EU BEIJAVA ELA MASSAGEAVA MINHA VARA E ARRANQUEI A BLUSA E O SUTIEN , OS BOLONAS ENORMES DURONAS PEITOES QUE MAMEI AGORA OUTRO MAMAVA , MAS VEIO DE VOLTA E VEIO AGORA COMPLETA , POIS ELA DESCEU ME LAMBENDO DA BOCA AO CACETE , COLOCOU A CABEÇA NA BOCA E MAMOU COMO UMA BEZERRINHA COISA QUE ANTES ELA FAZIA MAL FEITO AGORA CAPRICHADA , NUNCA TINHA MAMADO MINHAS BOLAS AGORA COLOCOU AS BOLAS NA BOCA PUXAVA E SOLTAVA FAZIA UM BARULHINHO NA BOCA , O NOVO MARIDO TINHA ENSINADO , MAS EU TAMBÉM CHUPEI ATÉ O CUZINHO DELA , CHUPEI BUCETA PEITO E COLOQUEI ELA DE 4 CARALHO O RABO DELA É MASSA , QUANDO PENETREI ME ACABEI DE FUDER E ELA GEMENDO EU APROVEITEI PRA XINGAR DE VAGABUNDA , BISCATE , PUTA , CADELA , SAFADA , TRAIDORA E A VARA COMENDO ,MAS A SURPRESA VEIO RÁPIDO ELA DISSE COME O CUZINHO DA SUA CADELA , NAÕ ERA REAL AQUILO POIS NUNCA EU TINHA COMIDO O CUZINHO DELA , FOI LUBRIFICAR O CACETE E COLOCAR NO RABINHO DELA , POIS O NOVO MARIDO TINHA COMIDO O CUZINHO QUE EU NUNCA COMI , MAS METI NO RABINHO DELA , LAVEI A VARA E ELA SENTOU COM A BUCETA NO PAU ATÉ AS BOLAS ENCOSTAR NO RABO EU CLARO GOZEI DENTRO , MAS NESTA NOITE COMI ELA TRÊS VEZES , NO OUTRO DIA FUI A ESCOLA DO NOSSO FILHO COM ELA , ELA FOI DE VESTIDO DECOTADO , EU JUNTO , QUANDO CHEGOU LÁ UM CARA DA MINHA IDADE MAIS OU MENOS ATENDEU ELA , FIQUEI DE CARA COM ELE , SÓ OBSERVANDO ELA AMOU ELA , POIS PERCEBI QUE ELE DISFARÇAVA MAS PRENDIA ELA NA CONVERSA E BABAVA NOS PEITOS ENORMES DELA , OU SEJA NO DECOTE , ALI O CARA ACHO QUE GOZOU FALANDO COM ELA TÃO GOSTOSA E SE ELE SOUBESSE QUE ELA ESTA CASADA COM OUTRO , FOI MINHA MULHER E EU COMI ELA A NOITE TODA AI O CARA RASGAVA O VESTIDO DELA ALI , FOMOS EMBORA MAS ELE BABAVA NO RABO DELA E EU SÓ VENDO, ELA ESTA CASADA COM O RAPAZ , MAS VEM DIRETO DAR PRA MIM NA MINHA CASA OU SEJA VEM DA CIDADE DELA E FICA 2 A 5 DIAS COMIGO , UMA EX MULHER BOAZINHA EM POUCO TEMPO E ME DA ATÉ O CUZINHO E DEIXA EU GOZAR NA BOCA , COISAS QUE ESTE ATUAL ENSINOU EU NEM IMAGINAVA ISSO , AGORA EU DESFRUTO DE TUDO ISSO SEM COMPROMISSO COM ELA.

Dois negões comendo na marra o cu da loirinha puta na obra.

Olá me chamo kelly .Muito meiga , delicinha mesmo.Loirinha puta. Depois do episódio do boquete no coroa , que o maldito pedreiro filmou e me obrigou a chupar o pau preto dele todo suado e cheio de cebo , ainda gozou dentro da minha boca na marra .   Ele não tinha apagado a foto . Pois bem no dia seguinte eu super preocupada , fiquei a espreita pensando em um jeito de pegar o celular e apagar aquele maldito video. Mas eu sabia oq ele queria , aquele maldito queria me colocar de joelhos de novo e me obrigar a chupar aquele pau delicioso rsrsrs. Pois bem naquela aflição para sumir com aquele video , esperei o senhor Alcides sair da casa . Então coloquei um shortinho branco transparente , passei um baton , coloquei um salto e um top hiper decotado.   Fui ate o portão e entrei . De cara ele me viu e disse: – Que delicia ein boqueteira , nossa . Eu pedi o celular para apagar o video. E ele perguntou oq ganhava em troca, Então eu disse para ele: -Me da o celular primeiro , depois que eu apagar eu faço outro boquete em vc .   Então ele me deu o celular para apagar o video .   Eu apaguei . Ele disse para eu voltar as 17h , e eu concordei ou pelomenos fingi , afinal eu não estava afim de chupar um homem que estaria das 7h até as 17h trabalhando todo sujo .   Pois bem fui para casa tranquila . Mas quando foi 17h em ponto escutei um asovio .   Era ele em cima do muro . Disse : – E ai loirinha e o nosso conbinado, to esperando vc para fazer aquele boquete gostoso .       Eu mandei ele se fuder .   E ele desceu do muro dizendo que eu ia se ver com ele .   Continuei no quintal , para aproveitar e aguar as plantas da minha mãe.    Derrepente escutei um barulho , me virei para olhar e vi que a tabua não estava tampando o buraco do muro . Então ele e um homem mais ou menos da minha idade passaram . Vieram em minha direção e sem dizer nada me pegou e jogou nas costas dele .   Eu me debati mas não adiantou .   Eles me levaram para a obra , e chegando lá me jogaram em cima de um monte areia .   Então o mais velho aquele do pau muiiiito grade disse :    -Agora vc vai chupar o meu eo do meu parceiro, e é leitinho na boca .   Eu me levantei e fui correr , mas ao passar por ele o amigo dele me agarrou pelos cabelos e já meteu o dedo na minha bucetinha. E disse : – Eu vou comer ela to nem ai. E o roludo mais velho respondeu : – Demoro , o cuzinho é meu.   Eu me debati mas não adiantou eles me jogaram na areia .   O mais novo me segurou com a cara no chão e minha cabeça entre as pernas dele , com as duas mãos uma de cada lado da minha bunda branca e arreganhou para o colega meter .    Então já com aquela piroca preta grossa encostou no buraco do me cu , senti a oleosidade do cebo dela nas beiradas do meu cu , ele forçou mas não entrou , pois o pau dele era muito grosso .            Mas fiquei aliviada , a final eu queria sentir a quela deliciosa pica grossa abrindo minha buceta.        Mas ele estava decidido a arrombar meu cu.    Ele estava com tanto tesão que arrancou o meu shot rasgando.    Juntou saliva e cuspiu no buraco do meu cu , tentou empurrar novamente .    Então como não entrou ele cuspiu repetidamente metendo o dedo .   Eu tentava me livrar nas ja estava dominada , então ele segurou forte na minha cintura fina e enpurrou de uma vez .    Senti a cabeça entrando comecei a gritar e gemer; ele foi enpurrando e o resto foi entrando , eu sentia o buraco do meu cu rosado , sendo aberto totalmente violado.    Então me rendi parei de me debater enpinei bem para ele socar até os cocos e quando senti aquela piroca grossa que tinha facilmente   uns 24cm de tamnho e 4 dedos de largura, atoloda no fundo do meu cu .    Comecei a rebolar , pois eu sabia que eu já estava arrombada .    Com a piroca pulsando dentro do meu rabo ele me abraçou pela cintura e me levantou .    O amigo dele abriu minhas pernas e enfiou o cacete na minha buceta, fiquei louca o cacete dele não era tão   grosso , mas era muito gostoso , entrou lisinho aproveitando a melequinha da minha bucetinha cremosa.    Os dois me deitaram no chão e me bombava gostoso um no cu outro na bucetinha.       Eu não parava de gemer e dar gritinhos , era uma mistura de prazer , dor e humilhação.     Eu no chão sujo com dois homens todo sujo , sendo fodida no cuzinho e na buceta igual uma puta de rua , logo eu loirinha branquinha pequena .    Eles estavam metendo gostoso , meu cuzinho ja estava engolindo facil aquela pica .    Ele tirava e cuspia dentro do meu cu , já estava todo lambuzado de cuspe e o cebo da pica enorme do negão , então ele empurrava e eu sentia deliciosamente ela fazendo o percurso, a cabeça inchada passando pelo buraco do meu cuzinho gerando uma meleca na portinha, em seguida vinha todo o resto passando pelo meioDa pica dele cheia de veias e chegando ate o saco encostar nas beiradinhas do cu , ummmmm que delícia.     Enquanto isso o amigo concentrado na minha buceta , com estocadas fortes la no fundo .    Eu gozei varias vezes , eo caldinho da minha buceta lambuzava o saco e a barriga dele.    Ele marcava todo meu peitinho branquinho mamando.    Então ele acelerou em movimentos curtos. percebi que ele parou senti sua deliciosa rola inchando dentro da minha buceta e despejando um bucado de porra quente .    Ele deu algumas bombadas.    E quando ele tirou a rola da minha bucetinha fodida e toda inchadinha coitada , caiu de dentro uma bolota de porra em cima da barriga dele .    Ele sorriu e se levantou , ajoelhou do meu lado e me pôs para chupar aquele pau todo lambuzado .      É claro que eu chupei bem gostoso cheia de tesão.       Enquanto isso o amigo percebendo resolveu gozar me castigando com aquela rola deliciosamente grande e grossa.       Ele arrancava com violencia de dentro do meu cuzinho o seu caralho imenso , era possivel sentir ele saindo e quando a cabeça do pau dele passava pelo buraco do meu cu, fazia um barulho de sucção muito gostoso.      E quando ele fazia o movimento de volta , na minha opinião o mais gostoso , eu me enpinava o maximo que eu podia e me preparava para receber o peso daquele touro em cima de mim e aguentar a rolada que ele dava no meu cu.       Sentia que meu cuzinho ja estava rasgado todo frouxo.       Mas oque mais me dava tesão mesmo era que, no violento movimento de entrada , a combinação do excesso de cuspe + a grossura e tamanho delicio da quela rola produzia um barulho .      Isso mesmo um barulho de( peido)E o barulho ia resoando a medida que a pica escorregava para dentro do meu cuzinho , gerando uma espuma envolta do pau dele por causa do cuspe e quando chegava no talo , fazia o barulho alto e parava .       Então era minha vez de rebolar, dizendo :      Não para , goza no cuzinho da sua putinha goza.       Repetiu isso alguns minutos.       Até que me abraçou forte atolou no fundo do meu rabo e gozou .       Muito gostoso continuou metento até o pau ficar mole , minha bunda virou um deposito de porra .       Foi a foda mais gostosa da minha vida .&nb
sp;      Então depois que terninamos , corri para casa precisava tomar rapido um banho .      Pois estava com o cuzinho doendo e cheio de esperma , os joelhos ralados , os seios todo chupado e marcado e a bucetinha muito ardida e inchada.       Sem contar o fedor de macho suado que eu estava associado ao fedor de porra que eu exalava.             Mas eu amei foi tão gostoso que enquanto digito estou com uma mão dentro da calcinha lembrando daquele dia.       Se gostaram mande msg , e sugestões bjos!!!!!!

