Comi o cu do cavalo gay e a buceta da femea

Bem vou contar a voces oque aconteceu nessa semana comigo moro em uma cidade perto do interior e voces sabe que em interior tem muito bichos de fazenda principalmente soutos que seus donos abandonam, ando muito comeua amigos de bike fazemos trilhas nesses lugares afastados da cidade tomamos banho em rios que encontramos e foi numa dessas viagens que eu vi uma cena magnifica tinha no minimo uns 6 a 7 cavalos e dois estavam transando normal ñ e? Soque a diferença e que os dois eram machos sim um cavalo macho comendo outro com outros cavalos femeas em volta para continuar assistindo a cena falei para meus amigos que tinha um problema na minha bike mais que eles podiam ir na frente pois ñ era muito longe o caminho para casa ja estava escorecendo mais eu estava louco para chegar mais perto daquele cavalo que tinha acabado de ser fodido escondi minha bike no canavial que tinha perto e fui chegando perto dos cavalos com calma nenhum fugiu ou ficou alvorosado acho que nem ligaram pra minha presença entao fui alisando a cabeça do cavalo guanhado sua confiança ate chegar atraz dele tomei cuidado pois ñ sabia qual seria a reaçao do cavalo comigo atras dele mais nada aconteceu entao levantei a calda dele foi quando vi a visao que despertou meu pau um cuzao de cavalo mega ichado mais doque o normal e ainda vazando porra pramim ñ foi a primeira vez que aquele cavalo tinha sido comido eu estava adorando aquele visao entao com um dedo fui metendo dentro do cuzao dele ele nem se movel mais levantou um pouco o rabo parece que tava gostando abaixei minha bermuda e fique batendo punheita com uma mao e a outro metendo o dedo no cu dele mais eu queria mais so que ñ ia conseguir alcançar a bunda dele pra fuder mais logo avistei um troco de arvore a minha sorte e que ele ñ era pesado e deu pra levar perto do cavalo eu ja tava com a rola babando de tesao sobi no tronco fique um pouco mais alto doque o cavalo mais ñ foi problema entao fui posicionando a cabeça da pika na entrada do cu dele o cu dele ainda tava vazando porra do outro cavalo entao ñ prescisei lubrificar fui botando devagar pra ele ñ se assustar claro n sou nenhum cavalo mais tenho um pau grande e bem grosso muito veiudo apropriado pra um cavalo rsrs voltando ele nem se mexia quando cheguei na metade comecei a sentir como era quente aquele cu nossa parecia fogo era a melhor senção que eu podia ter ali metia ate encostar o saco uns 21 a 23 cm de rola como era delicioso aquele cu comecei a bombar e ele mau se mechia com certeza o safado adorava ter seu cu fodido por outro macho fodi muito ele que eu ja estava tirando a pika toda e socando de uma vez mais eu ainda nao queria gozar tava delicioso aquele cu mais eu tambem queria uma buceta entao vi uma femea que tava de costa pra mim tava meii escuro mais eu via que sua buceta estava piscando n deu outra puchei a rola do cu do cavalo e deci do troco foi que eu vi que o cavalo tava com aquela rola enorme batendo em sua barriga levei o tronco atraz da femea eu tinha certeza que ela tava no cio pois ñ ofereceu nenhuma resistencia ja fui socando a rola na buceta dela era menos apertado doque o cu do cavalo mais tambem era muito quente comi muito ela sua buceta n parava de palpitar mais eu estranhei pois o cavalo ficava de pau mole fique pensando ele gostou tando da minha rola no cu? Entao eu louco de tesao voltei pro cavalo mais dessa vez fiquei adimirando o pau dele e ate me deliciei um pouco chupando aquela pika inteira cupei suas bolas ate chegar no seu cu ele dessa vez levantou o rabo com tudo pra cima me posicinei atraz dele mais agora fui enerrando a rola de uma vez comecei a arrombalo como uma cavolo de verdade foi cada estoucada mostra quando escuto um barulho de agua pensei que ele estava mijando mais quando olhei o filho da puta tava gozando como um louco peguei um pouco da sua gozada e lambuzei minha rola quando olhei seu cu tava piscando muito avermelhando de tanta rola mais eu continuei fudendo ele e dessa vez ñ tive como segurar tava tao lubrificado com a pora dele que a atuma estocada que eu dei duel ate meu saco mais eu gozei sem do no cu dele so tirei minha pika mole do cu dele quando tirei veio um pouco de porra e quando eu ja estava botando a bermuta ele abriu um pouco as pernas eu ja sabia que ele ia cagar cheguei bem perto e vi aquela cobiflor empurrando a merda misturado com a gala minha e do outro cavalo passei a mao na cabeça dele peguei minha bike e segui meu caminho ainda fui la mais uma vez na semana e deixei a buceta da egua arrombada.SE VOCE GOSTOU DO CONTO PFVR VOLTE NELE ISSO ME INCETIVARA A COMPARTILHAR MAIS ESPERIECIAS COM VCS

TUDO QUE NÃO FIZ COM MEUS EX MARIDOS FIZ COM ELE