Meu Genro e Seu Pai me foderam, fui feita de puta pelos dois

– BalzaquianaSaiu do banho enrolado apenas em uma toalha branca, chegou próximo a mim, me levantei e falei o porque estava ali, ele me puxou para si e me beijou a boca, senti a pica dura que tanto me faz gozar por baixo da toalha, e foi um beijo gostoso, demorando, um beijo de língua parecido com o que me deu depois de foder meu cú na estância, e a toalha caiu, senti o pau encostado em mim tendo como empecilho apenas o tecido do meu vestido, ele então tirou meu vestido, fiquei nuaComo contei, em outro conto, depois de passar o final de semana em nossa propriedade rural com meu genro e minha filha, e ter dado o cuzinho gostoso para ele, eu estava querendo mais, mas buscava uma maneira de fuder com ele com calma, sem correr riscos. Na segunda-feira ele esteve lá em casa, mas achei estranho que foi rápido, ficaram sozinhos na sala de estar no andar térreo, e logo ele foi embora, minha filha embora fosse cedo subiu direto para o quarto, durante a semana ela ficou chorosa, e acabei descobrindo que tiveram um desentendimento e haviam “dado um tempo”, mas sobre pela outra filha Janice. Achei que logo voltariam e eu poderia me aproveitar do Genro em situações esporádicas, passou a semana e nada, o final do domingo resolvi conversar com ela, me contou que haviam brigado, e que ele não estava querendo voltar, perguntei se poderia ajudar e ela me pediu para conversar com ele, liguei e marcamos de conversar na segunda-feira à tarde, pois era um dos poucos dias que ele não teria aula a tarde durante aquela semana.Segunda-feira amanheceu chuvosa, e eu excitada com a possibilidade de conversar com meu Genro e quem sabe tirar uma lasquinha, depois do almoço tomei um banho, tive o cuidado de colocar um vestido curto, coloquei uma calcinha socadinha, mas me olhando no espelho e com pensamentos impuros tirei a calcinha, coloquei uma gabardine para chuva, peguei o carro e fui ao seu encontro.Cheguei na frente do prédio, e confesso que estava nervosa com as possíveis oportunidades, eu queria muito sentir ele dentro de mim, estava me viciando em tomar pica do meu Genro querido, apertei o interfone e uma voz, que achei ser dele, perguntou quem era, me identifiquei e a porta do prédio abriu, apertei a campainha, e quando a porta abriu me assustei, era o pai dele, um cara que eu conhecia desde a infância, que eu sabia que no passado era afim de mim, mas minha paixão era o seu irmão, que nunca me deu bola, ele atendeu sorrindo e eu sorri amarelo, perguntei se o Zé Neto estava e Zé Jr( vamos chamar assim), disse que sim que estava no banho, e me convidou para entrar, o que de pronto fiz, já triste porque minhas reais intenções teriam que ser as de apenas conversar, tirei a gabardine molhada, me sentei no sofá, Zé Jr se sentou em frente a mim, e eu perdida em meus pensamentos não me dei conta que estava sem calcinha e acabei sentando de pernas abertas, quando me dei conta as cruzei deixando bem minhas coxas a mostra, o Zé Jr se levantou, olhei e vi um volume sobre a calça, o cara havia ficado excitado, foi até a porta do banheiro e entrou, logo saiu e me disse que ficasse a vontade, que o Neto estava saindo do banho e ele teria que ir para a estância, eles tinha um grande propriedade rural na mesma cidade que a nossa, me levantei para me despedir, e o safado me abraçou forte que senti a pica dura na minha barriga, pai e filho são altos e nós não muito, e saiu porta a fora.Zé Neto saiu do banho enrolado apenas em uma toalha branca, chegou próximo a mim, me levantei e falei o porque estava ali, ele me puxou para si e me beijou a boca, senti a pica dura que tanto me faz gozar por baixo da toalha, e foi um beijo gostoso, demorando, um beijo de língua parecido com o que me deu depois de foder meu cú na estância, e a toalha caiu, senti o pau encostado em mim tendo como empecilho apenas o tecido do meu vestido, ele então tirou meu vestido, fiquei nua, ele me olhou, pediu para eu dar uma voltinha, eu apesar dos meus 38 anos tinha o corpo em forma, me cuidava, me pegou pela mão e me puxou até seu quarto, entrei e fiquei pensando em quantas vezes ele deveria ter fodido Andria, minha filha, naquele lugar, mas logo se deitou na cama e mandou eu chupar, eu como boa sogra fiquei de quatro e comecei a lamber seu pescoço, lambi os mamilos, passei a língua no peito saradinho e logo lambi as coxas, o saco e de baixo para cima o caralho até chegar no cabeção, abocanhei a pica com gosto, e amigos e amigas, mamei aquele caralho com gosto, pela primeira vez eu podia chupar sem pressa, sem riscos, mas engano meu, eu estava tão distraída que não vi que o zé Jr já estava a os espiar na porta, só coloquei reparo quando ouvi o Neto dizer:- Viu pai, eu dizia e tu não acreditava que minha sogra era bem puta e que eu fodia ela;me assustei, quis parar de chupar, mas o Neto não deixou, e entre excitada e envergonhada continuei a mamar de quatro, e foi quando senti o Jr se aproximar, passar a mão na minha buceta e perguntar ao filho se ele já havia fodido minha buceta, como ele falou que não, ele lambeu minha buceta e cuzinho, depois se levantou, vi que se livrava das roupas, e se posicionou entre minhas pernas de barriga para cima e senti a língua áspera a lamber meus lábios vaginais e depois, enfiou a língua dentro da buceta, chupou e mordeu gostoso meu grelinho, eu havia parado de chupar e só curtia de olhos fechados, recebi um tapa do Neto e a ordem para chupar seu caralho, eu agora chupava com força o pau do Neto e rebolava na língua quente do Jr, e era tanto o tesão, eu chupando e sendo chupada, que comecei a gemer alto, gemer e me contrai e gozei…gozei na boca do pai do meu Genro querido, acabei sentando na cara dele que chupava todo meu néctar, o Neto não tinha gozado, mas disse para eu chupar seu pai, ele levantou e o Zé Jr deitou, eu continuava de quatro e comecei a mamar agora o pai, o pau também era de bom tamanho, não tão grosso, mas talvez até maior, mais comprido, eu tive a confirmação que a fruta não cai longe do pé, enquanto eu chupava o Neto se ajoelhou atrás de mim na cama, e com minha buceta toda melada me socou o caralho, enfiou tudo de uma vez que tive que gritar e pedir para ir com calma, recebi um tapa na bunda e a ordem de continuar chupando o seu pai, e ele enfiava aquele nervo grosso e duro para dentro da minha bucetinha de pelinhos bem aparados, castigava com vontade minha buceta, e eu querendo que ele gozasse, ou pelo menos o pai dele para que eu pudesse me concentrar em dar ou chupar, mas nada de gozarem, e o Neto tirou a jeba de dentro de mim, seu pai me puxou e acocorada em cima da cama sentei no caralho do Jr, comecei a cavalgar aquela pica mais velha com gosto, eu deixava tudo entrar e depois rebolava e quicava no caralho,- TU QUERIA ME FODER DESDE QUE ÉRAMOS ADOLESCENTES, APROVEITA E FODE COM VONTADE A MINHA BUCETA, FODE ONDE TEU FILHO TÁ ACOSTUMADO A METER;o Zé Neto se parou de pé ao lado da cama, eu sentada no caralho do pai comecei a mamar a pica do meu genro, e o safado vendo que eu para chupar tinha que parar de rebolar, tirou o pau da minha boca, abriu minha bunda e cuspiu, enfiou um dedo no meu cú e depois dois dedinhos, tirou e se posicionou de joelhos atrás de mim, eu não acreditava no que ele queria fazer, queria socar no meu cú enquanto seu pai me fodia a buceta, e encostou a cabeça do pau no meu cú, cheguei para frente e comecei a rebolar muito para que o coroa gozou e eu me livrasse de tomar duas picas ao mesmo tempo, e gemendo alto o pai se acabou enchendo minha buceta de porra, e não resisti e gozei gostoso sentada no caralho gostoso, o pau amoleceu e ele pediu para levantar, e o Genro me colocou de lado na cama, e comigo de 4,ficou de pé ao lado da cama me puxou pela anca e senti a pica encostar de novo no meu cuzinho, ele começou a forçar a cabeça até que a pica entrou, eu já estava adorando ser fudida no cuzinho, e logo ele foi empurrando tudo para dentro, era pica que não acabava, e quando se enterrou em mim mandou que eu rebolasse, eu sentia dor, mas confesso que era uma dor gostosa, ele colocou a mão na minha b
ucetinha, esfregou com vontade meu grelo que estava para lá de duro e eu que acabara de gozar a pouco comecei a sentir espasmos de prazer e comecei a gemer alto, avisei entre gritos e gemidos que eu iria gozar e o gozo veio, veio com vontade e na hora pedi para que enchesse meu rabo de porra, e senti a porra escorrendo meu cú a dentro, o pau ainda duro se movimentando em um vai e vem empurrando a porra cada vez mais para dentro da minha ampola retal, ele começou a tirar a pica e fui sentindo um vazio, uma sensação de quero mais, eu cai na cama, estava me sentindo cansada, acabada, me perguntaram se eu queria um banho, não era querer, eu precisava, e entrei no box do chuveiro com o Zé Neto, mandou eu lavar o caralho dele, não me opus, e lavei, ensaboei bem gostoso enquanto pingava porra da minha buceta e cú, fiz um belo serviço, me perguntou se eu achava que estava limpo, acenei que sim com a cabeça, ele mandou eu me ajoelhar e chupar, não me fiz de rogada, peguei com a mão e coloquei na boca aquele pau semiduro, e chupei até que ficou vivo, ele mandou eu esfregar no meio dos meus seios, pediu uma espanhola, e eu não sabia o que era, então ele me mostrou e fiz o que me pediu, confesso que me deu um tesão aquele caralho se esfregando e eu apertando contra meus seios, mas me pegou pela mão, fez me levantar e disse que iria deixar eu tomar banho sozinha, e fiquei ali no box, estava me sentindo suja, uma puta, fodida por todos os buracos, o que pensaria minha família, mas quando olhei para baixo e vi porra pingando da minha buceta foi me dando um tesão lembrando a bela foda com pai e filho, e depois senti com a mão meu cú arrombado, cheguei a colocar 3 dedos para ver o tamanho do estrago, mas me lavei todinha, e quando saí do box me lembrei que meu vestido estava na sala, pedi para que um deles me alcançasse, mas mandaram que eu fosse buscar, eu sai só envolta em uma toalha, e foi quando o meu genro puxou minha toalha quando fui apanhar meu vestido me deixando nua, pensei em me cobrir, mas por que se os dois já haviam me fodido, se esbanjado em meu corpo, o pai do genro sentado me puxou até ele, cai no colo dele que estava só de cuecas, e senti o pau já querendo ficar pronto, me beijou o pescoço e a orelha, me chamou de “putinha gostosa”, me levantei e ele também se levantou, falei que precisava ir embora, mas disse que era muito cedo e foi me levando, me coxando, me beijando o pescoço, eu sentindo a pica dura comecei a me esquecer da hora e me molhar a bucetinha, ele me deita na cama e começa a me beijar os seios, logo meu genro aparece, enquanto um beija um seio o outro beija outro, até que o Zé Jr começa a descer pela minha barriga e se coloca entre minhas coxas, lambe meus lábios vaginais com vontade, diz que estou bem limpinha, enfia a língua lá dentro me tirando suspiros de tesão, enquanto ele inicia os trabalhos na minha buceta o Genro se delicia com meus seios, isso que esta acostumando com os da minha filha que são muito mais firmes e enormes, os meus são normais, mas quando acho que vou gozar na boca do Zé Jr, ele deixa de chupar, e começa a vir para cima de mim, se coloca entre minha pernas, aponta a pica longa para a minha buceta e enfia a cabeça, começo a gemer, e peço gulosa que soque tudo, e ele com calma coloca aqueles centímetros todos de carne dentro da minha grutinha de puta, e o carinho termina aí, pois começa a socar com força, seu filho, que esta de joelhos na cama ao meu lado pede que eu chupe, mas tento e não consigo, as estocadas que levo são fortes, e para não o deixar na mão inicio uma punheta como posso, às vezes pela estocadas não consigo, então ele reclama, e o Zé Jr que esta me fodendo com força, sai de dentro de mim, deita ao meu lado e me puxa para cima dele, eu já vou para cima encaixada no pau e começo a rebolar na vara, eu estava quase gozando e quero aproveitar o embalo para me acabar, e o Zé Neto vai para trás de mim e começa a cuspir no meu cú, já sei o que ele tem em mente, e rebolo com gosto para fazer o pai dele gozar, mas que nada, o coroa não dá sinais de gozar, mas eu sim, tô facinha, e começo a gozar gemendo e gritando alto, o meu Genro coloca o som alto para abafar meus gritos e gemidos, e depois chega por trás de mim e coloca um lenço preto tapando meus olhos, pergunto o que é isso, disse que era para daqui a pouco eu ter que adivinhar que caralho estava me comendo, diz para o pai dele que chegue mais para os pés da cama, ele sai de dentro de mim, estou pingando porra, eu sinto, e chegamos mais para trás na cama e ele volta a enfiar o pau teso dentro de mim, e o Genro volta a cuspir e agora a colocar um, depois dois dedos no meu cú, soca e tira pedindo para eu relaxar o esfíncter, eu peço que espere eu terminar com o pai que já tomo conta dele, os dois caem na risada e logo sinto o caralho do meu genro querendo meu cú, digo que não quero dp, mas recebo quase ao mesmo tempo um tapa na bunda e outro no rosto, aquilo me da um tesão tamanho, e a cabeça do caralho do meu genro sem cerimônia se aloja dentro do meu cú, e depois ele vai socando tudo devagarinho, o pau do coroa esta quietinho dentro da minha buça, não posso nem fazer um pompoarismo(apertar o caralho com a buceta), pois ai eu acabo apertando o pau no meu cú, e logo o genro esta com tudo dentro de mim, sinto as duas piças separadas pela fina camada de músculos entre a buceta e o cú, e logo o genro manda brasa, soca e tira, soca e tira aquele caralho grosso do meu cú, dói, eu reclamo, mas eles dizem que puta tem que aguentar, e nisso o genro para e seu pai começa a mandar pica na minha buceta, estou atolada de caralhos, e ainda penso que se tivesse outro eu ia chupar, estou me sentindo uma devassa, tenho os olhos vendados, e estou com dois ótimos caralhos me fodendo, não é fácil aguentar dois, mas estou sendo corajosa e engolindo os dois, até que começam a fazer movimentos ritmados, ou seja socam e tiram ao mesmo tempo, eu estou me sentindo ardida, e peço que se acabem, eles riem, e com toda a putaria meu gozo vem de novo, agora sou eu que rebolo e logo o Zé Jr grita alto, geme e se acaba na minha buça, e o genro aumenta as estocadas e tira o caralho de dentro e goza no meu rego, eu achando que estou livre da pica no meu cú, mas me engado e logo enfia de novo no meu rabo me fazendo gemer alto e termina seu gozo ali dentro de mim. O pau sai do meu cú, o outro da minha buceta, eles demoram um pouco e depois tiram o lenço dos meus olhos, estou acabada, gozada, mas confesso que saciada, foi uma experiência dolorida, mas confesso que deliciosa fazer uma DP, eu preciso ir ao banheiro, peguei meu vestido, sentei no sanitário apertei meu cuzinho e olhei a porra escorrer, saiu o excesso, e depois um pipi básico e também me deliciei vendo a porra escorrer, entrei no chuveiro e só lavei a buceta e o cuzinho, sai do banheiro e passei por eles como um vento, dei de mão na gabardine e não me despedi, pelo tesão que estavam sabe lá se não me pegavam de novo,entrei no carro, me olhei no espelho, tentei me arrumar da melhor maneira possível e fui para casa.Cheguei em casa e por sorte só estavam minhas filhas, passei por elas e falei que havia me molhado e precisava de um banho, entrei na ducha e fiquei lembrando de toda a putaria, meu cú e buceta ardidas, pregas mais que estouradas, mas sorri, sorri de felicidade, e para ser sincera me masturbei gostoso e já imaginei a próxima vez com os dois ou os dois e mais alguém.

Ela aguentou dois picassos

HOJE EU E MINHA ESPOSA SAIMOS UM POUCO PARA TOMARMOS UM AR ,SEGUIMOS EM DIREÇAO AO PARQUE DA CIDADE EM BRASILIA-DF,FICAMOS NAMORANDO POR ALGUM TEMPO, DEPOIS DE MUITOS AMASSOS SENTIMOS UM TESAO LOUCO, NOTAMOS QUE VÁRIAS PESSOAS FICAVAM OBSERVANDO NOSSO SARRO DENTRO DO CARRO ALI MESMO NO ESTACIONAMENTO MEIO ESCURO, OBSERVAMOS QUE ALGUNS CARROS ESTAVAM COM OS VIDROS EMBASSADOS,CONTINUAMOS NOSSO NAMORO,DEPOIS DE MUITO SARRO,BEIJOS E CHUPADAS,NOTEI QUE UM RAPAZ BEM MORENO ASSISTIA TUDO, TIVEMOS A IMPRESSAO QUE ELE SE MASTURBAVA DENTRO DE SEU CARRO QUE ESTAVA AO LADO DO NOSSO COM A PORTA MEIO ABERTA,NAQUELE MOMENTO SENTI UM TESAO MARAVILHOSO, MILHA ESPOSA NOTOU MEU CACETE FICOU MAIS DURO, MAIOR,SÓ EM PENSAR QUE AQUELE HOMEM, PODERIA VER EU FODER MINHA ESPOSA.FALEI PRA ELA AMOR DEIXA ELE VER EU COMENDO SUA BUCETA?DEPOIS DE INSISTIR MUITO FINALMENTE ACEITOU,RECOMENDANDO QUE ERA SÓ PRA VER QUE NÃO IA DEIXAR ELE TOCAR E NEM FICAR MUITO PERTO.OK! FUI ATE O RAPAZ E PERGUNTEI SE ELE GOSTAVA DE VER CASAL TRANSANDO? RESPONDEU QUE SIM! NOTEI QUE O MOÇO ESTAVA COM O PAU BEM DURO E SEM ROUPAS,COMBINSMOD E FOMOS PARA UM LOCAL COM MENOS MOVIMENTO, MEIO ISOLADO,AO CHEGARMOS COLOCAMOS OS CARRO UM DANDO COBERTURA AO OUTRO PARA NINGUÉM ATRAPALHAR.ABRIMOS AS PORTAS DOS CARROS E FICAMOS NO MAIOR SARRO,O RAPAZ FICOU EM PÉ BEM PROXIMO A BUCETA DA MINHA ESPOSA ELA ESTAVA DE QUATRO CHUPANDO MEU CACETE, ELA ASUSTOU QUANDO ELE FALOU, QUE BUCETÃO PRINCESA;MAIOR FOI O SUSTO QUANDO ELA VIU O TAMANHO,GROSSURA DO PAU CAMARADA,GARANTO QUE ELA SO VIU ALGO ASSIM SÓ EM FILME, EU TAMBÉM.CONTINUAMOS NOSSO NAMORO QUENTE MINHA ESPOSA SE MOSTRANDO PRA ELE,NOTEI QUE ELA FICOU COM MUITO TESÃO,ELA TOCAVA SUA BUCETA E CHUPAVA MEU PAU DE OLHO NO CACETE DO RAPAZ,ELE PEDIA A ELA QUE QUERIA CHUPALA,PEDIMOS MUITO ATÉ QUE CONCORDOU SOMENTE EM CHUPAR,NESSE MOMENTO ME AFASTEI ELE COMEÇOU A PASSAR A LÍNGUA EM SUA XOXOTA,TIREI DO PORATA-LUVA UMA LANTERNA QUE REGULA A LUZ PARA NÃO CHAMAR ATENÇÃO DE CURIOSOS E TIVE AVISÃO DAQUELA CHUPADAQUE DEMOROU MUITO TEMPO,LOGO DEPOIS ELE OFERECEU A ELA SEU ENORME CACETE ELA OLHOU PRA MIM COMO SE ESTIVESSE PEDINDO AUTORIZAÇÃO,PEDI A ELA QUE PEGASSE E SENTISSE A TESTURA DAQUE PAU ASSIM ELA FEZ SENTIA QUE ALMENTEVA SEU TESÃO,A MÃO DELA NÃO ABARCAVA AQUELE CACETE,DEVIA TER 24CMX6 ERA ENORME,O TESÃO ERA TÃO GRANDE QUE O RAPAZ PEGOU UMA CAMISINHA E COLOCOU NO PAU QUE ENTROU COM DIFICULDADE,AFASTOU AS PERNAS DA MINHA MULHER QUE PERGUNTAVA O QUE ELE IA FASEZ,RESPONDENDO VOU ARROMBAR SUA BUCETA PRINCESA,PEGUEI EM SUA MÃO E DISSE CALMA TÔ AQUI,ELE COMEÇOU A PENCELAR ATÉ QUE A CABEÇA ENTROU MINHA ESPOSA COMEÇOU A DIZER QUE DOIA NÃO FOU AGUENTAR, AMOR TA DOENDO MUITO,O RAPAZ ENFIAVA TODO O CACETE, EU ALI EM UMA POSIÇÃO BEM PREVILEGIADA VENDO CADA ESTOCADA,PEDI A ELA QUE FICASSE DE QUATRO,QUERIA VER AQUELE CACETE ENTRAR TODO EM SEU BURACO ENTREI POR BAIXO DELA E TIVE A MELHOR VISÃO DO MUNDO DAQUELE PAU ENORME ENTRANDO E SAINDO FAZENDO UM ESTRAGO NAQUELA XOXOTA QUE ERA APERTADISSIMA,NESSE MOMENTO ELA JA NÃO SENTIA MAIS DOR, ERA MAIS PRAZER,DANDO A XOXOTA E CHUPANDO MEU PAU, 19CMX4,O RITIMO FOI SE ACERTANDO ELA QUE COMEÇOU A FODER O PAU DO RAPAZ O ENTRA E SAI FICOU MAIS RAPIDO, ELA FICOU LOUCA,SAIU DO BANCO DA FRENTE DO CARRO E PEDIU PARA O RAPAZ QUE DEITASSE NO CHÃO, PEGOU O PAU SENTOU EM CIMA E FEZ SUMIR QUASE TODO PEPOIS DE ALGUM TEMPO SE LEVANTOU FICOU DE QUATRO SE APOIANDO NO BANCO E PEDIU PARA SER ARROMBADA QUERO ESSE PAU TODO DENTRO DE MIM,SEU FILHO DA PUTA ME COME ME FODE QUERO SER SUA PUTA FODE ESSA BUCETA QUE ADORA PAU GRANDE ME COME SEU PUTO EU QUERO GOZAR NA SUA VARA FODE, FODE…EU VOU GOZAR AI, AI AI, QUE GOSTOSO FODER COM VOCÊS,ELA VOLTOU A FICAR DE FRANGO ASSADO A PEDIDO DO RAPAZ,COMEÇOU A PENETRALA OUTRA VEZ AGORA COM ESTOCADAS MAIS FORTES SENTIA QUE MINHA MULHER GOZAVA MAIS UMA VEZ,ELE TIRAVA O PAU E DAVA PRA ELA PEGAR E DIZIA ESSE CACETE É QUE TA TE ARROMBANDO SUA PUTA SINTA ELE TODINHO DENTRO DE VOCÊ TA SENTINDO VOU FUDER VOCÊ ATÉ SUA BUCETA FICAR TODA ENCHADA VAI FICAR DOLORIDA PAR LEMBRAR DESSE CARALHO,MEXE VAI EU VOU GOZAR MEXE PORRA, VAI VOU ESPORRAR EM VOCÊ, PRINCESA PUTA,NESSE MOMENTO PEDI A ELE QUE GOZASSE EM SEUS PEITOS QUE ASSIM EU PODERIA GOZAR BAMBÉM, ELA FICOU DE JOELHOS E COMEÇAMOS A GOZAR EM SEUS SEIOS QUE MARAVILHA,FOI A MELHOR PUNHETA QUE BATI,GOZAMOS TANTO QUE PARECIA QUE ELA TINHA TOMADO BANHO.ESTA FOI A TERCEIRA VEZ QUE ELA DA BUCETA A MEU PEDIDO, GOSTO DE VELA DANDO PRA OUTRO, FICO NO MAIOR TESÃO.COMBINAMOS COM O RAPAZ QUE LIGARIAMOS PRA ELE QUALQUER DIA,ELE FALOU SE DEPENDESSE DELE QUE SERIA TODOS OS DIAS.ELA QUER HOMENS BEM DOTADOS,NÃO PRECISA SER ENORMES.

Três gringos fuderam minha esposa

Olá pessoal, como disse no conto em que minha esposa voltou a faxinar , relatei que ela foi fudida o dia inteiro, o combinado seria dela faxinar a casa do sitio do gringo, mas ela levou um vestido em que aconteceu do gringo ter fudido ela tempos atrás (conto No Sítio do Gringo), pois então ela foi trabalhar logo com esse vestido, aconteceu como primeira tarefa de ela cortar alguns legumes para adiantar para o almoço, minha esposa tem a mania de colocar uma perna sobre a mesa, então num gesto involuntário ela abriu as pernas e ficou cortando as verduras que parecia ser refeição para mais pessoas. O Gringo veio até a cozinha e agachou para pegaras botas que estavam embaixo da mesa, ai ele foi dar uma olhada e viu aquela buceta negra sem calcinha, ficou por algum tempo só olhando, até que ela percebeu e já ficou toda excitada, sua buceta começou a melar que escorria pelas pernas, o gringo chegou devagar e deu um passadinha de lingua e saiu debaixo da mesa já encoxando ela por trás e foi dizendo: Estou com dois amigos da Alemanha e eles querem fuder uma negra brasileira, eles vão te pagar e eu também pelo favor que vc vai fazer, ela fez de difícil até que ouviu o valor, não pensou duas vezes, pois na verdade ela foi sem calcinha foi para ser fudida mesmo.mas o gringo impôs algumad condições, ela iria ser tratada como uma escrava sexual durante todo tempo, pois ela estaria sendo paga para isso, ela concordou e ele deu a seguinte ordem para ela, vaia correndo até o asfalto e volta correndo e quando chegar pode começar a limpar de da cama do quarto das visitas, e assim ela fez correu e voltou toda suada e foi para o quarto e começou a retirar as coisas de debaixo da cama, o gringo chamou seus amigos e mostrou ela de quatro com a buceta toda suada e melada, ela estava com a cabeça debaixo da cama quando recebeu a ordem de ficar naquela posição, ele foi o primeiro a socar na buceta da minha esposa e não demorou para gozar dentro dela dai veio seu amigo com a piroca maior ainda e fudeu com força sem dó e veio o outro e fez o mesmo, dai eles deram uma bebida para ela parece que tinha alguma coisa e esperaram ela fazer o almoço enquanto a substância fazia efeito, almoçaram e mais uma vez o gringo anfitrião começou a bulinar ela e levou para o quarto e fudeu ela novamente sempre gozando dentro e ela começou a rebolar e viram que o remédio estava fazendo efeito e o que tinha o pinto menor resolveu fuder o cu dela que estava dilatado, gozou dentro e vieram os dois fazendo o maior estrago naquele cuzão, eles ficaram revezando o dia inteiro comendo o cu e buceta dela e sempre de vestido, trabalhando e levando rola, tomou até tapa com força na bunda enquanto era chamada de vagabunda e de égua , ela foi fudida de todas formas brutas …….

ASSISTI O EX NAMORADO DA MINHA ESPOSA FUDER ELA E ME CONTIVE

CONTO RECEBIDO DE UM CARA DO INT DE SP , MUITO EQUILIBRADO MENTALMENTE , ELE NARRA ASSIM EU ESTAVA CASADO COM A ALÊ , 34 ANOS , MORENA CLARA , 1,70 M 60 KG , PEITOS GRANDES E RABO MÉDIO , CABELOS PRETOS E LONGOS , UMA MULHER HONESTA DEMAIS DA CONTA , ELA SEMPRE AQUELE EXEMPLO DE ESPOSA , MAS COMEÇOU A FICAR COM DEPRESSÃO , EU CUIDAVA COM MUITA DEDICAÇÃO POIS MINHA FIÉL ESPOSA PRECISAVA DE MIM NESTE MOMENTO DIFICIL , UMA VEZ QUE ELA SEMPRE SE DEDICOU A FAMÍLIA COM MUITA HONRA , SEMPRE ME FAZENDO JURAS DE AMOR , ME MANDANDO CORÕES E FOTOS NO MEU ZAP , MAS SOFRI MUITO COM O PERÍODO DE DEPRESSÃO DA MINHA ESPOSA TADINHA , MAS UM DIA EU DESCONFIEI , POIS ANOTEI A KILOMETRAGEM DO CARA , ELE HAVIA PERCORRIDO UM BOM PEDAÇO , CHEGUEI ELA DEITADA , PERGUNTEI VC SAIU , ELA NÃO AMOR , HUMMMMM , FUI NO MOTOR DO CARRO AINDA QUENTE , MINHA ESPOSA DEITADINHA COM DEPRESSÃO , FUI NO BANHEIRO TOMAR UM BANHO , COMO SEMPRE A GENTE CHEIRA AS CALCINHAS DA ESPOSA , EU OBSERVEI NO CESTO UMA CALCINHA DELA , ABRI O CESTO , PEGUEI , QUANDO FUI CHEIRAR O LUGARZINHO DA BUCETINHA , ESTAVA CHEIO DE GOSMA , ACHEI DEVE SER CORRIMENTO , NÃO PROVAVELMENTE PORRA , BEM TEOMEI BANHO , FUI PRA CAMA , ELA PELADINHA , A BUCETINHA DEPILADINHA , O CUZINHO DEPILADINHO , DEI UMA PASSADA DE MÃO , MAS ELA DISSE AI AMOR PARA , PORRA QUE CARALHO , MINHA ESPOSA ESTAVA SEM TESÃO , FUI OBSERVANDO , CHEGUEI OUTRO DIA , MEU VIBRADOR DE OMBRO ESTAVA CHEIO DE PORRA COM GEL , ENTÃO PERGUNTEI AMOR VC GOZOU NO VIBRADOR , POXA E EU COMO FICO , QUERO COMER TAMBÉM NÉ , ESTOU LOUCO PRA COMER A SUA BUCETINHA E SEU CUZINHO , A SAFADA DEU UMA RISADA E DISSE EU ESTAVA COM TESÃO E TIVE QUE BATER UMA , BOM PORRA NA CALCINHA , PORRA NO VIBRADOR , TÁ BOM , PASSADO OUTROS DIAS E EU NADA DE COMER , MAS ELA SEMPRE SAINDO PELA MANHÃ ENQUANTO EU TRABALHAVA , MAIS UMA VEZ E OUTRAS EU PEGUEI AS CALCINHAS CHEIAS DE PORRA , MENCIONEI TRAIÇÕES E ELA DISSE HOMEM TRAI MAS NÃO QUER SER TRAIDO , OPA UM SINAL , MAS COMO MARIDO QUER SER ESPERTO E ACHA QUE ESTA TUD BELEZA , EU TENTANDO SABER ALGO , FUI PARA O TRABALHO , MAS RETORNEI , ELA NÃO ESTAVA EM CASA , SENTEI E ESTAVA NO SOFÁ MEXENDO NO CELULAR O CARRO CHEGOU , O PORTÃO ELETRÔNICO ABRIU , O CARRO ENTROU , EU ME ESCONDI PARA FAZER UMA SURPRESA , ELA ENTROU DEU UMA VISTORIA , VOLTOU E DISSE VEM , EU IMAGINEI , O QUE ESTÁ ACONTECENDO , ME ESCONDI EMBAIXO DA CAMA QUE É DE ALVENARIA , ELA TROUXE UM CARA PRO NOSSO QUARTO , TROUXE DENTRO DO NOSSO CARRO , EU ALI QUIETINHO , ELA LIGOU O SOM E COMEÇARAM A SE PEGAR DAVA PRA VER OS PÉS DELES , OS SORRISOS , A ALEGRIA DA MINHA ESPOSA EM BEIJAR E ABRAÇAR AQUELE CARA , EU QUASE SOLTANDO O CORAÇÃO PELA BOCA , POIS MINHA ESPOSA ERA FIEL , SER TRAIDO SERIA A ULTIMA COISA AINDA PELA MULHER QUE AMEI TANTO , ELA DE VESTIDINHO , O CARA ENFIAVA AS MÃOS POR BAIXO E TOCAVA O RABINHO DELA , ELE FALAVA DO FIO ENTERRADO NO CUZINHO DELA , ELE ERA INTIMO DELA JÁ COMIA ELA PELA CONVERSA , O ESPELHO NO GUARDA ROUPA MOSTRAVA OS DOIS , RECONHECI O CARA ÉRA UM EX NAMORADO DELA , EU ME CONTIVE E FIQUEI QUIETINHO , ELES SE BEIJAVAM CONSTANTEMENTE , ELE ESTAVA DE SHORTE E CAMISETA , O PAU DELE ESTAVA ENORME NO SHORT , MINHA ESPSOSA ALISANDO O CACETE DO MACHO , ELA TIROU A CAMISETA DELE , CHUPOU OS MAMILOS DELE DESCEU O SHORT DELE , DESCEU A CUECA ,O CACETE BRANCO DELE COM CABEÇA ROSADA , ELA PUNHETAVA , ALISAVA OS OVOS DELE , ELA SAFADA DEU UMAS AGACHADAS E MAMOU O CACETE ELE GEMIA , ELA MAMAVA E DIZIA NÃO GOZA NA MINHA BOCA , ELA IA NAS BOLAS E MAMAVA , PUXAVA A BOLA COM A BOCA E SOLTAVA QUE FAZIA BARULHINHO , EU FIRME ALI VENDO PELO ESPELHO , MAS ELE TIROU O VESTIDINHO DELA , O FIO ENTERRADO NO CUZINHO , CUZINHO QUE EU COMI MUITO , ELA DE FIO SEM SUTIEN , ELE MAMOU OS PEITÕES DELA , DESCEU A BOCA E FOI NA BUCETINHA LISINHA E LAMBIA AS PARTES BAIXAS DELA , ELA GEMIA ALTO , O FDP COLOCOU ELA EM PÉ DE PERNA ABERTA , COM AS DUAS MÃOS NA MINHA CAMA , ABRIU UM POUCO AS PERNAS DELA , PELO ESPELHO EU VIA O RABO DELA E A BUNDA BRANCA DELE , POR BAIXO EU VIU A BUCETA DELA, O PAU E AS BOLAS DELE , ELE FOI ABRINDO UM POUCO AS PERNAS DELA , PELO ESPELHO EU CONSEGUIA VER O RABO DELA , O CUZINHO ESTAVA A MOSTRA ELE LAMBIA O REGO E ELA DAVA UMAS GEMIDINHAS , ELE PEGOU O GEL MEU QUE ESTAVA NA TESTEIRA DA CAMA , LUBRIFICOU O PAU E A BUCETINHA DELA E EU NÃO PODERIA PERDER A ENTRADA , ELE COLOCOU NA PORTA DA BUCETA EU ESTAVA COM MEU CACETE DURO , VI ELE EMPURRAR E ELA GEMAR NO PAU , ELE SEGURANDO NA CINTURA DELA , ESSA POSIÇÃO EU COMI MUITO ELA , ERA UMA DAS PREDILETAS DELA , ELE BOMBAVA EU OLHANDO POR BAIXO VENDO AS BOLAS DELE BATER POR BAIXO DELA , ELE FALAVA PALAVRÕES PRA ELE , MINHA ESPOSINHA ENTRANDO NA VARA DE OUTRO E OUVINDO BESTEIRAS , ESSA POSIÇÃO É FATAL ELA GOZA RAPIDINHO , OUVI ELA GEMER E FALAR VOU GOZAR E GOZOU NO PAU BRANQUELO DELE , MAS ELE QUERI OUTRA COISA ,O FDP , DISSE QUERO COMER SEU CUZINHO , ELA RIU , ELE PASSOU GEL NO REDONDINHO , REDONDINHO QUE EU COMIA , LUBRIFICOU O PAU E COLOCOU NA PORTA DO ANÉL DELA EU EMBAIXO VENDO , ELA PEDIA DEVAGAR TÁ , ELE FOI PENETRANDO ATÉ QUE ENTROU ATÉ O PE´DA VARA , DAVA PRA VER A PELE DO CUZINHO DELA QUANDO ELE PUXAVA O PAU PRA FORA , ELE GOZOU NO CUZINHO DELA , SAFADOS TOMARAM BANHO , ELA APRESSOU PRA LEVAR ELE , EU ME AGUENTEI , SAIRAM FELIZES , ELA FOI LEVAR ELE , QUANDO ELA VOLTOU EU ESTAVA EM CASA , ELA FICOU MEIO SEM JEITO , MAS INVENTOU UMA DESCULPINHA QUE ESTAVA NA FLORICULTURA , HUM , MAS E ONDE ESTAVAM AS FLORES , NÃO CONSEGUI DIZER NADA A ELA , TADINHA COM DEPRESSÃO NÉ NEM PODERIA FAZER ISSO COM ELA , MAS A DEPRE SAROU ELA FOI MORAR COM O COMEDOR , DUROU 2 ANOS ELE COMENDO ELA , ELE ARRUMOU OUTRA E SENTOU O PÉ NO RABINHO DELA , AGORA UM PEDREIRO COME ELA . FATO REAL CARA , OLHA QUE ERA UMA SUPER FIÉL ESPOSA , NÃO GENERALIZANDO , MAS MUITAS DEPRESSÕES É A VARA DE OUTRO MACHO , CONHEÇO VÁRIOS CASOS ASSIM , LEIA MEUS CONTOS , VOTE , COMENTE

FIQUEI COM DOIS FROUXOS

ESTE CONTO É DA MINHA AMIGA , ELA ME CONFIDENCIA TUDO , PEDIU PARA RELATAR ,SOU A SÔNIA 50 ANOS , EU ADORO TRAIR , MAS MEU MARIDO NÃO GOSTAVA POIS EU TRANSAVA COM UM HOMEM POR SEMANA , SEMPRE A TARDE , EU VOLTAVA DA TREPADA , MEU MARIDO CHEGAVA DO TRABALHO , ELE IA AO BANHEIRO E JA QUERIA FUDER , MAS ANTES ELE ME CHUPAVA TODA GOZADA , A PORRA DO OUTRO MACHO SAINDO É ELE BEBENDO , DEPOIS EU GOZAVA NA BOCA DELE , MAS ELE COMEÇOU DESCONFIAR QUE EU O TRAIA É FOI EMBORA   EU ADORO SAFADEZA , NO DIA 09/01/20 , UM COROA DE 50 ANOS ME CONVIDOU PARA PASSAR OS DIAS 09,10,11 e 12 COM ELE EU FUI PRA CASA DELE ESTAVA UMA MARAVILHA , MAS QUANDO FOMOS PARA A CAMA PEDI PRA ELE CHUPAR MINHA BUCETA , MAS ELE DISSE PARA COM ISSO , EU PEDI PRA CHUPAR O CACETE DELE , ELE NÃO QUIZ , EU FIQUEI PUTA DA VIDA , O PAU DELE ESTAVA MOLE , EU COM A BUCETA PEGANDO FOGO ,O FDP DE PAU MOLE , FIQUEI DIA 09 E 10 LÁ E ELE NÃO ME COMEU , AZEDEI É MANDEI UM ZAP PRA OUTRO CARA DE 45 ANOS ELE MORA SOZINHO TAMBÉM , COMBINEI É FUI , PAREI NA CASA DELE , BATEMOS PAPO , COMEÇOU A ROLAR A SACANAGEM FICAMOS PELADOS , O CACETE DO CARA TINHA 16 CM , MAS FINO , UMA SALSICHA , MAS NOS BEIJAMOS É PEDI PRO CARA CHUPA MINHA BUCETA O FDP DISSR DEIXA QUIETO , CARALHO EU DOIDA PRA GOZARNA BOCA DELE , MAS ELE NADA , FALEI DEIXA EU MAMAR SUA SALSICHA , ELE DISSE NÃO, EU QUERO COMER A BUCETINHA É O CUZINHO , PORRA CARALHO FDP , EU SENTEI NO PAU FINO , CAVALGUEI , SENTIA A FINURA DRLE DENTRO DE MIM   MAS CONSEGUI GOZAR , ELE TAMBEM GOZOU , FIQUEI ATÉ DIA 11 , Q MERDA DE MACHOS , FUI EMBORA , MAS ESTOU COM UM CONVITE DE UM ROLUDO. LEIA MEUS CONTOS , SINTA TESÃO, AS VEZES DECEPCIONA , POIS NÃO COMEU BEM. OLHA OS PEITOES DELA.