OLÁ PESSOAL SOU A EDNA TENHO 48 ANOS , MORENA MUITO BONITA , PEITOS INVEJÁVEIS , BUNDONA E COXONAS , CABELOS LISOS , LISOS DE CHAPINHA.KKK, EU ESTAVA CASADA MAS CERTO DIA MEU ESPOSO CHEGOU E ME DISSE QUE IRIA EMBORA E FOI MESMO , MORAR NA MESMA RUA COM A MÃE DELE E ME DEIXOU SOZINHA NA CASA , ENTÃO COLOCAMOS NOSSA CASA A VENDA , EU CONTINUEI MINHA VIDA , NÃO QUERIA SABER DE MAIS NINGUÉM POIS MORO EM UMA CIDADE PEQUENA E TODOS CONHECEM TODOS , UM FILHO MEU MORAVA EM UMA OUTRA CIDADE A 100 KM , SENDO ESTA CIDADE GRANDE , ENTÃO EU VINHA DIRETO PARA A CASA DELE , UM CERTO DIA MINHA NORA ME DISSE VOU COLOCAR VC EM UM SITE DE RELACIONAMENTO EU DISSE PARA COM ISSO E ELA FEZ UM PERFIL PRA MIM , CONVERSEI COM MUITOS HOMENS , MAS O QUE ME CHAMOU MAIS ATENÇÃO FOI UM PROFESSOR , POIS CONVERSAMOS POR UM BOM TEMPO E CERTO DIA ELE ME CHAMOU PRA SAIR ENTÃO SAÍMOS E FOMOS ATÉ UM SHOPPING , TOMAMOS CHOPP , DEPOIS ELE DISSE VAMOS ATÉ MINHA CASA E DEPOIS SAÍMOS MAIS UM POUCO EU CLARO FUI , POXA CHEGANDO LÁ , UMA CASA BEM BACANA E FICAMOS POR ALI ELE ME LEVOU PRO QUARTO DELE E LIGOU O AR POIS ESTAVA CALOR , COMEÇOU A ROLAR ALTOS BEIJOS E O TESÃO VAI SUBINDO , ELE COMEÇOU A ME GRUDAR COM VONTADE E TIRARA MINHA BLUSA , ENTÃO EU CEDI POIS ESTAVA NO CALOR DO TESÃO , O SAFADO ME DEIXOU DE FIOZINHO E QUANDO VIU MEUS PEITOS JÁ MAMOU , MAS O QUE DEIXOU ELE LOUCO FOI MINHA ENORME BUNDA MORENA SEM DEFEITOS , POIS ELE ME DEITOU NA CAMA E COMEÇOU A BEIJAR , LAMBER E ENFIAR A LINGUA NO REGO POR CIMA DA MINHA CALCINHA FIO DENTAL , O SAFADO TIROU A ROUPA E O PAU LINDO DO JEITO QUE AS MULHERES AMAM , PAU 18 , NOSSA E AS BOLAS DELE ,NÃO MAMEI POIS NUNCA HAVIA MAMADO UM PAU , ELE ARRANCOU MINHA CALCINHA A CAMA TEM UMA ALTURA MAIOR QUE AS COMUNS , POIS DOI MANDADA FAZER , SOU BAIXINHA ELE ME COLOCOU EM PÉ DE FRENTE PRO COLCHÃO , ME DEBRUÇOU COM OS PEITOS NO COLCHÃO EU FIQUEI COM O CUZINHO E A BUCETA PRA TRÁS ELE CLARO PASSOU GEL E ENFIOU O PAU NA MINHA BUCETA , COLOCOU MEUS DOIS BRAÇOS PARA TRÁS E SEGUROU , EU NUNCA TINHA TREPADO ASSIM , ELE PUXAVA MEUS BRAÇOS PRA TRAS E EMPURRAVA PRA FRENTE ASSIM ELE ME COMIA , O PAU ENTRAVA E VOLTAVA , NUM VAI E VEM DELICIOSO , CONFESSO QUE FODA MARAVILHOSA , ME DEU TANTO TESÃO AQUELA POSIÇÃO QUE EU NÃO AGUENTEI MUITO TEMPO E FALEI VOU GOZAR , ENTÃO ELE ME PUXOU PRA TRÁS QUE O PAU ENTROU TUDO DENTRO DA MINHA BUCETA E ELE FICOU SEGURANDO PUXADOS PRA TRÁS MEUS BRAÇOS , NOSSA GOZEI IGUAL UMA ÉGUA , MAS ELE QUERIA MAIS E QUANDO ELE DISSE QUERO COMER SEU CUZINHO , ME ASSUSTEI FUI CASADA 1 VEZ E MEU MARIDO NÃO COMEU , FUI CASADA A SEGUNDA VEZ E MEU MARIDO NÃO COMEU , MAS EU IMAGINEI DEIXA PRA VER E O CARA LUBRIFICOU BEM MEU CUZINHO E O PAU DELE , NOSSA QUANDO ELE COMEÇOU A ENTERRAR ENTROU A CABEÇA EU GEMIA E FALAVA ESTA DOENDO ,MAS ELE ENFIOU ATÉ A METADE , EU PEDI TIRA , TIRA E ELE FALAVA NOSSA SEU CUZINHO VAI CORTAR MEU PAU , FOI AI QUE ELE GOZOU DENTRO DO MEU CUZINHO , POIS BEM SAI DALI COM UM POUCO DE DOR NO CUZINHO ,MAS ADOREI O CARA ACHEI QUE ELE NEM IA MAIS ME VER , MAS COMECEI A VIR PARA A CASA DELE TODOS OS FINAIS DE SEMANA , DESCOBRI UMA COISA INCRIVEL , FOMOS TRANSAR E EU SENTEI NO PAU DELE , FIQUEI ACOCORADA , SEM COLOCAR OS JOELHOS NA CAMA , COMECEI A SUBIR E DESCER , ADORO GOZAR ASSIM , FOI ENTÃO QUE ELE DISSE QUANDO VC FOR GOZAR VC SENTA ATÉ O PÉ E FICA PARADINHA , ASSIM FIZ CAVALGAVA QUANDO FUI GOZAR SENTEI ATÉ O PÉ DA VARA , O CARA FICOU DOIDO , ELE FALAVA NOSSA GATA DA PRA SENTIR SUA BUCETA CONTRAINDO E SEU CUZINHO PISCANDO , TODAS AS VEZES QUE EU IA NA CASA DELE ELE PEDIA PRA MIM GOZA SENTADA , POIS QUERO SENTIR SUA A BUCETA E O SEU CUZINHO PISCANDO, SEM CONTAR QUE ELE COMEÇOU A COMER MEU CUZINHO QUE OS DOIS EX MARIDOS NÃO COMERAM , TAMBÉM APRENDI A MAMAR ELE , POIS EU NUNCA TINHA MAMADO , QUANDO EU ME ARRUMAVA PRA VIAJAR IR VER ELE A MINHA NORA QUE MOROU NA CIDADE DELE E VEIO PRA MINHA , FALAVA JÁ VAI DAR PRO PROFESSOR NÉ SOGRA , EU FALAVA ME RESPEITA MENINA , MAS ELA SABIA QUE ELE ME COMIA DIFERENTE , MAS ELE DESISTIU DE MIM POIS AINDA CURTIA UMA DOR DE COTOVELO POR UMA EX ESPOSA.HOJE VOLTEI COM MEU EX ESPOSO E ME LEMBRO MUITO DELE , POIS O CARA É MUITO GENTE BOA , QUANDO VOLTAR LÁ QUERO VER ELE , FUI MUITO BEM TRATADA E FIZ COISAS QUE NUNCA TINHA FEITO.

VOVÔ FOI SUPERADO, ESPANTOSO

OI PESSOAL ESTOU DE VOLTA, COMO TODOS JA SABEM, TENHO UM CASO ESPECIAL COM MEU AVÔ RUI, TAMBEM NÃO É PRE MENOS, , MEU QUERIDO VOVÔ TEM 32 CM DE PURO PRAZER, PARA OS QUE NÃO ME CONHECE ME CHAMO RITA SOU VETERINARIA TENHO 31 ANOS, DESDE OS 18 ANOS ME TORNEI AMANJTE DO MEU AVÔ, PARA MINHA SORTE ELE FOI O MAIOR INCENTIVADOR PARA EU ME FORMAR EM VETERINÁRIA, SORTE MAIOR AINDA FOI NÃO TER PERDIDO MEU CABAÇO COM ELE, ISSO PORQUE COM O TAMANHO DO SEU CACETE, EU TERIA DESISTIDO DAQUELE CACETÃO, POIS DA MEDO ENCARAR AQUELA ANACONDA, VOVÔ FOI PASSAR UM TEMPO NA CIDADE, ESCOLHEU FICAR COMIGO, POIS ASSIM PODERIAMOS FUDER SEM SER INCOMODADOS POR NIGUEM, JA QUE NA PRIVACIDADE DA MINHA CASA TUDO ERA PERMITIDO, COM O TEMPO MINHAS PRIMAS TAMBEM PEGARAM CARONA, NO CACETÃO DO COROA INSACIAVEL, ELE TORNOU-SE UM PERVERTIDO, FUDENDO SUAS NETINHAS QUERIDAS, POIS BEM, AGORA DE VOLTA A FAZENDA, VOVÔ NOS DEIXOU NA SAUDADE, ACOSTUMADAS COM SEU CACETÃO ENORME, ESTAMOS VIVENDO A PERIGO, POIS NÃO TEMOS ENCONTRADO RAPAZES NA CIDADE QUE PREENCHAM NOSSAS BUCETAS GULOSAS E ARROMBADAS POR VOVÔ, FIVAL DE SEMANA NOS DIRIGIMOS A FAZENDA PARA SACIAR NOSSOS DESEJOS, VOVÔ FICA EXTASIADO COM A NOSSA PRESENÇA, SEMANA PASSADA ELE ME LIGOU PEDINDO PARA EU IR VACINAR SEU GADO CONTRA FEBRE AFITOSA,, EU JA SABIA QUE POR TRAZ DO SEU CONVITE TINHA OUTRA INTENSÃO, O SAFADO DO VOVÔ SE ACOSTUMOU A ENFIAR AQUELE CACETÃO EM