O CARA VIAJA 200 KM PRA FUDER MINHA ESPOSA

CONTO RECEBIDO DO MARIDO DE UMA COROA PEITUDA , NA NOSSA VIDA ACONTECEM COISAS QUE NEM MESMO NÓS ACREDITAMOS QUANDO DESCOBRIMOS , EU SOU O MARINHO 42 ANOS ,SÃO 42 ANOS MESMO VIU, CASADO COM A ROZINEIDE DE 60 ANOS , UMA COROA , TEMOS 01 FILHO , SOU CASADO COM ELA A 20 ANOS , ELA É UMA MULHER COMUM , AINDA GOSTA MUITO DE FUDER , BRANCA , 1,65M , 70 KG , CABELOS CURTOS E CASTANHOS SEIOS FARTOS , MAS FARTOS MESMO , BUNDA MÉDIA A PEQUENA , BOM ELA COMEÇOU A ENTRAR EM UM APLICATIVO E FALOU QUE ERA PRA BATER PAPO NAS HORAS VAGAS , DISSE ELA QUE SÓ CONVERSAVA COM MULHERES , EU FIQUEI NA SEGUNDA , MAS TUDO BEM , FOI ENTÃO QUE ELA FOI AO BANHO E COMECEI COMO A MAIORIA DOS MARIDOS FUÇAR O CELULAR , ENTREI NO SITE POIS ESTAVA ABERTO , ACERTEI POIS FUI NA CONVERSA DELA COM UM CARA QUE MORA EM OUTRA CIDADE , BEM ELA POSTOU UMAS 10 FOTOS , 2 FOTOS ESTÃO COM OS ENORMES PEITOS QUASE TODO DE FORA , O CARA FICOU LOUCO , ELE PEDIU MAIS FOTOS DELA COM OS PEITOS DE FORA , ELE PEDIU O ZAP ELA NEGOU , ENTÃO ELE PERGUNTOU VC É SOLTEIRA E ELA DISSE NÃO , EU SOU CASADA , NOSSA O CARA FICOU DOIDINHO QUANDO ELA DISSE SOU CASADA , MAS ELA DEU UM GELO NELE , MAS O CARA É BOM DE PAPO E TROUXE ELA DE VOLTA AO PAPO , EU COM RAIVA , MAS QUERIA LER , COMECEI A TIRAR FOTO DA CONVERSA , MAS COMECEI A TER TESÃO , O CARA PERGUNTANDO SE ELA TEM NAMORADO , ELA DISSE AINDA NÃO , SÓ MEU MARIDO , ELE FALANDO DOS PEITOS DELA , DIZIA ADOREI VC TODA MAS SEUS PEITOS EU GAMEI , ELA DAVA RISADAS , ELE PERGUNTOU SE ELE PODERIA VIR A NOSSA CIDADE PRA ENCONTRAR COM ELA E ELA DEU RISADA E DISSE , EU , VC E MEU MARIDO.KKKKK, O SAFADO DISSE SIM CONVERSA COM ELE , ELA DISSE NÃO , ELE CONVIDOU ELA PARA IR A CASA DELE FICAR UNS DIAS , MAS ELA DISSE NÃO POSSO , O SAFADO DISSE VC ESTA MALTRATANDO VIU , ELA PORQUE , ELE GOZEI PRA VC HJ , MAS QUE FDP , POR FIM ELE QUERIA MESMO ENCONTRAR MINHA ESPOSA , ELE GAMOU NOS PEITOS DELA , PERGUNTOU VC JÁ FEZ ESPANHOLA , ELA SIM MUITAS,KKKKKK , O SAFADO NÃO DEIXA O NOME LÁ , MAS TEM A IDADE 50 ANOS , BOM ENTÃO EU DESLIGUEI E ELA VEIO JANTOU COMIGO E COM O FILHO , EU COMECEI A TRABALHAR A CABEÇA DELA POIS ME DESPERTOU UMA VONTADE DE VER MINHA ESPOSA EM OUTRA VARA E TINHA QUE SER A DESTE CARA , ELE MORA A 200 KM DE DISTÂNCIA , NINGUÉM NEM SE TOCARIA , FUI DEVAGAR ATÉ QUE O ASSUNTO VEIO A TONA , FALEI QUE VI , ELA ME DESMENTIU , MAS EU TINHA AS FOTOS DA CONVERSA , ENTÃO ELA CULPOU O CARA COMO SEMPRE A MULHER FAZ , MAS CONDUZI BEM A SITUAÇÃO E ELA DISSE TA DOIDO TRAZER AQUELE TARADO POR PEITOS AQUI , ISSO ME DEIXOU MAIS LOUCO DE VONTADE , ENCURTANDO O ASSUNTO ELA ACEITOU E MARCOU COM O CARA ELE COM MEDO , PORQUE ESTAS COISAS SÃO PERIGOSAS MESMO , TROCARAM FACE ,ENTAÕ MELHOROU E ELE VEIO AQUI EM NOSSA CASA , CHEGOU UM CARA BEM VESTIDO , 1,76M 78 KG , BR , GRISALHO , CABELO BEM CORTADINHO , MUITO EDUCADO , DISSE QUE É DIVORCIADO , SE CHAMA AGNALDO 50 ANOS , TEM UM BOM TRABALHO, BATEMOS UM BOM PAPO , SAÍMOS A NOITE , JANTAMOS EM UM RESTAURANTE AQUI NA AVENIDA , RETORNAMOS ELE ESTAVA BEM FAMILIAR , JÁ TINHA UM ENTROSAMENTO LEGAL , FOMOS AO BANHO MINHA ESPOSA SAIU DE CAMISOLA , OS PEITOS ENORMES O AGNALDO FICOU LOUCO ELA ESTAVA COM A METADE DOS ENORMES PRA FORA ELE FOI DIRETO NELA DEU UM MONTE DE BEIJO NA BOCA DELA , DEIXAND ELA SEM FOLEGO ,NEM OLHOU PRA MIM ELE TIROU OS ENORMES PEITÕES PRA FORA E APRECIANDO DIZIA ADORO ISSO AQUI CARA , EU DEI RISADA E DISSE SÃO SEUS , ELE MAMOU OS DOIS ENORMES , BEIJAVA ELA , ELA SORRIA , ELA DISSE PRA MIM VEM AMOR EU FUI , EU BEIJAVA A BOCA DELA ELE BEIJAVA ELA ME BEIJAVA E BEIJAVA ELE , ELE COM O PAU DURO EU TAMBÉM , MINHA ESPOSA PEGAVA NO PAU DELE , PEGAVA NO MEU ELA DESPIU ELE DEPOIS A MIM , NÓS DOIS PELADOS E ELA DE CAMISOLA , ELE ERGUEU A CAMISOLA POR TRÁS E COMEÇOU A LAMBER O RABO DA MINHA COROA , A SAFADA DAVA RISADAS E DIZIA QUE TESÃO DO CARALHO , OUVI ELA DIZER QUE DELICIA DE LINGUÁ NO MEU CUZINHO , O FDP ESTAVA LAMBENDO O CUZINHO DA MINHA COROA , TIREI A CAMISOLA E A CALCINHA DELA , ELE POR BAIXO CHUPAVA BUCETA , CHUPAVA O CUZINHO DELA , EU BEIJAVA E MAMAVA OS PEITÕES , MAS DEITAMOS ELA DE BARRIGA PRA CIMA E ELE COLOCOU O CACETE DELE ENTRE OS PEITOS E FUDEU , ELE CONSEGUIA COLOCAR NA BOCA DELA ELA MAMAVA SÓ A CABEÇA DELE , EU COLOCAVA O MEU PAU NA BOCA DELA ELA MAMAVA , QUE SAFADA É MINHA MULHER ELA DISSE AJOELHA OS DOIS AI NA CAMA E MAMOU O PAU DELE E O MEU , COLOCAVA DUAS BOLAS NA BOCA , MAMOU NOSSAS BOLAS DEIXOU AS MINHAS E AS DELE TODAS BABADAS , CARALHO , NUNCA IMAGINEI TANTO TESÃO , NEM QUE EU CONSEGUIRIA UMA COISA DELICIOSA ASSIM ,DOMINAMOS MINHA ESPOSA ELE COMIA A BUCETINHA DELA , EU COMENDO O CUZINHO ELA GEMENDO E GRITANDO , ELE GRUDADO NOS PEITOS DELA , MAMAVA EU AJUDAVA A SEGURAR ELES POIS SÃO PESADOS , FUDEMOS COMO LOUCOS , MINHA ESPOSA GOZOU NO PAU DELE COM O MEU PAU ATOLADO NO CUZINHO DELA , O MACHO , GOZOU E CAIU DE LADO DE PAU MOLE PINGANDO PORRA EU ENCHI O CUZINHO DELA DE PORRA , CAI TAMBÉM , ELA CAIU TAMBÉM , FICAMOS DEITADOS , BEIJAMOS ELA , DESCANSAMOS , TOMAMOS UM OUTRO BANHO E RETORNAMOS MAS O NALDO GRUDADO NOS PEITOS ENORMES , ELE GAMOU NOS BITÉLOS , FDP , BEIJAVA MINHA ESPOSA , MAMAVA OS PEITOS DELA E DISSE VOU COMER O CUZINHO DEITOU ELA DE BARRIGA PRA CIMA , PASSOU O PAU DA BUCETA E ACERTOU O CUZINHO DELA , EU SÓ ASSISTINDO , ELA BEIJAVA A BOCA DELE , ELE COM O PAU NO CUZINHO , VIROU ELA DE COSTAS E MONTOU NELA RECOLOCOU O PAU NO CUZNHO DELA COM TANTO TESÃO , MORDENDO AS COSTAS DELA , EU ENTREI POR BAIXO E COLOQUEI A VARA NA BUCETA DELA , ELA GEMIA DE DOR DAS MORDIDAS QUE ELE DAVA NAS COSTAS DELA , MORDIA E ENFIAVA ATÉ O PÉ DA VARA NO CU DELA PORRA CARALHO ELA GEMIA CHORAMINGAVA , MINHA ESPOSA FALOU FDP , ESTA COMENDO MEU CU E ME MORDENDO TODA , ELA GOZOU NA MINHA VARA , EU GOZEI , ELE GOZOU NO CUZINHO DELA , UM PESO DA PORRA EM CIMA DE MIM , MAS QUANDO ELE SAIU DE CIMA QUE OLHEI AS COSTAS DELA , CARA TINHA 9 MORDIDAS FUDIDAS , AS MARCAS DOS DENTES DELE CERTINHA , QUE TESÃO DO CARALHO EM COMER UM CUZINHO , ELE FICOU AQUI EM CAS A UM FINAL DE SEMANA , FUDEMOS BASTANTE , MARCAMOS PARA FINAL DE ABRIL , MINHA VELHA FODE MUITO , LEIA MEUS CONTOS , VOTE , COMENTE , DEIXE SUA FÊMEA FUDER PRA VC ASSISTIR , SEJA UM BOM MARIDO.

ASSISTI A LÉSBICA FUDER A FILHA DO MEU AMIGO

BEM ESTE CONTO EU RELATAREI UM FATO QUE EU PRESENCIO POIS CONHEÇO MUITO BEM AS ENVOLVIDAS E TENHO UM CONVÍVIO BEM PRÓXIMO , POIS SOU AMIGO DO TIO DE UMA DELAS , CARA A YARA TEM 19 ANOS ELA É LÉSBICA , MUITO BACANA EU GOSTO MUITO DELA , POIS ELA É MUITO LEGAL TEM UM BOM RELACIONAMENTO POR ONDE PASSA , TEM TAMBÉM UMA SORTE VIOLENTA POIS ELA PEGA UM MONTE DE MENINAS , MAS VOU FALAR EM ESPECIAL DE UMA FILHA DE UM AMIGO MEU , ELA SE CHAMA , ALINE , 1,55 M 42 KG , CABELOS PRETOS , RABINHO DELICIOSO , PEITINHOS PEQUENOS E LINDINHA MESMO , BEM ELA CONHECEU A YARA ATRAVÉS DE AMIGAS E COMEÇOU A COLAR ENTÃO EU COMO SEI QUE A OUTRA É LÉSBICA IMAGINEI ESTA PEGANDO , ENTÃO FUI EM UMA FESTA NA CASA DO TIO DA ALINE E A YARA ESTAVA LÁ , EU DE OLHO NO LANCE , POIS NINGUÉM DELES NEM IMAGINA QUE A ALINE ESTA SENDO PAPADA PELA OUTRA , MAS COMO SEI DAS COISAS EU FIQUE DE OLHO , EM DADO MOMENTO AS DUAS SAIRAM A ALINE DE SAINHA CURTINHA , FORAM PRO QUARTO EU DEI A VOLTA E FUI DAR UMA RESPIRADA , OLHEI E A JANELA ESTAVA ENTRE ABERTA , DEI UMA OLHADINHA POIS NEM PARECIA QUE TINHA ALGUÉM , MAS CARALHO A YARA ESTAVA DANDO UM LINDO BEIJO DE LINGUÁ NA ALININHA , EU FIQUEI LOUCO DE TESÃO FIQUEI QUIETINHO , ELES LÁ CHURRASQUEANDO E CONVERSANDO EU VENDO AQUELA CENA LINDA , QUANDO ELA TIROU OS PEITINHOS DA ALINE PRA FORA EU FIQUEI MAIS LOUCO , OS DOIS PEITINHOS PEQUENOS E REDONDINHOS , DURINHOS , ELA MAMAVA E A ALINE GEMA DE TESÃO , OS CABELOS CAIAM SOBRE O ROSTO DA YARA , EU DE PAU DURO , ELA TIROU A SAINHA DA ALINE ELA ESTAVA DE CALCINHA COM IMAGENS DE PERSONAGEM INFANTIL QUE TESÃO MALUCO , ELA TIROU A CALCINHA E DEIXOU A ALININHA PELADINHA A BUCETINHA MINUSCULA, LISINHA , A YARA FICOU NUA AQUELE CABELINHO CURTINHO MAS UMA MULHER DELICIOSA , MAGRA , ALTA E COM UM CORPINHO DELICIOSO , MAS QUANDO ELA COMEÇOU A CHUPAR A ALINE AI SIM VI QUE AQUELA GOSTOSA SABIA MESMO CHUPAR ELA CHUPAVA A BUCETINHA E O CUZINHO DA ALINE , DEIXANDO ELA LOUQUINHA DE TESÃO , ELA DEITAVA E ENCAIXAVA A BUCETA COM BUCETA E ESFREGAVA UMA NA OUTRA EU ESTAVA PRA GOZAR VENDO AQUILO , MAS ELAS SE MOVIMENTAVAM UMA BUCETA COLADA NA OUTRA ELAS GOZARAM GEMENDO COMO LOUCAS E EU GOZEI NA JANELA VENDO AQUILO TUDO , ELAS SAIRAM E EU NÃO ME AGUENTEI E FALEI PRA ALINE QUE DELICIA VCS LÁ NO QUARTO ,ELA ASSUSTOU MAS ME DISSE VC VIU , EU DISSE SIM , ELA DISSE POR FAVOR FICA QUIETO , MAS DEIXEI DE LADO POIS CONHEÇO BEM AS DUAS , A YARA CONTINUA COMENDO A ALINE DIRETO.LEIA MEUS CONTOS , VOTE NOS CONTOS , COMENTE , SEU COMENTÁRIO OU SEU VOTO É UM INCENTIVO , ISTO EU VI .

Ver meu pai fuder a minha mãe me deu muito tesão

Olá, o fato que vou relatar aconteceu quando eu ainda era um adolescente, e é verídico.Minha família era normal, meu pai era alto, magro e trabalhava em uma fábrica, minha mãe era baixinha, pele branquinha, cabelo preto e liso, seios médios, uma bunda grande, e uma barriguinha tbm, ela cuidava da casa, e eu tinha mais três irmãos, nossa casa era de madeira e só tinha dois quartos, de sorte que os meus pais dormiam na sala a maioria das vezes, eu costumava dormir no quarto minusculo ao lado da sala, e meus outros irmãos no outro quarto, uma noite eu estava totalmente sem sono, meus irmãos já estavam deitados, e meus pais na sala vendo tv, ouvi baixinho meus pais conversando mas não dava pra entender o que eles falavam, eles estavam deitados num sofá-cama, na frente ficava uma estante, e minha cama ficava na parede atrás da estante, por estar sem sono, tentei ouvir o que meus pais falavam, e ouvi minha mãe falar, já?…. depois ficaram em silêncio, me virei na cama, e os olhei por uma fenda na parede, vi minha mãe totalmente nua, deitada com as pernas abertas, e meu pai encima comendo a bucetinha dela, meu pau endureceu na hora, e eu não consegui parar de olhar, fiquei impressionado em ver como minha mãe era gostosa sem roupa, e mais impressionado ainda ao ver as caras que ela fazia toda vez que ele enfiava o pau na buceta dela, ela mordia os lábios, abria a boca, franzia o rosto, ao mesmo tempo em que apertava a bunda dele, fiquei louco de tesão ao ver meus pais fudendo, ou melhor, por ver meu pai fudendo gostoso a bucetinha da minha querida mamãe, ele metia devagar e fundo, mais alguns minutos e ele começou a meter mais forte e rápido, e ele meteu uma última vez, ficou forçando e ela se abrindo mais, parecia que ele queria entrar por inteiro na buceta dela, ele gozou, e ela gostou, gostou muito, a cara de satisfação que ela fez, me fez entender que aquela não era minha mãe, era uma mulher fudendo, dando e recebendo prazer, trepando gostoso, meu pai ficou um tempinho encima dela, lhe deu um beijo e saiu, minha mãe ainda ficou deitada um tempo, tempo que me permitiu ver perfeitamente a bucetona dela toda melada, tinha os pelos ruivos, os lábios grandes,a buceta da minha mãe era linda, não era a tôa que um vizinho dava em cima dela o tempo todo, não sei se ele conseguiu comer ela,?? mas teve um outro que sim, minha mãe fudeu algumas vezes com o irmão de uma amiga, meu pai descobriu e ficou muito puto, mas isso é uma outra história,kkk.. minha mãe ainda deitada, pediu um pano pro meu pai e limpou a buceta, deu pra ver que aquele pano ficou todo melado,   os dois deitaram e dormiram, confesso que fiquei com muita vontade de pegar aquele pano, e gozei pensando nisso,Depois dessa noite, vi eles fudendo muitas e muitas vezes, bati muitas punhetas pra minha mãe…..

UM MACHO TENTANDO FUDER MINHA ESPOSA DELICIOSA

QUANDO VC LER UM CONTO , TENTE SE CONCENTRAR E ENTRAR DENTRO DA HISTÓRIA, ISSO AQUI ACONTECE COM VC QUE ESTA LENDO , QUANDO VAMOS A SUPERMERCADO COM NOSSAS COMPANHEIRAS , FILHAS , IRMÃS , MÃE , ETC, DEVEMOS FICAR ATENTO QUE SEMPRE TEM UM CAMARADA BABANDO NO RABINHO DELA , ASSIM É COMIGO ,COM VC E COM TODOS , MAS HJ ISSO NÃO É MOTIVO PARA FICAR ENCRESPANDO COM O CARA , TEM QUE DEIXAR O CARA CURTIR O RABINHO DA ESPOSA , NAMORADA OU NOIVA SEM FRESCURA , NORMALMENTE NOS TAMBÉM CURTINHOS AS DOS OUTROS , EU FUI COM MINHA ESPOSA , LEILA DE 31 ANOS , MORENA CLARA , CABELOS LONGOS E CASTANHOS , SEIOS MÉDIOS E RABO DELICIOSO , 1,70M 52 KG , LINDA A POTRANCA NO SUPERMERCADO AQUI NA CIDADE QUE MORO , BOM ELA FOI DE SHORT JEANS , TIPO CURTO , VALORIZANDO AS COXAS MESMO , MAS O SHORTINHO ESTAVA ENTERRADO NO RABINHO , EU ADORO VER AS MULHERES COM SHORTINHOS ENFIADO NO RABO , BOM MAS EU NO SUPERMERCADO PERCEBI QUE UM MACHO ENCANOU ELE DISFARÇAVA , MAS ERA TÃO TENTADOR A ELE QUE ELE ANDAVA PELOS CORREDORES , MAS SEMPRE PROCURAVA A GENTE , O OLHAR DELE ERA DE TESÃO , MINHA ESPOSA FAZENDO COMPRA EU AS VEZES DAVA UMA ENCOSTADA NO TRASEIRO DELA , O CARA TEM UNS 45 ANOS , ELE ESTAVA COM A ESPOSA DELE , EU OLHEI ELA , UMA GOSTOSA TIPO GORDINHA DURINHA , EU TENHO VONTADE DE FUDER COM UMA GORDINHA AQUELAS DURINHAS , EU NÃO ENCANEI NA ESPOSA DELE , MAS IMAGINEI EU TREPANDO COM ELA , O CARA DE PAU ESPEROU EU SAIR DE PERTO DA MINHA ESPOSA E VEIO ENTREGOU UM CARTÃO COM O ZAP DELE , LAVA CARRO A DOMICILIO , QUE SAFADO , QUANDO VOLTEI ELA DISSE AMOR OLHA QUE O RAPAZ ME DEU , EU FALEI QUAL , ELA APONTOU O TARADO , BOM EU DISSE TÁ BOM , PUXEI PAPO COM ELE E COM A ESPOOSA DELE , SOBRE LAVAR CARRO E AI CONVERSAMOS MAIS COISAS , MANJEI BEM A ESPOSA DELE , ELA SE CHAMA ROSE 38 ANOS , PEITÕES , COXAS GROSSAS E UM RABO LINDO , QUANDO FALEI ONDE TRABALHO ELA DISSE TER ASSUNTOS LÁ QUE ESTAVAM DEMORANDO , PEDIU SE EU FARIA UM FAVOR E FALOU PRA MANDAR NO ZAP DO MARIDO , FALEI TUDO BEM , MAS ELA DISSE , VC ANOTA O MEU ZAP , PORQUE O DINHO NEM VAI ME DAR O RECADO , ANOTEI O ZAP DELA , OBSERVEI OS PAPÉIS DELA E DEI UMA AGILIZADA , MAS MANDEI ZAP FALEI QUE EU ESTAVA VENDO PRA ELA , ASSIM FIQUEI TROCANDO IDÉIA COM ELA , MAS NÃO ME ESQUECI QUE O MARIDO DELA TAROU MINHA DELICIOSA ESPOSA , NAS CONVERSAS FUI DANDO ELOGIOS E SENTI ELA ENTRANDO NA MINHA , FOI QUANDO FALEI QUE OS DOCUMENTOS DELA ESTAVAM PRONTOS , ELA DISSE VOU AO CENTRO E PEGO COM VC , QUANDO ELA CHEGOU , PORRA A MULHER VEIO DE CALÇA JEANS COLADINHA E UMA BLUSINHA COLADINHA , QUE DELICIA EU NÃO RESISTI FALEI VC ESTA LINDA , ELA SORRIU E DISSE OBRIGADO VC QUE É , FALEI VAMOS TOMAR UM SUCO ELA DISSE VAMOS SIM , CARA COMBINAMOS E FOMOS , DALI , MOTEL , AQUELA MULHER , MULHERÃO , QUANDO BEIJEI A BOCA DELA SENTI ELA ENGOLIR MINHA LINGUA , EU CHUPAVA A LINGUA DELA , OS ENORMES PEITOS ME TOCAVAM O TÓRAX , EU FUI DESABOTOANDO A BLUSA , DEIXEI ELA DE SUTIEN , SUTIEN PRETO , A CALÇA ESTAVA TÃO APERTADA QUE PARECIA QUE IA EXPLODIR ,DEU UM POUCO DE TRABALHO MAS CONSEGUI TIRAR , A CALCINHA FIO DENTAL , O RABO ENORME TUDO DURO CARALHO , EU ME AFASTEI E CURTI COM O OLHAR , ELA DAVA VOLTINHAS PRA MIM CURTIR , EU GRUDEI A DELICIOSA , FUI TIRANDO O SUTIEN , OS PEITÕES ENORMES COM BICOS ROXOS , BICOS GRANDES , EU MAMEI OS DOIS , QUE DELICIA , ELA ESFREGAVA ELES NO MEU ROSTO , ELA EU QUERIA LAMBER ELA TODA , MAS ELA ME GRUDOU ARRANCOU MINHA ROUPA TODA , ME PUNHETOU , EU LAMBENDO , ELA EM PÉ EU AGACHEI E LAMBI AO REDOR DA BUCETA , AS VERILHAS DELA ELA ABRIA AS PERNAS , EU PASSEI POR BAIXO LAMBENDO , LAMBI O CUZINHO POR CIMA DO FIOZINHO , ELA ME LEVANTOU , SENTOU NA CAMA E COMEÇOU A ME MAMAR , ELA DISSE VOU ENGOLIR INTEIRO , EU DISSE SÉRIO , ELA FOI DEVAGARINHO TIPO UMA COBRA ENGOLINDO A PRESA , DANDO ENGOLIDINHAS E CHEGOU A BOCA NO PÉ DA VARA , SÓ MINHAS BOLAS DE FORA , EU GEMI NA BOCA DELA , EU QUERIA CHUPAR E DEITEI ELA TIREI A CALCINHA , AI AMIGO MINHA GRANDE SURPRESA , O GRELO DELA É ENORME EM FORMATO DE PENIS , UM PENIS PEQUENO , ESTAVA DURINHO , CARALHO , EU CAI DE BOCA MAMEI O GRELINHO DA DELICIOSA EU MAMAVA E O GRELO INCHAVA , ELA GRITAVA , MAS GRITAVA MESMO , PEDI PRA ELA FAZER SILÊNCIO , MAS ELA DISSE NÃO CONSIGO , VOU GOZAR NA SUA BOCA E GOZOU , EU ENGOLI TUDO A PORRA DELA , QUE DELICIA DE GRELO CARA UMA GRELUDA MESMO , EU QUERIA FUDER ELA DE 4 , COLOQUEI ELA DE 4 E SENTINDO O RABÃO EU ENFIEI O CACETE NA BUCETINHA DELA , SEGUREI ELA PELO QUADRIL E VARA NELA ELA DAVA BUNDADAS EM MIM , GEMENDO COMEÇOU A GRITAR EU DEI UNS TAPAS NA BUNDA DELA ELA GOZOU NA VARA , E COMEÇOU A FALAR GOZEI NA SUA BOCA , NA SUA VARA , ME DA LEITE , VAI , ME DA LEITE , GOZ A NA MINHA BUCETINHA , EU NÃO RESISTI A ESSE PEDIDO E ENCHI A BUCETINHA LISINHA DE PORRA , EU CAI DE LADO ELA DEITOU DE LADO ME BEIJOU E FICAMOS A CONVERSAR , TOMAMOS UM BANHO , MAS EU QUERIA COMER O CUZINHO , COMEÇAMOS A SACANAGEM LUBRIFIQUEI O CUZINHO DELA , MEU PAU E COLOQUEI AI FOI UM ESCÂNDALO , O PAU ENTRANDO DEVAGARINHO E ELA GRITANDO E GEMENDO , EU COMECEI A MASSAGEAR O GRELÕA ELA FOI RELACHANDO , AI EU COMI GOSTOSO O CUZINHO DELA , ELA GEMENDO FALOU VOU GOZAR COM O PAU NO CU , VOU GOZAR , PORRA AI CARA VC NÃO AGUENTA ELA GOZOU O CUZINHO COMEÇOU A CONTRAIR , FAZENDO PRESSÃO NO MEU PAU EU ENCHI O CUZINHO DELA DE PORRA , HJ EU SAIO COM ELA SEMPRE , MAS CREIO QUE O MARIDO DELA NÃO CONSEGUIU COMER A MINHA ESPOSA , ENTÃO É ASSIM , ONDE VAMOS COM A ESPOSA OS MACHOS QUEREM COMER ELA , NADA DE STRESS DEIXA OS MACHOS IMAGINAREM COMENDO.LEIA MEUS CONTOS , GOZEM IMAGINANDO O QUE LERAM OU BATAM PUNHETAS .