MINHA BUCETA,SEI EU RECLAMAR, POIS SEMPRE ME FALAVA QUE EU NACI PARA FUDER COM ELE, PÓIIS DEIXO EU ENFIAR ATE OS CULHÕES ENCOSTAR EM MINHA BUNDA SEM RECLAMAR, ENQUANTO QUE OUTRAS MULHERES FICAM RECLANDO DE DORES NO INTERIOR DA VAGINA, CONVIDEI MINHA PRIMA JOANA PARA IR COMIGO, COMO ERA VESPORA DE FERIADO DA SEMANA SANTA, FOMOS LOGO NA QUINTA FEIRA, PARA APROVEITAR QUE OS PEÕES SERIAM LIBERADOS TODO AQUELE FINAL DE SEMANA, JOANA TEM 20 ANOS, MAGRINHA COM 155CM PESANDO TALVÊS UNS 50 KILOS, CABELOS LONGOS ATE A CINTURA, NO CAMONHO PARA A FAZENDA ELA ME PERGUNTA, RITA É VERDADE QUE VOVÔ TEM O CACETE ENORME, EU ENGOLI EM SECO A PERGUNTA, QUEM FALOU ISSO PRA VOCE , ELA DISSE, CARMEM E CRISTINA ME FALARAM QUE FUDERAM COM ELE EM SUA CASA AS DUAS JUNTAS E QUE VOVÔ DEU CONTA DAS DUAS, NÃO TIVE COMO NEGAR, E VERDADE SIM, MAIS TENHA CUIDADO COM ESTA CONVERSA, PORQUE SE CHEGA AOS OUVIDOS DE NOSSOS PAIS, A SITUAÇÃO VAI FICAR COMPLICADA PARA NÓS E VOVÔ. ELA ME DISSE SO NÃO SEI COMO VOU CONSEGUIR OS ATRIBUTOS DO VOVÔ, AFINAL SOMOS SUAS NETAS, TALVES ELE NÃO DEIXE ESPAÇO PARA PARA EU CONFERIR MINHA CURIOSIDADE, LHE FALEI, DEIXA QUE EU FACILITO AS COISAS PARA VOCE, ELE GOSTA DE ME LEVAR PARA IR TOMAR BANHO VA CACHOEIRA DO RIACHO, FICA SO DE CUECA, DEIXANDO DELINEADA A EXTEÇÃO DO SEU CACETE NA CUECA MOLHADA, ELA DISSE E VOCES FAZEM SEMPRE ISSO, RESPONDI, DESDE OS 14 ANOS QUANDO ELE ME LEVAVA PRA TOMAR BANHO, QUANDO ME ABRAÇAVA POR TRAZ, EU SENTIA SEU CACETÃO DURO TOCANDO EM MINHA BUNDA, MAIS NÃO TINHA CORAGEM DE TOCAR NELE, DEPOIS DOS 18 ANOS, AI SIM, PASSEI A FUDER COM ELE TODAS AS VESES QUE ESTAMOS JUNTOS, ESTES MESES QUE ELE FICOU LA EM CASA, A GENTE FODIA TODOS OS DIAS, FOI QUE A CRISTINA E A CARMEM TAMBEM FUDERAM COM ELE, POIS DURANTE O DIA QUE EU FICO NA CLINICA ESTAS SE OFERECIAM PARA FAZER COMPANHIA, , MAIS NA VERDADE, QUERIAM MESMO ERA SE DELICIAR NO CACETÃO DO VOVÔ, LOGO CHEGAMOS A FEZENDA, NOS DIRIGIMOS AO CURRAL ONDE O PESSOAL JA ESTAVA VACINANDO, VOVÔ AO ME VÊ ABRIU AQUELE SORRISO MARAVILHOSO, DEMONSTRANDO A ALEGRIA COM A MINHA CHEGADA, ME ABRAÇOU FORTE, FAZENDO O MESMO COM JOANA, NÃO DEIXANDO DE COMENTAR DE QUE ELA ESTAVA MUITO BONITA, E NÃO ERA PRA MENOS, ELA USAVA UM SHORTINHO CURTINHO, DESTE QUE TEM UMA PALA NA FRENTE, COMO SE FOSSE UMA SÁIA, ONDE OS MOMENS TENTA QUERER VÊ A CALÇINHA, ELA O ABRAÇOU FORTE, PERCEBI DE ELA QUE QUERIA SENTIR SEU CACETE, ENCOSTANDO EM SUA BARRIGA, JA ELA E BAIXINHA E VOVÔ TEM TEM 1.88 CM, DEIXANDO ELA BEM PEQUENINHA, JUNTO A SEU CORPÃO, FOI POSSIVEM OBSERVAR OS OLHARES DOS PEÕES EM NOSSA DIREÇÃO, ENTRE ELES TINHA UM MAGRO GRANDÃO MEIO RUIVO, QUE NOS OLHOU DE CMA A BAIXO, COMO SE DESEJASSE NOS DESPIR COM SEU OLHAR, O ENCAREI CORRESPONDENDO O SEU OLHAR, ELE SORRIU LEVIMENTE COMO QUE AGRADECENDO MEU OLHAR, BRINQUEI COM VOVÔ SE SOUBESSE QUE IA PRECISAR DE MIM EU TERIA IDO A PRAIA COM CARMEM E CRISTINA, ELE RESPONDE, SUA PRESENÇA AQUI E FUNDAMENTAL, ENTÃO ENTENDI SUAS INTENÇÕES, TERMINADO A VACINAÇÃO FOMOS PARA CASA ALMOÇAR, O GRANDÃO NOS ACOMPANHOU, FOI AI´QUE VOVÔ ME FALOU, ESTE É O JOAQUIM, VEIO TRABALHAR AQUI NO LUGAR DOS FILHOS DE PIERRE, QUE FORAM EMBORA PRA BAHIA, LEMBREI BEM DOS FILHOS DE PIERRE, DOIS PEÕES QUE ME COMERAM COM DISPOSIÇÃO, CADA UM TINHA O CACETE MAIOR QUE O OUTROS, INCLUSIVE JA NARREI AQUI MINHA AVENTURA, COM ELES, AI QUE SAUDADE DELES, NO TRAJETO ATE A CASA, PERCEBI QUE O JOAQUIM NÃO TIRAVA OS OLHOS DA BUNDINHA DE JOANA, TAMBEM DE TÃO CURTO SEU SHORT DEIXAVA APARECER A CURVA DA SUAS NÁDEGAS, VOVõ CONVIDOU O JOAQUIM PARA COMER JUNTO CONOSCO, ELE DE DISSE QUE IRIA FICAR COM OS DEMAIS EMPREGADOS, SO QUE DE ONDE ELE ESTAVA DAVA PARA PERCEBER O VOLUME QUE SE FAZIA EM SUA CALÇA JEANS, O VOLUME SE ESTENDIA, ATE PROXIMO SEU JOELHO, IMAGINEI NÃO É POSSIVEL UM CACETE TÃO GRANDE ASSIM, EM REPOUSO, TERMINADO O ALMOÇO DESCANÇAMOS UM PPOUCO, FOI QUE JOANA FALOU, VOVÔ O TEMPO ESTA BEM QUENTE, QUE TAL NOS LEVAR PARA A CACHOEIRA, RITA ME FALOU QUE ELA É LINDA, VOVÔ ME OLHOU, COMO SE ESTIVESSE ME INTERROGANDO, ENTÃO LHE DISSE, QUE ERA UMA DELICIA SE TOMAR BANHO NA CACHOEIRA,, ENTÃO VOVÔ PEDIU PARA O JOAQUIM ARRIAR 3 CAVALOS QUE A GENTE IRIA PEGAR NA BAIA, ELE SAIU E FOI PREPARAR OS ANIMAIS,, COLOQUEI UM SHORT COM UMA BLUSA TOP, POIS NÃO TINHA TRZIDO ROUPA DE BANHO, ASSIM FICARIA MELHOR, AO CHEGAR NA BAIA, TINHA UM CAVALO COBRINDO UM ÉGUA, JOANA, FICOU HIPINOTIZADA COM A CUPULA, O GARANHÃO AO SAIR DE CIMA DA ÉGUA TIROU SEU CACETÃO DA SUA VAGINA TROUXE UMA GRANDE QUANTIDADE DE ESPERMA, JOANA, ESTAVA COM O OLHAR FIXO NO CAVALO, , PERCEBI QUE ELA LEVOU A MÃO SOBRE A BUCETA, EU SEU SHORTINHO CURTO, NEM SE PREOCUPOU COM NOSSA PRESENÇA, O JOAQUIM ARREGALOU OS OLHOS, PERCEBI QUE SUA CALÇA SE AVOLUMOU, COMO VOVÔ ESTAVA PROXIMO DA GENTE MONTADO SEU CAVALO, OLHEI DE RELANÇE, ME ADMIREI, NUNCA TINHA VISTO NADA IGUAL, SAIU VOVÔ DEPOIS JOANA, AO ME AJUDAR A MONTAR ELE COMENTOU NÃO TENHO INVEJA DO CAVALO, ENTÃO LHE DISSE, ISSO É IMPOSSIVEL, VOCE ESTA É COM INVEJA, QUE HOMEM SE COMPARA A UM CAVALO, SAÍ PENSANDO NA AUDACIA DO JOAQUIM, FOI CURTO E GROSSO, QUANDO CHEGAMOS NA CACHOEIRA, VOVÔ PEDIU PRA NÓS AMARRAR OS ANIMAIS JUNTO AO DELE, JOANA SE ENCANTOU COM A QUEDA DÁGUA, JA FOI CORRENDO