VOVÔ RUI E O PEÃO JOAQUIM NOS FUDERAM

OI PESSOAL ESTOU DE VOLTA, A SAUDADE DO CACETÃO DE VOVÔ RUI ME FEZ VOLTAR A FAZENDA, PARA OS QUE NÃO ME ME CHAMO JOANA, TENHO 21 ANOS, 1.58 DE ALTURA, 52 KILOS, PEITINHOS MEDIOS, BUNDINHA REDONDA, COXAS DELENEADAS, RESIDO NUMA CIDADE DO INTERIOR PARAIBANO, SOU NETA DO SR RUI, PROTAGONISTA DE VARIOS RELATOS, PELAS SUAS NETAS, POIS AMBAS TEM FOGO NA BUCETA, QUE SUA MANGUEIRA DESCOMUNHAL APAGA, NA SEMANA PASSADA FUI PASSAR O SÃO JOÃO NA FAZENDA DO MEU AVÔ RUI, CHEGUEI LOGO CEDO ACOMPANHADA DA MINHA FAMILIA, TIOS, TIAS, PRIMAS, A CASA FICOU LOTADA, COM TANTA GENTE, VOVÔ TINHA PREPARADO UM ALMOÇO ESPECIAL PARA NÓS, OS EMPREGADOS PREPARARAM O ARRAIAL AO ÇADO DA CASA GRANDE, CHAGOU A HORA DO ALMOÇO, FOMOS TODOS PARA A PALHOÇA PREPARADA ESPECIALMENTE PARA A FESTA, VOVÔ CONVIDOU TODOS OS EMPREGADOS PARA A FESTA, FALOU QUE HOJE E PARA TODOS SE DIVERTIREM, AOS POUCOS ELES FORAM CHEGANDO SE ACOMODANDO A MESA ESTENÇA COM BANCOS DE MADEIRAS, EU ESTAVA VESTIDA COM UMA CALÇA DE MOLETON BRANCA,E BLUDA BRANCA, SEM SUTIEN, UM POUCO CURTA QUE DEIXAVA MINHA BARRIGUINHA DE FORA,, VOVÔ SE SENTOU A MEU LADO E COMENTOU, JOANINHA, VOCE ESTA MUITO LINDA, SORRI UM TANTO FELIZ, PELO SEU ELEGIO, LHE BEIJEI O ROSTO E APROVEITEI PARA LHE FALAR OA OUVIDO QUE IA FICAR NA FAZENDA, ELE ENTENDEU MEU RECADO, ENTRE OS EMPREGADOS DA FAZENDA, TAMBEM ESTAVA SENTADO A MINHA FRENTE O JOAQUIM, O CARA QUE COM SUA ROLA DESCOMUNHAL TIHA ARREGAÇADO A BUCETA DA PRIMA RITA NA ULTIMA VÊS QUE ESTIVEMOS NA FAZENDA, QUANDO ELA ME CONTOU EU NÃO ACREDITEI, DAÍ PRA CÁ MEU SONHO É CONFERIR O TAMANHO DO SEU CACETÃO, DE VÊS EM QUANDO EU PERCEBIA QUE ELE NÃO TIRAVA OS OLHOS DE MIM, APROVEITEI PARA LHE DAR UM SORRISO. MEIO TIMIDO, ELE RETRIBUIU, FICAMOS TROCANDO OLHARES, CRISTINA MINHA PRIMA, VEIO SE SENTAR JUNTO A VOVÔ, O ALMOÇO ERA UM VERDADEIRO BANQUETE, CHURRASCO DE BODE, GALINHA CAIPIRA, E A FAMOSA BUCHADA, A BEBIDA CORRIA SOLTA, PINGA CERVEJA, RUN, TINHA DE TUDO, VOVÔ BEBIA DE TUDO, O PESSOAL PEDIA PARA ELE MODERAR, DEPÓIS DE TANTAS ELE JA ESTAVA MUITO ANIMADO, ENTÃO PEDIU PARA O PESSOAL QUE IA TOCAR NA FESTA COMESSAR O FORRÓ, ASSIM QUE O FORRÓ COMESSOU VOVÔ FOI O PRIMEIRO A INICIAR A DANÇA, MULHERES NÃO LHE FALTAVA PARA DANÇAR,TODAS AS NETAS ESTAVAM, RITA, CRISTINA, CARMEM , ELE FOI DANÇANDO COM CADA UMA DE NÓS, O PESSOAL O ACOMPANHOU NA DANÇA ERA UM TROCA-TROCA DE CASAL, EU DANÇAVA COM VOVÔ QUANDO ELE ME FALOU, TO COM SALDADES NÃO VA EMBORA, FALEI VOU FICAR SIM, O PESSOAL ESTA INDO PARA SANTA LUZIA, DEPOIS DA FESTA AQUI, ENTÃO PEÇO PARA FICAR, ELE ME ABRAÇOU FORTE EM SINAL DE AGRADECIMENTO, FOI ENT~]AO QUE O JOAQUIM SE APROXIMOU E FALOU, SR RUI ME PERMITE DANÇAR COM A MENINA, VOVÔ ME ENTREGOU, O CARA ERA BEM ALTO, MINHA CABEÇA FICAVA A ALTURA DO SEU PEITO, USAVA UM PERFUME DO TIPO MADEIRA, NÃO ERA TÃO RUIM, SEU BRAÇOS FICARAM SOBRE MEUS OMBROS, ENQUANTO EU LHE ABRAÇAVA A CINTURA, NUM DADO MOMENTO ELE ME APERTOU FORTE, SENTI O VOLUME DO SEU PENIS ENCOSTAR EM MINHA BARRIGA, GOSTEI DO CONTATO, ME VEIO A LEMBRANÇA DA HISTORIA QUE RITA ME CONTOU, COMO A GENTE ESTAVA NO CANTO DO DANCIN, APROVEITEI PARA LHE FALAR, A RITA ME FALOU SOBRE VOCES, TAMBEM QUERO FICAR COM VOCE, ELE PERDEU O RITMO DO XOTE QUE DANÇAVAMOS, PRECISOU PARAR PARA RECOMESSAR, ENTÃO ME DISSE DEPOIS FALAMOS SOBRE ISSO TA BOM, RESOLVI IR FICAR JUNTO DE VOVÔ E CRISTINA, QUE ESTAVAM NUMA CONVERSA ALEGRE, ENTÃO LEVANTA-SE E VAI DANÇAR COM CRISTINA, QUE TEM QUASE A MESMA ALTURA QUE EU, ELE ESTAVA BEM ABRAÇADO A ELA, QUE POR SUA VÊS DANÇAVA COM AS PERNAS UM POUCO AFASTADAS, QUE ERA PARA ELE ENCAIXAR SUA COXA ENTRE AS DELAS, DURANTE UM BOM TEMPO FIQUEI ADMIRANDO ELES DANÇAR, ATE QUE ME VEIO A LEMBRANÇA DA NOITE QUE PASSEI COM ELE, ONDE ME DEIXOU DE BUCETA ARDIDA DE TANTO CACETE QUE LEVEI, AGORA ERA ELA QUE ESTAVA RECEBENDO OS CARINHOS DELE, SENTI MINHA BUCETINHA PALPITANDO, NÃO SEI POR QUANTO TEMPO IA AGUENTAR, A NOITE COMESSOU A CHEGAR, VOVÔ VOLTOU PARA A MESA, NÕ PUDE DEIXAR DE OLHAR PARA O MEIO DE SUAS PERNAS, TINHA SINAL DE EREÇÃO, MAIS ACHO QUE TINHA PREVISTO ISTO E ESTAVA USANDO SUAS CUECAS ESPECIAL DE LYCRA QUE DEIXA SEU CACETÃO PRESO, EM DADO MOMENTO MEUS PAIS E MINHAS TIAS E DEMAIS FAMILIARES COMUNICARAM QUE IAM CONTINUAR A FESTA EM SANTA LUZIA NA CASA DE AMIGOS QUE OS ESPERAVA, ENTÃO APROVEITEI QUE IA FICAR COM VOVÔ, POIS ELE DEMONSTRAVA ESTA UM POUCO ALTO PELA BEBIDA, CRIATINA ENTÃO FALOU QUERIA FICAR TAMBEM, O RESTANTE FOI SE DESPEDINDO INDO EM DIREÇÃO A SEUS CARROS, SO ENTÃO RITA ME FALOU AO OUVIDO, SABIDINHA, SEI O QUE VOCE QUER REALMENTE,FORAM EMBORA O EMPREGADOS TRATARAM DE RETIRANDO O RESTANTE DAS COMIDAS QUE TINHA A MESA, VOVÔ FALOU QUE IA EM SEU QUARTO, PRECISAVA TIRAR A AGUA DO JOELHO(URINAR)FIQUEI CONVERSANDO COM CRISTINA, ENTÃO ELA ME FALOU, OLHA COM O TESÃO QUE EU ESTOU, HOJE EU VOU FUDER ATE SAIR SANGUE, SO ESPERO QUE VOVÔ AGUENTE, POIS ELE BEBEU MUITO, COMPLETEI, HOJE ELE REALMENTE VAI MOSTRAR TODA SUA POTENCIA, PORQUE JA ESTOU DE BUCETA MOLHADA, SO EM VÊ VOCES AGARRADOS, DANÇANDO, TARADA ELA FALOU, QUEM JA VIU ALGUEM SE MOLHAR VENDO OUTRO DANÇAR, RISOS,, VOVÔ COLOCOU A CABEÇA PARA FORA NO ANDAR DE CIMA E FALOU QUE IA TOMAR BANHO E SE DEITAR, ERA O CONVITE PRA GENTE IR FICAR COM ELE, CRISTINA RESOLVEU IR NA FRENTE, FIQUEI SENTADA NO ALPENDRE, QUANDO ELA SAIU O JOAQUIM SE APROXIMOU, PERGUNTOU SE EU TINHA GOSTADO DA FESTA, FALEI QUE SIM, ENTÃO ELE ME DISSE, EU TAMBEM GOSTEI MUITO, EM ESPECIAL PORQUE VOCE VEIO A FESTA, DESDE A ULTIMA VÊS QUE VOCE ESTEVE AQUI, QUE AINDA OUÇO SEUS GRITINHOS COM SEU RUI, QUE GRITOS FALEI, ORA FALOU ELE, EU ESTAVA SENTADO AQUI, DAVA PARA ESCUTAR SEUS GRITOS DE GOZO, FIQUEI ALUCINADO, PENSANDO EM VOCE TÃO PEQUENA DANDO PRO SEU RUI, JA TOMAMOS BANHO NO RIO DEPOIS DO TRABALHO, ELE TEM UM CACETÃO DANADO DE GRANDE, FIQUEI SEM RESPOSTA, NÃO TINHA COMO NEGAR, POIS GRITO COM VONTADE NOS MEUS ORGASMOS, ELE ENTÃO FALA, O QUE A DRA. RITA LHE FALOU, EU DISSE ELA ME CONTOU QUE SEU PAU MAIS PARECE UM CAVALO, NÃO ACREDITO, ACHO QUE ELA EXGEROU, ELE SORRIU, BOM SE QUISER VER VÁ A MINHA CASA MAIS TARDE, DEPOIS QUE SEU RUI DORMI, DO JEITO QUE ELE BEBEU ACHO QUE NEM TROVÃO VAI ACORDAR ELE, SORRI E FALEI, VOU TOMAR BANHO, SUA CASA É AQUELA ATRAZ DA BÁIA, ELE FALOU ISSO MESMO, DEIXO AS LUZES ACESA OK, , ME ESTENDEU A MÃO E ME PUXOU NUM ABRAÇO FORTE,, ME SOLTOU E FOI SAINDO, VIROU-SE E FALOU, TO AGUARDANDO, SENTI MINHAS PERNAS TREMER, SO DE PENSAR COMO SERIA FICAR COM AQUELE HOMEM GRANDÃO E SEGURAR SEU CACETÃO, FUI ENTRANDO NA CASA, TODO O PESSOAL JA TINHA SE RETIRADO, FECHEI A PORTA E FUI SUBINDO AS ESCADAS, OUVI RISADAS VINDO DO QUARTO DE VOVÔ, FUI ENTRADO ENTÃO VI CRISTINA JA SEM ROUPAS, SENDO ACARICIADA POR VOVÔ, ELE BEIJAVA SEUS PEITINHOS E ACARICIAVA SUA BUCETINHA, PASSANDO O DEDO EM SEU CLITORIS, ELA LEVANTABA AS PERNAS QUERENDO PRENDER SUA CABEÇA, ATE QUE SUAS COXAS FICARAM SOBRE SEUS OMBROS, AI ELE NÃO PERDEU TEMPO, FOI CHUPAR SUA BUCETA, ELE DEU UM GRITO, QUANDO ELE PASSOU A LIGUA NA ENTRADA DA SUA BUCETA, FICOU MASSAGEANDO, ELA COMESSOU A IMPLORAR, VAI VOZINHO ME COME, NÃO AGUENTO MAIS, TAVA COM SALDADES DESTE CACETÃO GOSTOSO, FIQUEI ENCOSTADA A PAREDE OLHANDO OS DOIS AGARRADOS, VOVO PERCEBEU MINHA PRESENÇA E FALOU, VAI FICAR AI SO OLHANDO, VENHA DAR PARA AS DUAS, ENTÃO PENSEI CHEGOU MINHA VÊS, VOU ATRAZ DO JOAQUIM, ENTÃO LHE DISSE, HOJE QUERO VÊ ESTE CACETÃO ENTRANDO NUMA BUCETINHA IGUAL A MINHA, ABRI MINHA CALÇA E BAIXEI ATE O MEIO DAS COXAS, COLOQUEI A MÃO ENTRE AS COXAS E COMESSEI A ACARICIAR MINHA BUCETA, VOVÔ FICOU ME OLHANDO SEM ENTENDER DIREIRO MINHA ATITUDE, ENTÃO FALOU, PENSEI QUE IA COMER AS DUAS, COMO FIZ COM CRISTINA E CARMEM, NISSO AFASTOU AS COXAS DE CRISTINA, DEU UMA CUSPIDA NA PALMA DA MÃO R PASSOU NA CABEÇONA DO SEU CACETE, PEGOU MAIS UMA BOA QUANTIDADE E PASSOU NA BUCETA DE CRISTINA, ACHO QUE ELE NEM PRECISAVA FAZER, POIS SEUS DEDOS FICARAM PEGAJOSO DO SEU LIQUIDO VAGINAL, FICOU PINCELANDO O CACETÃO NA ENTRADA DA SUA BUCETA, ELA NÃO PARAVA DE FALAR, NÃO FAZ ISSO VOZINHO, ENFIA, NÃO JUDIA DA SUA NETINHA, VEM,, VEM QUERO VOCE ATOLADO
NA MINHA BUCETA, ENFIA, VEM,VEM, ELE ECAIXOU E FOI ENFIANDO, A BUCETA DELA TÃO UMEDECIDA, QUE O CACETÃO FOI DESAPARECENDO, QUANDO ENTROU A METADE, ELA CRUZOU SUAS PERNAS EM SUA CINTURA, AGARROU ELE POR DEBAIXO DO SEUS BRAÇOS E GRITOU, BOTA TUDO, AIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, UIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, QUE DELICIA, SOCA VOZINHO, MATA MEU DESEJO, UUIIIIIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIIIIIIIIII, VOVÔ DEIXOU SEU CORPO ARRIAR, AI VI SEU CARALHÃO ENTRAR TODINHO, ELA MORDEU SEU OMBRO, COM TANTA FORÇA QUE ELE GEMEU, COMESSOU O VAI E VEM, O CACETÃO ENTRAVA E SAIA, ELA GRITAVA COMO LOUCA, SOQUEI DOIS DEDOS NA BUCETA, ERA DEMAIS ASSISTI AQUELA FODA, COMESSEI A ENFIAR E TIRAR, EU QUERIA MAIS, ENTÃO FECHEI A MÃO EM CONCHA E SOQUEI O QUATRO DEDOS ATE TOPAR NO POLEGAR, PELA PRIMEIRA VÊS EU ENFIAVA A MÃO INTEIRA NA BUCETA, FIQUEI ESTASIADA, MINHA VONTADE ERA ENFIAR A MÃO INTEIRA COM O BRAÇO, MAIS NÃO TINHA COMO EU ESTAVA EM PÉ, ENTÃO TIREI A MÃO DA BUCETA TODA MOLHADA COM MEU MEL, RESOLVI SAIR DALI DIRETO PRA CASA DO JOAQUIM, QUASE CORRI PARA SUA CASA EM PASSOS LARGOS, QUANDO CHEGUEI ELE ESTAVA SENTADO NUMA CADEIRA DE CABEÇA BAIXA, ACHO QUE IAMGINANDO DE QUE EU NÃO IA LHE PROCURAR, QUANDO ELE ME VIU ABRIU UM SORRISO ENORME, ABRIU OS BRAÇOS E FALOU VA ENTRANDO, QUE BOM QUE VOCE VEIO, CADE SEU RUI JA DORMIU, FALEI QUE NADA, ESTA FUDENDO A CRISTINA, ACHO QUE VAI FICAR A NOITE TODA, VEIO EM MINHA DIREÇÃO E ME ABRAÇOU, EU ME SENTIA UMA CRIANÇINHA JUNTO DELE PELO SEU TAMANHO, ELE ESTAVA USANDO UMA CAMISETA REGATA E UMA BERMUDA QUE IA ATE OS JOELHOS, AO ME ABRAÇAR A ELE SENTI O VOLUME DO SEU CACETE, DENTRO DA ROUPA, FIQUEI PRECIONADO MEU MEU CORPO AO DELEPOR SER BAIXINHA SEU CACETE PRECIONAVA MINHA BARRIGA NA ALTURA DO UMBIGO, MEU CORAÇÃO FOI SE ACELERANDO, ME DANDO UMA TREMURA NAS PERNAS. ELE PERCEBEU E PERGUNTOU SE EU QUERIA SENTAR, FALEI QUE SIM, ELE SE SENTOU E PEDIU PARA EU SENTAR EM SEU COLO, SENTEI DE FRENTE PRA ELE, ADMIREI SEUS BRAÇOS FORTES E OMBRO LARGO, MASSAGIEI SUAS COSTAS, ELE ME ABRAÇO, FIQUEI ABRAÇADA A ELE COMO UM BEBÊ ENCOSTANDO MINHA CABEÇA EM SEU OMBRO, AGORA DAVA PRA SENTIR QUE SEU CACETE ESTAVA MAIS DURO. EU CONTINUAVA AINDA VESTINDO A CALÇA DE MOLETON, ELE LEVOU SUAS MÃOS A MEUS PEITINHO QUE DE TÃO DUROS PARECIA QUERER FURAR A BLUSA, FICOU MASSAGENDO OS BIQUINHOS DOS PEITOS ENTRES SEUS DEDOS LONGOS, GEMI, HANNNN, HAANNNN, ELE PAROU, PERGUNTOU SE ESTAVA DOENDO, LHE DISSE NÃO TA GOSTOSO, CONTINUA, MAIS, MAIS, ELE AGORA FOI SUSPENDENDO A BLUSA, SUSPENDI OS BRAÇOS PARA FACILITAR A RETIRADA, AO VER MEUS PEITINHOS ELE EXCLÇAMOU, QUE LINDOS, SEUS BIQUINHOS DOURADOS, QUE LINDOS, AO TIRAR A BLUSA ELE DIRIGIU SUA BOCA A UM DOS PEITOS, POR SEREM PEQUENOS COLOCOU INTEIRO NA BOCA, DAVA CHUPADAS QUE O PEITO DESAPARECIA INTEIROEM SUA BOCA, COMESSEI A REBOLAR SOBRE SEU PAU, SUBIA E DESCIA, ELE ACOMPANHAVA MEU MOVIMENTO SEU SOLTAR MEU PEITO, COMESSEI A TREMER COMO VARA VERDE, QUERIA VER SEU CAETE LIVRE DAS ROUPAS, ENTÃO LHE DISSE, QUERO SEU CACETE, ELE ESTAVA DURO QUE PARECIA QUERER SAIR PELA PERNA DA BERMUDA, ELE PEDIU PARA EU SAIR DE DE CIMA DE SUAS COXAS, ME LEVANTEI, SENTINDO AS PERNAS BAMBAS DE TANTO DESEJO, ELE SOLTOU O BOTÃO DA BERMUDA, BAIXOU O ZIPPER, AO FAZER ISSO PERCEBI DE QUE ELE ESTAVA SEM CUECAS, SEU MEMBRO ERA REALEMENTE MUITO GROSSO NA BASE DO SEU CACETE, ERGUEU A BUNDA DA CADEIRA E PEDIU PARA EU TIRAR SUA BERMUDA, ME AJOELHEI E FUI PUCHANDO SUA BERMUDA, NA MEDIDA QUE A BERMUDA IA DESCENDO SEU CACETE IA APARECENDO, EU ESTAVA ABISMADA COM O TAMANHO DO SEU CACETE, QUE NÃO TERMINA DE SAIR DA BERMUDA, SO AO BAIXAR ATE OS JOELHOS E QUE LIVREI SEU CACETÃO, EXCLAMEI NOSSA ISSO NÃO EXISTE, VOCE ATE PARECE O CAVALO QUE COBRIA A EGUA OUTRO DIA, A CABEÇONA DO SEU CACETE ERA ENORME, TINHA A DIMENSÃO DE UMA COCA COLA DE 500ML, PASSEI A MÃO DE CIMA A BAIXO, PARA SENTIR TODO SEU CARALHÃO, DE TÃO GRANDE ELE NÃO FICAVA LEVANTADO, SEGUREI AO MEIO DAQUELA ANACONDA HUMANA E LEVEI A BOCA, NÃO TINHA XEIRO DE PAU MAU LAVADO, O CAIPIRA SABIA COMO SE LIMPAR, COLOQUEI NA BOCA, ELE ESTIROU AS PERNAS NUM SINAL DE QUE GOSTAVA DE SER CHUPADO, CONSEGUI ABOCANHAR NADA MAIS QUE UNS 6CM, ERA MUITO CACETE PRA MINHA BOQUINHA, FIQUEI SUGANDO INDO E VINDO, ATE QUE SENTI A NECESSIDADE DE ENFIAR AQUYELE MONSTRO NA BUCETA, PENSEI SE VOVÔ ENFIOU SEU CACETE INTEIRO NA MINHA BUCETA, EU PELO MENOS IRIA AGUENTAR A MATEDA DAQUELE CACETÃO, ENTÃO FIQUEI DE PÉ, E FUI ABAIXANDO MEU MOLETON, ELE NÃO TIRAVA OS OLHOS DE MIM, BAIXEI O MOLETON COM CALÇINHA E TUDO, NÃO QUERIA PERDER TEMPO, ELE AO VER MINHA BUCETINHA CABELUDINHA, OS PENTELHOS LONGOS COBRIA A ENTRADA DA BUCETA ENTÃO ME DISSE, ESTA BUCETINHA PEQUININA CONSEGUIU ENGOLIR O CACETÃO DO SEU RUI, BALANÇEI A CABEÇA AFIRMANDO ELE COMENTOU, SE ME CONTASSE EU NÃO ACREDITARIA, VEREMOS O QUANTO VOCE VAI AGUENTAR DO MEU, SENTI UM FRIO NA BARRICA COM O COMENTARIA DELE, MAIS EU JA ESTAVA ALI, NÃO IRIA DESISTIR LOGO AGORA, ELE PEDIU PARA MIM SE SENTAR NOVANEMTE EM SEU COLO, MAIS EU QUERIA MESMO ERA SENTIR SEU CACETÃO, NA CADEIRA NA IA DAR, PPOIS TINHA MUITO CACETE A MINHA FRENTE, EU NÃO IA CONSEGUIR FICAR A ALTURA DA CABEÇA DO SEU PAU, QUE PELO TAMANHO QUASE CHEGAVA A SEU QUEIXO, A CASA ERA PEQUENA, APENAS SALA E BANHEIRO, ONDE TINHA UMA CAMA DE SOLTEIRO, PEDI PARA ELE, VAMOS PARA A CAMA, ELE SE LEVANTOU, ME COLOCOU NOS BRAÇOS, PARECIA QUE EU NÃO TINHA PESO ALGUM, ME LEVOU ATE A CAMA, ME SEGUREI A SEU PESCOÇO, ELE FOI ME DEITANDO DE LEVE EVEIO POR CIMA DE MIM, FICOU SENTADO SOBRE MINHA COXAS, SEU PAU CHEGOU A ALTURA DOS MEUS PEITINHOS, COM UMA DAS MÃOS ELE ALISOU MINHA BUCETINHA, FICOU MASSAGEANDO O DEDÃO MEDIO NA ENTRADA DA MINHA BUCETA, TENTEI LEVANTAR O CORPO, AMIS ELE MUITO PESADO NÃO CONSEGUI ME ELEVAR, LEVANTEI UM POUCO A CABEÇA DO TRAVESSEIRO E ABOCANHEI SEU CACETE, O CONTATO DA MINHA BOCA, FEZ QUE ELE ENFIASSE O DEDÃO EM MINHA BUCETINHA, SEU DEDO PARECIA UM CACETINHO PEQUENO. ESTIREI MEU BRAÇO PARA ACARCIAR SEUS CULHOES, ENTÃO PERCEBI QUE SEU CACETÃO ERA DO TAMANHO MEU ANTE BRAÇO, AGORA QUE ELE ESTA MAIS ERECTO TINHA FICADO MAIS GROSSO, ENTÃO PENSSEI, NÃO VAI SER FACIL AGUENTAR ESTE CAVALO, AO TOCAR SEUS CULHÕES ERAM GRANDES COM LIMÕES TAITY, ELE SO RESPIRAVA, MEU QUEIXO JA ESTAVA DOENDO PELO ESPEÇURA DA CABEÇONA DO SEU CACETÃO, TIREI O PAU DA BOCA PARA DESCANÇAR, ENTÃO PEDI PARA ELE SE DEITAR COMIGO, POIS EU QUERIA CAVALGAR SEU CACETÃO, ELE DEITOU EU SUBI EM CIMA DELE, ENCAIXEI O CACETÃO ENTRE AS COXAS, E COMESSEI A ME MOVIMENTAR PRA FRENTE PRA TRAZ, ERA MARAVILHOSO AQUELE MONSTRO SENDO ALIZADO PELA MINHA BUCETA, QUE DE TÃO MOLHADA, DEIXAVA ELE TODO MOLHADO, PARECIA QUE TINHA UMA CACIMBA DAGUA DENTRO DE MIM, PARA DERRAMAR TANTO LIQUIDO, ME CURVEI SOBRE ELE, AGORA EU QUERIA LHE BEIJAR, FUI SUBINDO O CORPO PARA PODER ALCANÇAR SUA BOCA ELE É GRANDÃO, NOS BEIJAMOS, SUA BOCA ERA XEIROSA E DOCE, NOSSAS LINGAS SE ENCONTRARAM E FICAMOS MASSAGEANDO O CEU DE NOSSAS BOCAS, FICAMOS NOS BEIJANDO POR UM BOM TEMPO, FAZIA TEMPO QUE NÃO BEIJAVA ALGUEM COM TANTA VOLUMPIA, FOMOS NOS SOLTANDO DO BEIJO, ENTÃO FALEI QUE QUERIA ENFIAR SEU CACETÃO EM MINHA BUCETA, ELE ME DISSE VOCE MANDA, MENINA BONITA, MOSTRE O QUANTO GOSTA DE PICA GRANDE, JA QUE VOCE FUDEU COM SEU AVÔ, SI QUE VAI GOSTAR DE FUDER COMIGO, ERGUI O CORPÓ QUASE ENCOSTANDO MINHA BUCETA EM SUA BOCA, SEGUEI SEU CACETÃO E FIQUEI PINCELANDO, INDO DO CUZINHO ATE A ENTRADA DA BUCETINHA, MINHAS PERNAS JA TREMIAM DE ANSIEDADE PELA PENETRAÇÃO, ENTÃO ENCAIXEI A AQUELA CABEÇONA NA ENTRADA DA BUCETA, SENTI QUE NÃO IA SER FACIL ELA ENTRAR, FUI EMPURRANDO O CORPO PARA TRAZ ATE QUE A CABEÇONA ACOPLOU, SENTI MINHA BUCETINHASE ALARGOU, DOEU UM POUQUINHO GEMI, HAANNNNNN, HAANNNNN, FIQUEI PARADA ELE ALIZAVA MINHAS COXAS INDO ATE MINHA BUNDINHA, A DORZINHA DIMINUIU, ENTÃO EMPURREI O CORPO NOVAMENTE PARA TRAZ, A CABEÇONA AGORA ENTROU, FUI DESCENDO ATE QUE SENTI MINHA BUCETINHA SE ALARGANDO, PAREI NOVAMENTE, AGORA JA NÃO SENTIA DOER, APENAS QUE TINHA PREENCHIDO MINHA BUCETA, COMESSEI A ME MOVER DEVAGARINHO, NÃO INDO ALE, DO QUE TINHA ENTRADO, COMESSEI A DAR GRITINHOS BAIXINHOS DE UIIIIIIII, UUIIIII,, ME DEBUSEI SOBRE ELE, NO
S BEIJAMOS NOVAMENTE, EU QUERIA APROVEITAR CADA SEGUNDO DAQUELA FODA, ELE COM MÃO ALIZAVA MEU CABELO, COM A OUTRA ALEZAVA MINHA BUNDINHA, LEVANDO O DEDO A MEU CUZINHO, AO FAZER ISSO MEU CORPO EXTRECEU JOGUEI O CORPO PARA TRAZ, ELE NA MESMA HORA DEU UMA EMPURRADA, AI SEU PAU ENTROU COM VONTADE, GRITEIIIIIII AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ACHO QUE CRISTINA DEVE TER OUVIDO MEU GRITO, SENTI QUE SEU PAUZÃO TINHA AVANÇADO MUITO, POIS ENTI ALGO TOPAR DENTRO DE MIM, LEVEI A MÃO PARA TRAZ, PARA CONFERIR O QUANTO TINHA ENTRADO, CONSTATEI QUE FALTAVA AINDO MUITO DE FORA, AGORA QUE SEU TINHA ENTRADO9 BASTANTE EU SENTIA QUE ESTAVA ENTUPIDA, PARAMAOS UM POUCO ATE QUE ME ACOSTUMEI COM TAMANHA INVASÃO, COLOQUEI MINHA MÃO EU SEU PEITO E COMESSEI A ME MOVIMENTAR INDO E VINDO, O PRAZER AGORA ERA INDESCRITIVEL. SE FUDER COM VOVÔ ERA DELICIOSO AGORA EU ESTAV NO PARAIZO EM CARNE E OSSO, EU SUBIA E DESCIA, QUERIA MAIS DO QUE NUNCA ENCOSTAR MEUS PENTELHOS AOS DELES, MAIS ERA IMPOSSIVEL, EU NUNCA IA CONSEGUIR ENFIAR TODO SEU CARALHÃO NA MINHA PEQUINA BUCETINHA, ENTÃO APROVEITEI NO QUE PODIA, PRECIONAVA O CORPO PARA BAIXO ATE SENTIR SEU CACETÃO TOPAR EM MEU COLO UTERINO, COMESSEI A SENTEI QUE MEU GOZO ESTA SE APROXIMANDO, MEU GRITOS FORA ALMENTANDO, GRITAVA AI MEU CAVALINHO VOU MORRER NESTA PICONA, ESFOLA SUA EGUINHA, NÃO TENHA PENA, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIIIIIIIAINDA FALTA ENTRAR MUITO, NÃO CONSIGO, TA TOPANDO AQUI DENTRO HHOOOOOOOOOOOOOOOOO, HHOOOOOOOOOOOOOOOOO, MEU DEUS, QUE FODA, NUNCA IAMGINEI QUE ALGEUM PUDESSE, SUPERAR O VOVÔ, OOIIIIII, UUUIIIIIIIIIIIIIIIIIII, VOU GOZAR , QUERO TUDO, ELE TAMBEM TENTAVA AJUDAR, MEU SUBIA JUNTO COM O DELE,, AGORA ELE TINHA ENFIADO O DEDÃO MEU CUZINHO, ISSO ALMENTOU MEU DESEJO, MEU GOZO ESTA CHEGANDO EU GRITAVA SEM PARAR, AAIIIIIIIIIIII, AAAIIIIIIIIIIIII, VEM MEU CAVALO, GOZA COMIGO, DEIXA EU SENTIR SUA PORRA DENTRO DE MIM, DEI UM GRITO UUUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, E QUASE DESMAEI, NUNCA TINHA GOZADO TANDO, FIQUEI ABRAÇADA A ELE OFEGANTE, SO ENTÃO PERCEBI QUE SEU CACETÃO CONTINUAVA DANDO IMPULSO DENTRO DA BUCETA, ENTÃO LHE PERGUNTEI, VOCE NÃO GOZOU, ELE DISSE AINDA NÃO, NÃO TENHO PRESSA, NÃO E TODO DIA QUE TENHO UMA PEQUENA TÃO GOSTOSA COMO VOCE, O MELHOR DE TUDO E QUE VOCE GOSTA DE PICONA, AGORA QUERO QUE VOCE FIQUE DE QUATRO, QUE LHE COMER POR TRAZ, ENTÃO FUI SAINDO DE CIMA DELE, PRECISEI ERGUER MEU CORPO NOVAMENTE ATE A SUA BOCA, AO SAIR SEU CACETÃO TINHA A AMRCA DE QUANTO TINHA ENTRADO EM MINHA, DEVIA TER ENTRADO UNS 30 CM, ERA INAQUEDRITAVEL QUE EU TÃO PEQUENA TENHA CONSEGUIDO ENFIAR QUASE AQUELE CACETÃO INTEIRO, EM ESPECIAL A SUA GROSSURA, ELE E BEM MAIS GROSSO DO QUE O DE VOVÔ, ESTAVA FELIZ POR TER AGASALHADO TANTO CARALHO, ENTÃO ME AJOELHEI NA CAMA, ENCOSTANDO A CABEÇA NO TRAVESSEIRO, ELE VEIO TRAZ, PINCELOU SEU CACETÃO NA MINHA BUCETINHA QUE AGORA ESTAVA SUPER LUBRIFICADA, ENCONTOU A MANJARRA NA ENTRADA DA BUCETA E FOI ENFIANDO, EU SO SENTIA AS PAREDES DA BUCETA SENDO ALARGADA NOVAMENTE, EU COMESSOU A SE MOVIMENTAR, ENFIAVA E TIRAVA ATE QUASE O CARALHÃO SAIR, DEPOIS ENFIAVA, OLHEI POR ENTRE AS COXAS E PERCEBIA QUE SEUS CULHOES ESTAVA PERTO DA MINHA BUCETA, CADA SOCADA QUE ELE DAVA, MAIS EU SENTIA O CONTATO DAS SUAS COXAS NAS MINHAS MINHAS ENTÃO PERCEBI DE QUE ELE ESTAVA ENFIANDO O MAXIMO DO SEU CACETÃO PRA DENTRO DE MIM, ESTA VISÃO ME AGUÇOU PARA UM NOVO ORGASMO, EU REMEXIA O CORPO INDO DE ENCONTRO AO DELE, NISSO COMESSEI A SENTIR O INICIO DE UMA NOVA GOZADA, COMESSEI A GRITAR, AI MEU DEUS, QUE LOUCURA, VOU GOZAR DE NOVO AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII OOIIIIIIIIIIIIIIIIELE BOMBAVA COM FURIA, CADA SOCADA MEU CORPO SE LEVANTAVA DA CAMA, ENTALADA EM SEU CACETÃO, GRITEEIIIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIIIIIIIIITO GOZANDO VEM, VEM, ME ARROMBA, ME LASCA, UUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, OOIIIIIIIIIIIIIIIBOTA MAIS, MAIS, MAIS, JA NÃO SENTIA, NENHUM CONTATO POR DENTRO, PARECIA QUE EU ESTAVA ANESTISIADA, NISSO ELE DEU UM URROOOOO FORTE E ME PUXOU COM FORÇA PEÇOS QUADRIS, NESTA HORA EU GOZEIIII, SEU CORPO ENCOSTOU AO MEU, ELE TINHA ENFIADO TUDINHO, DEU MAIS UMAS SOCADAS E GOZOU, SEU PAU TREMULA DENTRO DE MIM, PARECIA UM VIBRADOR, FUI ENCLINANDO MEU CORPO PARA FRENTE, POIS MINHAS PERNAS TINHA PERDIDO AS FORÇAS, ELE VEIO JUNTO, DEIXANDO SEU CACETÃO ENTERRADO ATE AS BOLAS, FICAMOS AGARRADOS POR UM BOM TEMPO, FICAR ALI COM AQUELE CACETÃO ENTERRADO ERA TUDO QUE EU QUERIA, SENTI QUE SEU PAU ESTAVA PERDENDO A RESISTENCIA, ENTÃO FOI SE VIRANDO PARA O LADO LEVANDO JUNTO SEU CACETÃO QUE PARACIAUM MANGOTE SAINDO DE DENTRO DE MIM, FICOU DE LADO PARA, DE FORMA QUE EU PODIA SEU PAUZÃO TODO MELADO DE NOSSAS PORRAS, COM FILETE DE SANGUE QUE DA CABEÇONA DO CACETE ATE A METADE DO SEU PAU, ENTÃO LHE FALEI ACHO QUE VOCE ME MACHUCOU OLHA O SANGUE, ELE ENTÃO ME DISSE, NUNCA UMA MULHER DEIXOU EU ENFIAR ATE O TALO, COMO VOU FAZER PARA DAR CONTINUIDADE, ESTOU IMPRECIONADO COM VOCE, QUERO VOCE SEMPRE, LÇHE BEIJEI E FALEI, SEMPRE QUE PUDER VOU VIR AQUI, NÃO E TODO DIA QUE ENCONTRO UM CACETE CAVALAR COMO O SEU, POR HOJE TERMINO, VOU PRA CASA DO VOVÔ ACHO QUE ELE E CRISTINA JA FORAM DORMIR, ESTE SÃO JOÃO VAI FICAR NA HISTORIA, ATE BREVE, BEIJOS………………………..TCHAU