E MERGULHOU, VOVÔ COMENTOU ELA É BEM AFOITA, MAIS VEJO QUE SABE NADAR, FALEI VERDADE VÔ, NOS SENTAMOS NUMA PEDRA ENQUANTO JOANA DAVA BRAÇADAS LONGAS INDO E VINDO LAGO QUE SE FORMA COM A QUEDA DAGUA, NISSO ELA CHAMA VOVÔ, VEM A AGUA ESTA QUENTINHA, VOVÔ TIROU A CALÇA COM A MAIOR NATURALIDADE FICANDO SO DE CUECA, OS OLHOS DE JOARAM SE FIXARAM ENTRE AS PERNAS DE DELE, COMO BOM NADADOR VOVÔ NUM SO MERGULHO FOI PARA JUNTO DELA, AO EMERGIR FICOU POR TRAZ DELA, SEGUROU EM SEU OMBRO, DANDO- LHE UM ABRAÇO FORTE, ELA NEM SE MOVEU, FICARAM ALI ABRAÇADOS, IGNORANDO MINHA PRESENÇA, PERCEBI QUE ELE COLOCOU SEUS BRAÇOS EM VOLTA DA SUA CINTURA E QUE \A PUCHOU DE ENCONTROU A ELE, ELA CURVOU O CORPO PTA FRENTE COMO SE FOSSE SE SOLTAR DELE, NESTE MOVIMENTO ELA ESORREGOU O CORPO IM POUCO PARA BAIXO E AS MÃOS DELE SUBIRAM EM DIREÇÃO A SEUS PEITINHO DUROS EMBAIXO DA BLUSINHA, QUIS SAIR DALI POIS ME SENTI UM POUCO TRAIDA, QUEM DEVERIA ESTA SE AGARRANDO A ELE SERIA EU, VOVÔ TORNOU-SE UM TARADO DESCARADO, NÃO DISPENSA NINGUEM E PARA SUA SORTE, TEM UM TIME DE NETAS SAFADINHAS, SE NÃO BASTASSE, EU CRISTINA E CARMEM , AGORA A JOANA, DE REPTENTE ELA FAZ UM MOVIMENTO NO CORPO FICANDO DE FRENTE PARA ELE, COMO ESTAVAM COM A ALTURA DO TORAX DE VOVÔ, NÃO DEU PARA VÊ ELE ESTAVA DE CACETE DURO, MAIS CONHECENDO BEM ELE, EU TINHA CERTESA DE QUE ELE JA ESTAVA COM SEU CACETÃO DURISSIMO QUERENDO SAIR DA CUECA, NISSO ELA SE AGARRA A SEU PESCOÇO PARA NÃO AFUNDAR,
POIS NO LUGAR QUE ESTAVA A AGUA IRIA LHE COBRIR, VOVÔ A ABRAÇOU COM FORÇA, NANDO PARA PERCEBER SEUS MOVIMENTOS DE QUADRIS, MINHA VAGINA CONTRAIU, SENTINDO O DESEJO DE AGASALHAR AQUELE CACETÃO DENTRO DA BUCETA, NÃO PODIA ME ACARICIAR ALI DIANTE DELES, ENTÃO A SOLUÇÃO ERA CAIR NA AGUAR PARA ACALMAR MEU TESÃO, FUI FICAR PERTO DELES, FOI QUE PERCEBERAM MINHA PRESENÇA, POIS ESTAVAM ENFEITIÇAD0S PELOS SEUS DESEJOS, DEU PARA OUVIR QUE JOANA,SOLTAVA PEQUENOS GEMIDOS, ENTÃO VOVÔ SE AFASTOU DELA,INDO NADAR ATE A BEIRADA DO LAGO, PELA AGUA TRANSPARENTE PERCEBI SUA ARMA ERGUIDA, SENTEI NA PEDRA E JOANA COMENTOU, NOSSA RITA SENTI TODO O CACETE EMPURRANDO MINHA BARRIGA, SE DENTRO DA CUECA É DAQUELE TAMANHO, COMO SERÁ ELE LIBERADO, ENTÃO LHE DISSE, VEJO QUE GOSTOU, POIS NÃO SE SOLTOU DELE O TEMPO INTEIRO, ELA DISSE, MINHA BUCETINHA ESTA PISCANDO, SO NÃO SEI SE ELA VAI SUPORTA AQUELE MONSTRO, MEU NAMORADO TEM O PAU PEQUENO, ENTÃO LHE DISSE, TENHA CALMA, SE ELE QUISER LHE FUDER O QUE ACHO PROVAVEL, DEIXA ELE COMANDAR, ELE SABE A FERRAMENTA QUE TEM, NÃO É TODA MULHER QUE DEIXA ELE ENFIAR ATE AS BOLAS,, ELA FALOU, E VOCE DEIXOU, TU É PEQUENA IGUAL AMIM, DISSE, NA PRIMEIRA VÊS SO A METADE, DEPOIS COM O TEMPO, NÃO ME CONTENTAVA SO COM A METADE, SOFRI MAIS CONSEGUI AGASALHAR TUDINHO, VOVÔ VOLTOU, E PERGUNTOU SE QUERIAMOS VOLTAR PARA CASA, POIS PRECISAVA LIBERAR O PESSOAL, DEMOS MAIS UNS MERGULHOS E RETORNAMOS, JOANA ESTAVA CALADA, ACHO QUE IMAGINANDO COMO SERIA TREPAR COM VOVÔ, ELA NÃO ITRAVA OS OLHOS DELA, IMAGINO QUE CALCULANDO COMO IRIA FUDER MAIS UMA NETINHA, O DIA JA ESTAVA INDO EMBORA, ELE LIBEROU O PESSOAL, FICANDO APENAS O JOAQUIM, FOMOS PARA NOSSOS QUARTOS, VOVÔ FOI PARA O DELE, TOMAMOS NOSSOS BANHOS, DEPOIS VIEMOS PARA A SALA, , LOGO DEPOIS VOVÔ CHEGOU PERGUNTOU SE A GENTE ESTAVA COM FOME, RESPONDI QUE NÃO MUITO, , MAIS JOANA FALOU QUE QUERIA COMER, POIS IRIOA DORMI CEDO, POIS O BANHO DA CACHOEIRA TINHA LHE DEIXADO CANÇADA, , JANTAMOS , E VOLTAMOS PARA A SALA PARA VÊ TV, NÃO DEMOROU MUITO E JOANA, INFORMOU QUE IA PARA SEU QUARTO, DEU UM BEIJO EM VOVÔ E SAIU, ELE FICOU OBSERVANDO SEU ANDAR QUASE REBOLANDO, E COMENTOU, TENHO UMA FAMILIA LINDA NÃO É RITA, BALANÇEI A CABEÇA CONFIRMANDO, PASSANDO UNS MINUTOS ELE TAMBEM INFORMA QUE VAI SE RECOLHER, ME BEIJOU NA BOCA, FALANDO QUE ESTAVA COM SAUDADE, LHE RETRIBUI, LEVANTOU-SE E SAIU, FIQUEI SOZINHA NA SALA, ATE QUE OUVI UNS GRITINHOS, JA IMAGINEI O QUE ESTARIA ACONTENDO, FUI VIRIFICAR, O SOM VINHA DO QUARTO DE VOVÔ, ME APROXIMEI COM CUIDADO, ATE A PORTA QUE ESTAVA ABERTO PELA METADE, O QUARTO ESTAVA COM POUCA LUZ, QUE VINHA DO ABAJOUR, A LUZ ERA O SUFICIENTE PARA ILUMINAR A CAMA, VOVÔ ESTA CHUPANDO OS PEITINHOS DE JOANA, QUE JA ESTAVA SEM BLUSA, ELA ESTAVA DEITADA DE PERNAS ABERTAS, ELE ACARICIAVA SUA BUCETA POR CIMA DO SHORT, ELA DAVA GIRTINHOS, AII, AIII, AAIII, ELE POR SUA VÊS SO FALTAVA RASGAR O SHORT, QUERENDO ENFIAR O DEDÃO NA BUCETINHA DELA, DE REPENTE ELE SOLTA O BOTÃO DO SHORT E ABRE A ZIPPER, ELA USAVA UMA CALÇINHA BRANQUINHA TIPO RENDA, QUE MAL COBRIA SUA BUCETINHA PELUDA, ARRIOU O SHORTINHO DEIXANDO ELA SO DE CALÇINHA, ERA VISIVEL O QUANTO ELA ESTAVA EXCITADA, ELE COLOCOU A MÃOZONA PELO ELASTICO DA CALÇINHA E DEDILHOU, ELA GRITOU AI, AI, VOLZINHO, COMO É BOM, FAZ MAIS, AAIIII, AAIIIII, FAZ, VAI, VAI, COLCA O DEDO, VI SUA MÃO SE ELEVAR, PARA DOBRAR OS DEDOS, DESTA VEX PERCEBI QUE ELE NÃO ENFIOU SOMENTE UM DEDO, MAIS O INDICAR COM O MEDIO, AQUELES DOIS DEDOS EMPARELHEDOS TEM A DIMENSÃO DE MUITOS CACETES MEDIOS, ELA GRITA, AAIIII, AAIIIII, DOEU VOZINHO, UUIIIII, UUIIII, ENTÃO ELE FICA DE JOELHOS SOBRE A CAMA E BAIXA SUA BERMUDA, ELA ARREGALA OS OLHOS AO SEU SEU CACETÃO, ENTÃO ELE LHE DIZ, AGORA E SUA VÊS, MOSTRE COMO VOCE FAZ, ELA EXCLAMA, VÔ QUE CACETÃO É ESTE, MAIS PARECE O CAVALO QUE VI HOJE, FICA ADMIRANDO SEM SE MOVER DA CAMA, VOVÔ REPETE, VEM JOANINHA, ME CHUPA, ELA SE LEVANTA SEM TIRAR OS OLHOS DO CACETÃO DELE, ELE SE DEITA DEIXANDO SUA ESTACA APNTANDO PARA O TETO, ELA CRUZA UMA COXA SOBRE O CORPO DELE, FICANDO SENTADA EM SUAS COXAS, SEGURA O CACETE COM AS DUAS MÃOS E COMENTA, NOSSA COMO VOU AGUENTAR ESTA PICONA, CABE QUATRO MÃOS DA MINHA E AINDA SOBRA CACETE, BAIXA A CABEÇA PARA BEIJAR A CABEÇONA DO CACETE DE VOVÔ, PASSA A LINGUA EM VOLTA DELA, ACHO QUE PÁRA SENTIR O SABOR, FICAR ALI, PASSANDO A LIGUA, E VOCE JA COMESSA A SE MOVER PORA CIMA, TENTANDO ENFIAR O CARALHO EM SUA BOCA, ELA PERCEBI SUA INTENSÃO, VAI A CABEÇA, PARA COLOCAR SEU CARALHO NA BOCA, ABRI O MAXIMO QUE PODE, MAL CONSEGUE ABOCANHAR A CABEÇONA, FICA ALI PARADA, DEPOIS FORÇA MAIS UM POUCO, DEIXA ENTRAR UNS 5 CM, ENTÃO SE ENGASGA, TIRA O CACETE E FICA TOSSINDO, RECLAMA DA GROSSURA DO CACETE DELE, FALA QUE SUYA BOCA E PEQUENA NÃO VAI CONSEGUI, ENTÃO RESOLVE SE SENTAR NO CACETE, PRENDENDO ELE ENTRE SEUS LABIOS VAGINAS, COMESSOU A DESLIZAR O CORPO PARA FRENTE E PARA TRAZ, FAZIA NUMA CADENCIA QUE DEIXAVA SUA BUCETA COBRINDO E DESCOBRINDO O CACETÃO DELE. SE ALGUEM ESTIVESSE OLHANDO ELA DE LADO, TERIA A IMPRESSÃO DE ELA ESTAVA COM ELE TODO ENTERRADO EM SUA BUCETA, DAVA GRITOS MAIS ALTOS, OOIIIIIII, UUIIIIIIIIII. HHOOOOOOO, ATE QUE ELE PEDIU, PARA ELA COLOCAR O CACETE NA BUCETA, QUERIA SER CAVALGADO POR ELA, TADINHA DE JOANA, NEM PENSOU DUAS VESES, LEVANTOIU-SE PARA FICAR A ALATURA DO MASTRO DELE, SEGUROU O CACETÃO E PINCELOU NA VAGINA, , LAMBUSANDO EM SEU MEL QUE ESCORRRIA, NUM DADO MOMENTO QUANDO SENTIU QUE A CABEÇONA ESTAVA NA ENTRADA DA BUCETA, ARRIOU O CORPO COM RAPIDEZ, PRA QUE ELA FEZ ISSO, SUA BUCETA ESTAVA MUITO LUBRIFICADA, DEIXOU A CABEÇONA ENTRAR EM SUA BUCETINHA, GRITOU AI VOZINHO, E SAIU DE CIMA DELE NUM PULO, LEVOU A MÃO A BARRIGA PARA CONTER A DOR DA PENETRAÇÃO, COMESSOU A CHORA, AI TA DOENDO, TA DOENDO, TA DOENDO, ESTAVA SENTADA NAS COXAS DE VOVÔ, ELE SENTOU NA CAMA, PARA ACALMAR ELA,, ALISOU SEUS CABELOS, LHE DANDO UM BEIJO NA TESTA, NUM CARINHO PATERNAL, ELA SOLUÇAVA MUITO, EU JA NÃO ME CONTINHA EM PRESENCIAR AQUELA FODA, COM CARMEM CRISTINA FOI MAIS FACIL, ACHO QUE ELA TINHA ESPERIMENTADO MAIS ROLAS DO QUE A JOANA, ELA COMESSOU A FALAR QUE SUA BUCETA NÃO IA AGUENTAR SEU CACETÃO, ELE PEDIU PARA ELA SE DEITAR A SEU LADO, QUE A DOR IRIA PASSAR, ELA SAIU DE CIMA DELE E DEITOU-SE, FICARAM DE MÃOS DADAS COVERSANDO, ATE QUE ELA SE VIRA PARA LHE DAR UM BEIJO, ELE RETIBUI FICANDO DEITA DE LADO, SE BEIJAVAM SEM PARAR, DE REPENTE ELA COLOCA UMA DE SUAS COXAS SOBRE A DELE, NESTA POSIÇÃO SEU CARALHÃO QUE PERMANECIA SUPER DURO, FICA ENTRE AS COXAS DELA, ENCOSTADO EM SUA BUCETA, OS BEIJOS NÃO PARAM AGORA EU PERCEBIA QUE AS LINGUAS ESTAVA ENRROLADA, A RESPIRAÇÃO DE DELA ERA ALTA, ELE MOVIMENTAVA O CORPO PARA FRENTE E PARA TRAZ, A CABEÇONA DO CACETEIA ATE AS SUAS NÁDEGAS, SEUS PUBIS DE UNIÃO COMO QUE NUMA PENETRAÇÃO, AGORA AS DORES DESAPARECERAM, RESTANDO OS SONS DO GEMIDOS DE AMBOS, NISSO JOANA PEDE PARA ELE FICAR POR CIMA DELA, ELA SE LEVANTA E ABRE SUA COXAS, SE ABAIXA PARA LAMBER SUA BUCETA, ELA ADORA O CONTATO DA SUA BOCA, GRITA UUIIIII,,UUUIIIII, ELE APROVEUTA PARA ENFIAR A LIGUA EM SUA BUCETA, ELA GRITA NOVAMENTE, AAIIII , AAIIIII VOZINHO, AAIIIIII, COMO É BOM, QUERO VOCE ME COME, , VEM ,VEM, ELE SE CURVA IMDO EM DIREÇÃO A SEUS PEITINHOS, COLOCA NA BOCA E SUA, ELA GRITA DESTA VES BEM MAIS ALTO,, UUIIIIIIIII. UUUIIIIIIIII, VEM, VEM, BOTA DEGARINHO, EU QUERO SUA PICONA, UUIIIII, UUUIIII, EU ESTAVA QUASE GOZANDO, COM AQUELAS PALAVRAS, ACARICIEI MINHA BUCETA POR CIMA DO SHORT, QUE LA ESTAVA MOLHADO, ABRI O ZIPPER , COLOQUEI A MÃO PARA DENTRO, ACARICIANDO A BUCETA, QUE ESTAVA TODA MOLHADA, QUERIA SAIR DALI PARA ENCONTRAR ALGUMA COISA QUE APAGASSE MEU FOGO, MAIS EU QUERIA PRESENCIAR A PENETRAÇÃO DE VOVÔ, ENTÃO ELE SEGUROU SEU IMENSO CACETE E DIRIGIU A ANTERADA DA SUA BUCETINHA, ELA SENTIMDO A CABEÇA NA ENTRADA DA BUCETA, FALA, SEJA PACIENTE NÃO ME MACHUQUE, TO DOIDA PARA TER ESTE CACETÃO MAIS ESTOU COM MEDO, ELE DISSE VOU SER PACIENTE, COM A CACETE, NA ENTRADA DA UCETA FOI FAZENDO FORÇA, ELA SE ABRIU TODA, MAIS PARECIA UMA GINASTICA SENTANDO NAS TRAVAS, VI A CABEÇO IR DESAPARECENDO, ELA GRITAVA, PARA, PARA, PARA, TA M
E RASGANDO, , É MUITO GROSSO, PARA, PARA,, SO AÍ JA ERA TARDE, ELE TINHA ENFIADO QUASE A METADE, PAROU PARA SE ACOSTUMAR O MAGESTOSO INVASOR, SUAS COXAS FORAM SE FECHANDO, FICANDO COM OS JOELHOS DOBRADOS, ELA SE ABRAÇOU A ELE, POR BAIXO DOS SEUS BRAÇOS, PRENDENDO SIAS MÃOS A SEUS OMBROS, NISSO FALA, VAI VOZINHO, VAI MAIS, A DOR ESTA PASSANDO, ELE FOI EMPURRANDO DEVAGARINHO E ELA, GEMENDO HHANNN, HHAANNN, HHAANNNN, NUM DADO MOMENTO ELA MORDE SEU OMBRO E CRUZA AS PENAS EM SEU QUADRIS, COM O MOVIMENTO QUE ELA FÊS FOI O BASTANTE PARA ELE DAR UMA ESTOCADA FORTE, E ENFIAR O RESTO DO CECETE ATE AS BOLAS BATER EM SUA BUNDA, ELA GRITACA DE PRAZER, AAIIIII, AAIIIIIII UUIIIII MARAVILHA VOZINHO, TA TUDO DENTRO, ME RASGA, ME ESFOLA ACABA COM SUA NETINHA, MAIS, MAIS, MAIS, UUIIIII, UUIIIIII, VOVÔ SOCAVA COM MUITA FORÇA, UM EMCONTRO DE SEUS CORPOS FAZIA, PLOFF, PLOFFF, PLOFF, ELA ANUCIOU QUE IA GOZAR, VAI VÔ ME FAZ GOZAR MUITO, VAI,VAI, ME ENCHE COM TUA PORRA, AAIIII, AAIIII, ELE DEU UMAS TRES ENFIADAS, E URROU COM UM TOURO, , EU JA NÃO AGUETAVA MAIS, SAÍ DALI EM DIREÇÃO A MEU QUARTO, TINHA QUE GOZAR NEM QUE FOSSE COM O CABO DA ESCOVA DE CABELO, DEIXEI OS DOIS ABRAÇADOS, AO CHEGAR NO QUARTO FIQUEI ENFIANDO OS DEDOS NA BUCETA, PRECISAVA GOZAR, FOI AÍ QUE LEMBREI DO JAOQUIM E SUA INSINUAÇÃO DE QUE NÃO TINHA INVEJA DO CAVALO, GOZEI PENÇANDO NO CACETE QUE VI POR BAIXO DE SUA ROUPA, ISSO EU CONTO DEPOIS, BEIJOS A TODOS, ……………CONTINUA                                