Minha morena gostosa deu pra dois

Meu nome é Roberto, tenho 20 anos, e estou namorando à 1 ano e meio, com uma menina muito linda chamada Hayane, e aqui, vou contar uma história que aconteceu com a gente.Minha namorada é perfeita, não existe mulher no mundo igual ela Tem 19 anos, corpo perfeito, peitos grandes, sorriso lindo, morena, cabelos longos, pretos e uma bunda que deixe qualquer homem louco. Além disso, ela é muito certinha, e por isso confio bastante nela. Para manter a forma, ela costuma ir a academia diariamente, e por isso, a cada dia, ela fica mais gostosa e atraente.Há algumas semanas atrás ela me contou que percebeu dois meninos que não tiravam os olhos da bunda dela enquanto ela fazia agachamento. Ela vai com uma roupa bem agarradinha, e um decote aberto, deixando os peitos no limite da blusa. E com certeza, esse era o motivo pelo qual esses dois meninos, não paravam de olhar para ela, enquanto ela fazia a serie. Mas como é certinha, fingiu que nem percebeu, e continuou normalmente.Dois dias depois ela voltou para academia para mais um dia de exercícios, dessa vez, ela estava com uma blusa mais ousada ainda. Usando sainha de academia rosa, e uma blusinha branca sem manga, onde ficavam a mostras toda a lateral dos peitos, estava linda e gostosa. Quando estava no segundo aparelho do dia, ela percebeu que os dois meninos estavam novamente la, e olhando pra ela com mais tesão ainda, praticamente comendo com os olhos. Ela não sabia o que fazer, embora eativease com vergonha se sentiu muito desejada ao ver eles olharem da quele jeito para ela, e mesmo com um pouco de remorso, percebeu que sua calcinha já estava bem molhada. Completamente? excitada e constrangida, continuou a fazer seu exercício, implorando para que nenhum dos dois tivesse percebido sua reação. Após completar aquela serie de exercícios, ela iria para o próximo aparelho, porém um daqueles dois meninos estava utilizando, então, ela aguardou, ficando na frente, até ele terminar. Enquanto fazia toda a serie, o garoto fazia questão de olhar pra ela com cara de desejo, ela, reprimida, olhava a cada minuto pra saber se ele ainda olhava daquele para ela ou se já estava acabando. Derrepente, aconteceu o que mais a deixou transtornada. Ao olhar para o menino fazendo exercícios, em sua frente, a poucos metros de distância, sem camisa e com um shots preto muito curto, percebeu claramente seu pau excitado. Duro, latejando, explodindo de tesão e praticamente saindo daquele shots tão curto. Sua cara não escondia, ele estava louco para partir em cima da Hayane e esfregar seu pau na bunda dela. Ela percebia essa vontade? dele, e sem saber como, retribuiu o olhar para ele. Na hora já veio o arrependimento, ela abandonou a idéia de ter ficado na frente do equipamento esperando ele acabar. Foi para o outro lada da academia, tomar uma água, para quem sabe conseguir se acalmar, e esquecer o que havia acontecido. Mal tinha dado o primeiro gole, o outro menino, que sempre o acompanhava se aproximou dela e começou a puxar assunto. Depois de uns minutinhos já se apresentou. Falou que se chamava Leonardo, e que todos os dias vinha a academia com seu primo, Vinícius. Sentaram, os três, um pouco pra descansar e tomar alguma coisa, e mesmo sem ela querer, começaram a conversar. Falaram sobre onde estudavam, onde moravam e quanto tempo já estavam fazendo a academia. Os meninos elogiaram ela, fizendo que tofa aquele esforço edtava valendo a pena, porque ela estava uma delicia.Depois de alguma conversa, a Hayane, contou o lugar onde morava, e que trabalhava em um buffet bem famoso da cidade, que inclusive fica a poucos quarteirões de sua casa. Ela não mencionou o fato de estar comprometida. Na hora, um dos meninos, O Vinícius, mostrou certo interesse, e começou a perguntar se ela iria trabalhar no sábado no período da noite, pois ele teria uma festa no mesmo buffet às 9h. Logo, já veio a mente dela aquela cena que acontece poucos minutos atrás, o mesmo menimo que estava doido para fuder com ela, iria estar em seu buffet no período da noite, no mesmo horario em que ela costuma ficar livre do Trabalho. Não, ela nao iria fazer aquilo, ela sabe como eu gosto de saber que ela é desejada por outros homens, e como seu corpo deixa os outros doidos, mas se encontrar com outro cara, é outra coisa. Quando ela chegou em casa, a primeira coisa foi me ligar, e contar tudo que tinha acontecido na academia, e do convite que tinha recebido do Vinícius. Aquilo me provocou demais, e me deixou extremamente excitado. Como eu não poderia passar aquela noite com ela, disse que era pra ela fazer o que sentisse vontade, desde que ela me contasse depois. Mas só pelo jeito como ela me contou, sabia que ela estava doidinha para ficar com ele. Em nossas conversas mais íntimas, ela já tinha me contado que fantasiva transando com outro homem quando se masturbava sozinha. Sabado chegou, e ela foi para o buffet, se arrumou, ficou linda, gostosa e cheirosa. Foi preparada sabendo que ia encontrar com o Vinícius. Roupa apertada e um monte de besteiras na cabeça, que já a deixavam mole só de pensar. As 10 horas, quando já tinham começado a festa, ela recebeu uma mensagem do celular. Era dele. Nervosa e apreensiva, ela leu, e dizia me encontre no balão, e frente ao buffet, em 10 minutos. Olhou mais uma vez no espelho pra ver se estava gostosa, e foi. Quando chegou na rua, já conseguia ver ele de longe. Em pé, procurando saber de que portão ela sairia. Ao se aproximar, mal deu tempo para conversa. Agarrou e a beijou de um jeito, que ela não teve reação a não ser o prazer de se sentir encostando em sua ppk, aquele pau com que tanto sonhou semanas atras. O beijo foi ficando mais intenso e quente, e a cada instante ela sentia sua buceta ficar mais molhada e com desejo de ser tocada. Sem pensar duas vezes, ela arrastou a mão de Vinícius para dentro de sua saia, não havia calcinha nenhuma ali. Estava enxarcada, e os dedos dele iam deslizando e entrando sem nenhuma dificuldade. Com a outra mão, ele precionava o corpo dela contra o seu, fazendo com que ela gemesse a cada movimento mais intenso. Ela não estava mais aguentando de tesão, demorou semanas pra aquilo acontecer, ela nao podia mais esperar. Sem ter certeza do que estava fazendo ela enfiou a mão dentro de sua cueca, e finalmente sentiu seu pau. Estava mais excitado ainda, do que no dia da academia. Nunca achou que seria capaz de fazer aquilo?, mas aquele desejo estava dominando ela. Segurou bem forte o pau dele e começou masturbar ali mesmo, no meio da rua, enfrente ao buffet. Sentia que o pau dele crescia em sua mão, a cada movimento que ela fazia, ele ficava maior, e mais gostoso. No mesmo instante, o celular de Vinícius começa a tocar, e eles foram impedidos de continuar. Era Leonardo, primo de Vinícius. Queria saber onde estava Vinícius, e por que tinha saído da festa sem avisar. Vinícius contou onde estava, então Leonardo foi rapidamente encontrar os dois. A Hayane sabia que aquilo não podia continuar ali, entao chamou os meninos para irem para sua casa, que era ao lado, e estava vazia, já que seus pais tinham ido trabalhar naquela noite. Hayane e Vinícius subiram a rua toda se pegando, Leonardo foi só olhando, já imaginando o que poderia acontecer na casa dela. Chegando em casa, ela abriu pra eles, e antes de entrar um cochichou algo no ouvido do outro, como se estivessem combinando algo. Ao entrarem em casa, a primeira atitude que os dois tomaram foi de tirar a camisa. Ao mesmo tempo. Isso a deixou meio assustada. Os dois meninos que não paravam de comê-la com os olhos na academia, estavam com ela, sozinhos em casa. Fortes por causa da academia, Hayane desejou ter os dois para ela como sempre desejou, mas nunca tinha conseguido, mas ficou ali, parada, paralisada com medo e tesão ao mesmo tempo. Vinícius apagou a luz, e foi se aproximando da Hayane , e segurando a cintura com calma e com carinho. Abaixou alguns centimetros pra beijá-la e começar novamente o que tinham começado em frente ao buffet. Leonardo foi por trás, e sem ela ver, beijava seu pescoço e a encoxava por trás. C
om isso ela já nao conseguia mais negar nada. Nao sabia mais quem era quem. Seus movimentos pareciam entregues aos meninos, e foram eles que a fizeram gozar naquela noite. Depois de alguns beijo, Vinícius começou a ficar duro novamente, e a Hayane sentiu isso. Louca de desejo novamente, percebeu que agora, até seu vestido estava molhado. A mão dos dois começava a contornar seu corpo, e sua buceta enxercada, já começava a escorrer por fora. Devagar, os meninos foram tirando a roupa dela, até que ficasse completamente pelada, na sala de casa, os meninos já a colocaram de joelho, fazendo a abaixar. Ela já sabia exatamente o que iriam fazer, rapidamente, já abaixaram suas calças ficaram expostos pra elas, completamente pelados. Absolutamente sem vergonha alguma, segurou firme no pau de Leonardo, e de primeira, já colocou o pau de Vinícius em sua boca, e começou a chupar com muita vontade. O rosto de Vinícius se contorcia, e o que ele mais desejava na academia, enfim, estava acontecendo. Batia com vontade para Leonardo, enquanto ficou quase 10 minutos chupando Vinícius. Quando estava com a boca cansada ja, Leonardo chegou perto do seu rosto, e esfregou o pinto em seu rosto. Ela olhava com tesão, com cara de safada, e olhar dois paus enerme em sua frente, só para ela. Depois de chupar os dois e ficar cansada. Ela sentou um pouco no sofá, mandou os dois sentarem no chão da sala. Estava de esmalte vermelho, com com as penas bem abertas mandou aue eles começassem a chupar seus pezinhos. Doida para ser penetrada ela começou a esfregar sua bucetinha, e conforme eles chupavam seu pezinho e ela se masturbava, ela gemia cada vez mais alto. Nessa hora, ela já estava começando a mandar na transa. E os dois obedeciam tudo a que ela mandava. Puxou o Vinicius pelo cabelo direcionou a cabeça dele ele sua pernas, e mandou chupar tudo. Leonardo também veio. Começou a mamar seus peitos loucamente. Nunca tinha visto peitos tão gostosos, se esfregava neles. A Hayane fora de si, segurava com as unhas nas costas Vinícius, mandando ele enfiar o os dedos bem fundo na sua buceta. Leonardo levantou, e falou para eles irem para a cozinha, onde tinha um pouco mais de luz. Vinícius entao puxou ela pelo braço, e sem ela ter nem como responder, já estava de brusso na pia da cozinha, com as mãos na parede, completamente rendida, Vinícius, que enfiou seu pau dentro dela, nesse momento, ela foi para o ceu. Não conseguia nem falar direito, apenas gritar alto para ele continuar metendo nela, rápido e bem fundo. Leonardo ficou de um jeito com que ela poderia ser fodida por Vinicius, e ainda chupar seu pau. Ficaram por tempos assim, até eles irem finalmente? pro quarto. Em cima da cama, revesavam para ver quem iria comer ela. Enquanto Leonardo ficava deitado, Hayane quicava a sua bunda em cima dele, enquanto Vinicios esfregava o pau e o saco na cara dela. Estava lisinho, do jeito que ela gosta. Por isso, ela fazia questão de engolir tudo. Ela já tinha tido o primeiro orgasmo, mas aquilo tudo estava tão bom, que a continuava quicando e revezando no pinto deles. Antes tem os dois gozassem ela ainda pediu para fazer mais uma posição. Ficou deitada na cama com a bariga enconstada no colchão, com aquela bunda linda pra cima. Pediu para Vinícius comer ela daquele jeito, e ele comeu. E ela só gemia e dizia vai Vinícius, me come, isso está tão bom, continua comendo sua safada. Vinícius aguentou sem gozar até ela ter o segundo orgasmo, gritou feito loca. E bem na hora do orgasmo, como de costume, segurou Leonardo pelo cabelo e puxou para perto dela. Os meninos não estavam mais aguentando, e previsavam gozar. E ela sabia o que precisava fazer. Ajoelhou rápido e começou a bater bater para os dois. Um pau em cada mao, de boca aberta, e com língua de fora, pronta, e esperando os dois gozarem, em sua carinha de pricesa. Batia rapido enquanto admirava os gemidos e as expressões dos dois meninos. Rapidamente gozam nela, deixando toda cheia de leite, na boca, no rosto e nos peitos. Ela estava doida. Não conseguia entender tudo que tinha acabado de acontecer. Não sabia de onde ela teve coragem de realizar todas aquelas fantasias. Se despediu dos meninos, com um abraço quente e um beijinho na boca. Ao sair, Vinícius soprou no ouvido dela, te vejo na academia segunda, e olhou pra ela com cara de safado, que ela soube retribuir. Ela entou, e foi direto mandar mensagem para mim. Gostaria de saber como ela estava, se tinham cuidado? dela, tratado ela com carinho, e deixado ela com muito tesão. Para minha felicidade, ela disse que sim. Antes de limpar tudo que tinham feito com seu rosto, ela tirou foto, e me enviou. Ela sabe que eu fico doido de saber que algum cara fez isso com ela. E naquela noite não conseguia, ficava vidrado em pensar em como tinha sido aquela noite dela. Precisei me masturbar duas vezes olhando aquelas fotos que ela me mandou, pra poder, ter algum sono.

REALIZEI O SONHO DE MINHA PRIMA. DAR PRA DOIS

Vou começar falando como é minha prima, seu nome é Rafaela, tem 1,72 de altura, loira, uma bundinha empinadinha, e aqueles peitinhos médios bem durinhos, 18 aninhos de idade. Depois que eu tirei a cabacinha dela (no conto “TIRANDO O CABAÇO DE MINHA PRIMINHA” confira como foi), descobri que a vagabunda tinha gostado muito de ser fudida e certo dia quando estávamos transando, Rafaela acabou me contando que tinha um sonho erótico, e que era transar com dois homens ao mesmo tempo, então contei pra ela que também tinha um sonho erótico, que era transar com ela e sua irmã Daniela juntas. Ficamos um tempão conversando (depois que eu já havia fudido a sua xaninha e cuzinho), e disse a ela que ia convidar um amigo meu para realizarmos o sonho erótico de Rafaela, mas que em troca, ela teria que convencer a sua irmã a transar comigo. Rafaela concordou me dizendo que se não conseguisse convencer sua irmã ela arrumaria uma amiga que eu já conhecia e que era muito gostosa, e então topei.

bucetinha e cuzinhocasa dos contos de sexofesta de cornoa dona capitulo 7sou casadacasa de contos eróticosminha mulher sem calcinhacomendo cu casadafudendo minha esposabuceta de cavalofotos de garoto de programapegando prostitutascasa dos contos eroticistrepa gostosavovó mamandogay fudendo com cavalosobrinha ninfetacomendo a esposa do vizinhocomedor de casaiscome meu culecy cachorroa vida da gente capitulo 35cunhada seduzindotag de casalcontos eroricos casacachorro lambendo cucunhada seduzindoprimeira vez no swingcasafoscontosputinha do interiordei viagra pro meu namoradoboneca pauzudana boca de quem não prestaesposa so de calcinhabuceta hemafroditamaridos cuckoldbucetinhas e cuzinhostem gente que se acha espertodeus do ebanofoto de cu morenocasa contos eroticosesposa na academiavelho enfiando mortadela no cuexibicionismo esposaesposa mamandocachorro engatou na mulhercachorro goza dentrocontos eróticos cuckoldmacho dando o cu pela primeira vezbuceta de aluguelesposa trepandopastor matou noraconto erótico categoriacontos eróticos de incesto com fotosprimeira surubacomendo o cu da diaristacomendo a colegafudendo a cabritadeu num poste de ruacomendo cu do cavaloo namorado delasua mae aquela gordacomeu a gatinhacasada chupando negaocasa dos contos eroticasadoscontos.com.brcasadas de biquinicoroa na varamaes taradascomendo a madrinha de casamentocoroa na picaminhamulher.cimtesao por pemamae analcasadas no cio contos eroticoscomendo a cabritinhacontos eroticos casacavalo pata peludacomeu cu da maecontos eróticos proibidosexo com a maninhavelho com tesaomeu pai é vaqueirocasa contos eroticomulher transando no aviãocavalo comendo homemputa que me pariudebaixo do lençolmedico pauzudotarados no ônibuscartaz de pregasminha mulher pra outroquebrando o cabacinhocachorro engatou na mulherpegou a irma no flagraa culpa e da bebida