REALIZO A TARA DA MINHA ESPOSA

O CANAL DOS CONTOS TRÁS PARA VC ESTE LINDO CONTO , VOU CONTAR UMA HISTÓRIA QUE MUITOS HOMENS GISTARIAM DE VIVER , PASSAR POR ISSO , AQUI VC GOZA DE PAU MOLE , ME CHAMO GERVASIO 52 ANOS , CASADO COM ALEXANDRA 32 ANOS , 1,67M , 57 KG , SEIOS GRANDES E BUMBUM MÉDIO , CABELOS CASTANHOS A ALTURA DO RABINHO , BEM LONGO , O GOSTOSO É QUE ELA MAMA PAU E BOLAS , DA O CUZINHO É A BUCETINHA , QUASE COMPLETINHA SÓ NÃO TOMA O LEITE , BOM MAS MINHA ESPOSA A ALGUM TEMPO VINHA DANDO SINAL DE QUE PRETENDIA APIMENTAR O CASAMENTO , DAVA UMAS INDIRETAS QUE EU A ENTENDIA , ELA QUERIA EXPERIMENTAR OUTRA PICA , EU ENTENDI E ENTREI NA DELA E COM ISSO NASCEU O PROJETO É FINALMENTE CHEGAMOS AO SORTUDO , MINHA ESPOSA CONHECEU O LEONÉL 48 ANOS , 1,70M , 78 KG , BR , CABELOS GRISALHOS , DESDE SOLTEIRA ELE É TIO DE UMA AMIGA DELA ,COMO SEMPRE A AMIGA DELA FALAVA QUE O TIO TEM O PAU GRANDE , ELA DESDE AQUELE TEMPO TINHA VONTADE DE SENTIR O PAU DELE , O CARA É CASADO , MAS DEU CERTO , IMAGINA SE SURGE UMA BUCETINHA ASSIM , O MACHO VAI QUERER FODER AINDA MAIS JUNTO COM O MARIDÃO , NO INICIO ELE FICOU AMEDRONTADO , MAS DEU CERTO , TOMAMOS UM BELO BANHO , MINHA ESPOSA COLOCOU UM FIO MINUSCULO ENTERRADO ATÉ O TALO NO CUZINHO , UM VESTIDINHO CURTINHO E SOLTINHO , UM SALTO , EU COLOQUEI UM SHORT E UMA CAMISETA , FOMOS PEGAR O LÉO E PARTIMOS AO MOTEL , ELE NO BANCO TRASEIRO , FOMOS PAPEANDO , MINHA ESPOSA TODA ASSANHADA , ENTRAMOS NO MOTÉL QUARTO 18 ,TEM CADEIRA ERÓTICA É MUITO BACANA , PRA QUEBRAR O GELO DEI UM ABRACO NELA , UM BEIJO NA BOCA , ELA DEU UM ABRACO NO LEONEL , EU FALEI VOU AO BANHEIRO , NA VDD EU QUERIA DEIXAR ELE UM POUCO SOZINHO COM ELA , PRA ELE SE SOLTAR ,FIQUEI UNS 2 MINUTOS NO BANHEIRO , OLHEI E PELO REFLEXO DO ESPELHO EU VI ELE BEIJANDO ELA COM MUITO TESÃO, AS MÃOS ENTRAVAM POR BAIXO DO VESTIDINHO , TOCAVAM O RABINHO BRANQUINHO DA MINHA ESPOSINHA , SAI E SENTEI NA POLTRONA , ELES NEM ME NOTARAM , ELE DEITOU ELA NA CAMA , O SAFADO DE PÉ , O PAU ERGUENDO A CALÇA , ELE FOI TIRANDO A CAMISA , O SAPATO , A CALÇA , A CUECA PRETA ERGUIDA COM A FORÇA DO CACETE , MINHA ESPOSA DEITADA AINDA VESTIDA TODA RELAXADA , SORRIA E LAMBIA OS LÁBIOS , COM MUITO TESÃO, QUANDO ELE TIROU A CUECA ,ATE EU FIQUE ADMIRADO COM O TAMANHO DO PAU , FALEI PORRA QTOS CMS TEM , ELE DISSE 21 CM , ELE PUXOU MINHA ESPOSA PELOS PÉS ERGUEU ELA DE CABECA PRA BAIXO , O VESTIDO CAIU SOBRE O ROSTO , ELE ABRIU AS PERNAS DELA E COLOCOU A CABEÇA ENTRE AS COXAS DELA , TIROU O FIO E COMEÇOU A CHUPAR A BUCETINHA LISINHA E O CUZINHO DELA , EU ME LEVANTEI PARA ACOMPANHAR DE PERTO , PQP , MINHA ESPOSA GEMENDO DE TANTO SER CHUPADA , EU ARRANQUEI O VESTIDO O SUTIEN DELA , ENQUANTO ELE CHUPAVA ELA , ELE DISSE PEGA AQUI CHUPA A BUCETINHA É O CUZINHO QUE VOU CHUPAR OS PEITOES , EU PEGUEI AS PERNAS , CHUPEI A BUCETA E O CUZINHO DA MINHA ESPOSA , ELA PEDIU PRA CHUPAR ELE É EU , ELA SENTOU NA POLTRONA , EU EM PÉ DE UM LADO ELE DO OUTRO , ELA MAMAVA MEU CACETE 18 CM , MAMAVA O DELE 21 CM ,A SAFADA COLO COU ELE EM PÉ MAOS NA MESA EU DO LADO , ELA VEIO POR BAIXO , CHUPAVA AS BOLAS DELE ,VINHA E CHUPAVA AS MINHA BOLAS , COLOCAMOS ELA NA MESA E O LÉO ,CHUPOU O GRELINHO DELA , EU BEIJAVA E MAMAVA OS PEITOS , ELA GOZOU NA BOCA DELE , ELE SABOREOU O LEITINHO DA MINHA ESPOSA , O PAUZÃO DELE SAIA BABA ,MINHA ESPOSA LIMPOU COM A LÍNGUA , ESPELHO NO TETO , ESPELHOS DOS LADOS , EU QUERIA COMER ELA , MAS O PRINCIPAL ALI ERA VER A MONTADA DELE , PEDI PEGA ELA DE 4 , ELE FALOU GATINHA FICA DE 4 ,FALEI QUERO VER VC MONTAR , MINHA ESPOSA DE 4 , PEDI PRA ELA ARREBITAR O BUMBUM , ELA DEU UMA ERGUIDA , O LÉO VEIO POR TRÁS FALEI SENTA NO BUMBUM DELA , ELE SENTOU O CACETE É AS BOLAS PENDURADAS , O PAU DURINHO , PEGUEI NO ENORME PAU DEI UMAS PUNHETADAS NELE PRA BAIXO , DEITADO ATRÁS DELES , OS DOIS OLHANDO PELO ESPELHO LATERAL , EU MAMEI O CACETÃO UM POUCO DEIXEI TODO BABADO , COLOQUEI A MÃO NA BUNDA DELE , ERGUI É ENCAICHEI O PAU DELE NA BUCETINHA DA MINHA ESPOSA , ELE FOI ENFIANDO DEVAGARINHO , UM CAVALO MONTANDO MINHA ÉGUA , ELA GEMIA E PEDIA DEVAGAR , DEVAGAR , ELE CONSEGUIU DEVAGARINHO ENFIAR TUDO , EU ATRÁS DELES CURTINDO O PAU NA BUCETINHA , SÓ AS BOLAS DE FORA EU ACARICIAVA AS BOLAS DELE , O CUZINHO DELA ENCOBERTO , MAS DAVA PRA VER ELE PISCANDO , ELE FODENDO DEVAGARINHO , MINHA ESPOSA URRANDO COM O TAMANHO DA PICA DENTRO , ELA É RAZA , ELA FALOU VOU GOZAAAAR , ELE ENFIOU ATÉ O PÉ , GOZOU NO PAU DELE , ELE PARADO RECEBENDO A PORRA DELA NO PAU , EU ABOCANHEI AS DUAS BOLAS DELE , AQUILO ELOUQUECE A GENTE , PAU TODO DENTRO SÓ AS BOLAS DE FORA , EU PEGUEI AS DUAS NA BOCA , MINHA BOCA MAMAVA AS BOLAS E TOCAVA NA BUCETINHA , ELE GRITOU , FDP ASSIM EU GOZO , E GOZOU COM O PAU DENTRO DA BUCETINHA E AS DUAS BOLAS NA MINHA BOCA , EU GOZEI COM AS BOLAS DELE NA BOCA , SOLTEI AS BOLAS E O PAUZAO DELE SAIU DA BUCETINHA , ELE DEITADO NAS COSTAS DELA , O PAU FOI SAINDO DA BUCETINHA , EU SOLTEI AS BOLAS E SUGUEI O RESTO DE LEITE DA PICA QUE AMOLECEU NA MINHA BOCA , E CHUPEI A BUCETINHA GOZADA , LIMPEI TODA , DEIXEI LIMPINHA , RECUPERADO O LÉO AINDA COMEU O CUZINHO DA MINHA ESPOSA , EU CURTI MUITO VER SUMIR TODO O PAU DENTRO DO CUZINHO DELA , ESTA SENDO MARAVILHOSO FODER COM ELE , ELE JÁ PEGA NA MINHA PICA É BATE ME FAZ GOZAR , QUERO TUDO ENTRE NÓS 3 , ACHO QUE MUITOS MACHOS TEM ESTA VONTADE .LEIA OS CONTOS DESTE CANAL.

Dei a bunda pela primeira vez para um super-dotado

Sempre gostei de me travestir. Desde adolescente tenho essa curiosidade em saber o que sente uma mulher. Gostava de colocar as lingeries ousadas que minha mãe ganhava dos namorados. Gostava de penetrar tudo o que parecesse com um pau – tubo de shampoo, desodorante, escova de cabelo, pau de vassoura, pepino, banana, linguiça… Até experimentar pela primeira vez um consolo. Lembro da sensação ao vestir pela primeira vez uma cinta-liga. Amei. Mas não gosto de HOMEM. Gosto sim de sexo com Homem… Gosto de chupar uma piroca, de preferência bem grande, gosto de ser penetrada (sim, quando estou montada gosto de ser tratada no feminino, com a no final). Mas até então não sabia disso. vou contar como fui inaugurada por um cacete de verdade. A primeira vez que trepei com um macho. Foi assim:Eu já estava me travestindo e brincando de crossdresser na internet há alguns anos… Sou gordinha, coxuda, lisinha e tenho abunda muito, muito grande… Adoro me montar com liga, meia 7/8 e calcinhas de fio… espartilho, salto alto e sainhas ousadas e ir pescar os bofes no bate-papo do uol e mostrar minha bundona no Skype. Gosto de vê-los excitados, gosto daqueles paus gozando pra mim e das palavras safadas. Minha profissão me favorece, passo mais tempo ausente de casa, então posso me montar nos hotéis da vida e rebolar meu rabão enorme nas Webcams da rede… Eu me excito demais com isso, tem noites que gozo 5, 6 vezes… mas chegou um momento em que eu queria saber como era ter um macho dentro de mim, me arrombando, queria sentir um pau de verdade entre os lábios e o gosto do sêmen jorrando na minha boca, queria ser currada e ter o cu invadido por um cacete de verdade.Na rede sempre rolam aquelas conversas mais picantes, tenho muitos amigos no site, contatos no skype… Sempre tem um ou outro disposto a foder uma bunda grande e gostosa de cinta-liga, salto alto e espartilho, mas nunca dava certo – ou porque o bofe morava longe, ou então porque não me empolgava com o tipo do pretendente, ou porque eu não tinha coragem de levar a coisa mais a fundo. Mas isso mudou naquele dia… Era uma terça-feira, sozinha num quarto de hotel eu estava de cinta-liga, meia 7/8 preta e uma minúscula calcinha preta louca para mostrar a bunda na cam pra um bofe gozar quando entrei no bate papo do UOL eu uma das salas das CROSSDRESSERS. Eu já estava lá entretida em conversas com caras querendo isso ou aquilo, quando me chamou a atenção um nick que entrara na sala – NegãoGG PR – Tenho uma queda por negros principalmente pela óbvia diferença de tamanho de seus dotes… rs… Eu estava logada como CdBunduda GG – Passaram-se 10 segundos e ele me chamou no chat: – Boa noite BB, adoro um rabão… Senti de imediato um frio na barriga… Respondi sem hesitar: – Olá safado.. E eu adoro um negão…Qual sua idade?Passaram-se alguns minutos até ele responder, devia estar falando com outras cds e aquela espera estranhamente me fez sentir que ele não conversaria mais, quando ele respondeu:- 36 e vc?- 30… De onde vc é? Perguntei.- Sou de Guarapuava – Eu tremi… Estava indo trabalhar naquela cidade e passaria lá o fim de semana sozinha, em um hotel. Perguntei:- qual é o seu Skype? instantaneamente ele respondeu, como se já tivesse escrito a resposta:- Me adiciona: …E eu disse: – O meu é …Nem deu tempo de abrir o SKYPE e já estava lá uma solicitação de amizade de um tal André, a foto era de um enorme caralho negro e duro, ligeiramente torto e bastante cabeçudo – grande e grosso. Pensei que já que era pra brincar na cam seria delicioso ver aquela pica enorme gozar. Aceitei.Ele, se referindo á minha foto disse:- Nossa que rabo delicioso, eu quero você… de onde vc é?- Maringá – respondi – Amei a sua foto também.- Rsss, tenho 24 cm de dote, aguenta? – Perguntou ele.- Não sei… só fui penetrada por consolos e objetos… Não sei como é ter um macho de verdade.- 30 anos e nunca deu??? Nem mamou?? Quero ser o primeiro a meter nesse bundão. posso? Eu vou devagarinho…rs- Não, nunca dei nem mamei um pau de verdade… mas.. quem sabe não vai ser esse seu cacetão??? Respondi.- Eu adoraria putinha! Você tem mais fotos? – ele perguntou.- Sou Gordinha, já vou avisando para não se decepcionar… rs – – ADORO – foi a respostaComecei a enviar fotos… Cada foto que baixava era um comentário cheio de tesão que ele fazia, e mandava nudes de volta, um homem alto, um pouquinho acima do peso, mulato-quase negão, e o dote era incrível.. já conseguia me imaginar abaixando sua calça e abocanhando aquela coisa enorme e cabeçuda… Me disse que tinha 1,84, pesava 105 quilos, que trabalhava comprando e vendendo carros.. Depois de umas 20 imagens trocadas e muita sacanagem na conversa eu convidei pra uma brincadeira na WEBCAM:- Vamos CAM?- VAMOS!! – O safado estava só aguardando a deixa para abrir a Câmera. Pensei. Eu escrevi:- Espere um pouco que eu vou colocar uma calcinha e pegar meu consolo, quero imaginar que é você metendo no meu cu… Eu tinha um vibrador de uns 20 cm, grande mas parecia ser bem menor e mais fino que aquele caralho descomunal dele…No que ele disse:- Não demora que eu to quase gozando e quero que você assista meu pau dando leite… Eu já estava montada, mas queria me produzir um pouco mais para ele… Eu sentia que podia ser pra ele que eu daria meu rabinho pela primeira vez, o que eu ansiava há algum tempo. Será que meu cuzinho virgem estava guardado para aquela jeba enorme?? Seria como um sonho, mas não sabia se aguentaria ser descabaçada por um dote tão avantajado. Será que ele ia me rasgar as preguinhas e me fazer sofrer? eu estava morta de medo… Mas estava bastante disposta a tentar…Eu vestia uma meia 7/8 rendada preta, de cinta-liga preta e uma minúscula calcinha fio dental que se prendia com lacinhos nas laterais. Fui até a mala, coloquei uma calça jeans e uma camiseta por cima da lingerie, e fui até meu carro no estacionamento do hotel e peguei uma sacola onde estavam mais apetrechos e voltei ao quarto.Vesti uma peruca longa e loira, um espartilho preto com detalhes vermelhos e uma sandália meia-pata de salto 15 preta com o salto vermelho, com tiras que se enrolam no tornozelo. Coloquei também uma máscara de renda preta, fiz uma maquiagem leve conectei minha webcam no note, posicionando-a em cima de um armário voltada para a cama do hotel… testei a posição. Ela enquadrava minha bunda de 4, as costas até a nuca e a panturrilha até os pés – eu fazia questão de mostrar minhas sandálias…rs. Isso tudo demorou uns 15 minutos, imaginei se ele ainda estava lá… Chamei pelo SKYPE:- Vamos? – e ele:- Bora gostosa… e já mandou a solicitação de chamada com vídeo a qual eu atendi rapidamente…Apareceu no meu vídeo uma piroca preta gigantesca e dura com uma cabeçona enorme, roxa e melada… Com o áudio aberto eu falava com a voz afeminada:- Estou louca de tesão seu puto safado pauzudo, cavalo… Seu pau é enorme e eu quero chupar..- Que rabo vc tem!!! Que tesão… Quero foder essa bunda gigante… Ele ordenou que eu enfiasse o consolo na bunda, o que obedeci na hora, arrebitei o rabo e me arreganhei de 4, enfiei a cabeça do brinquedo na portinha do cuzinho empurrando até a base e tirando em seguida em movimentos contínuos, meu cu piscava cada vez que o consolo escapava, um tesão louco invadia meu corpo, eu estava inteira arrepiada quando ele segurou a rola na base e começou uma punheta compassada, deixando aquela chapeleta à mostra… Ele urrava de tesão enquanto eu rebolava, enfiava o vibrador no cu e dizia sacanagens entre um gemido e outro. Vi a cabeça do pau dele pulsando e logo em seguida ejaculando generosamente, ele gozou pra caralho, urrando de tesão. Quando terminou de ejacular desligou a cam. Escrevi:- UAU seu pauzudo safado, quanto leite…Silêncio… estava online mas não respondia… será q ele só queria uma gozada mesmo? – Que pena – pensei… Mas 10 minutos depois ele chamou:- Nossa, fazia tempo que eu não esporrava tanto… fui tomar banho. Te achei
gostosa demais… quero todo dia.. rs…- Adorei também, seu pau é uma delícia… queria chupar!!!… rs fiquei com água na boca…rsE ele: – Só chupar? não ficou com vontade de sentar nele??- Vontade eu fiquei mas não sei se aguento um pau desse tamanho!!!! Seu cavalo… rs… Mas com certeza eu gostaria de tentar…- Só dizer quando e onde que eu vou te foder… pode ficar tranquila que eu passo lubrificante e anestésico… rs- Vc quer mesmo? Inaugurar meu rabinho??- Sim eu quero, mas estamos longe – Senti sua decepção.- Passarei o fim de semana aí em Guarapuava… Chego na quinta e vou embora segunda ou terça… quem sabe não marcamos algo? Te garanto pelo menos que eu vou chupar essa pica grande de um jeito que vc nunca viu… Pauzudo gostoso.Eu estava realmente decidida a chupar aquela vara enorme e pelo menos tentar dar a bunda pra ele…- SÉRIO??? – Ele escreveu em CAPS LOCK.- Sim, mas tem que ser do meu jeito… tenho condições…- hummm…- Vamos marcar no motel, eu vou do meu jeito, e vc do seu… nos encontramos no quarto…- Tá… Só isso??- Calma grandão… Eu quero muito te dar a bunda, mas não sei se aguento seu pau enorme no meu cuzinho virgem… Se eu não aguentar você vai parar… Além do que não quero que vc me toque na frente… Quero ser tratada como uma mulher… – Eu disse com medo dele desistir…- Aguenta sim… Eu ponho devagar… Se vc aguentou esse consolo vc aguenta meu pau… rs… E não vou te tocar, só atrás…- ele parecia certo disso – O que mais???- Máscaras…- Humm????- Sim, máscaras pros dois, vou levar duas máscaras, uma pra mim e outra pra vc… Não podem ser tiradas em momento algum…- Sério? Mas tem que ficar a boca de fora, quero te chupar e ser chupado…- Sim, claro… Ele de pronto respondeu:- Ok, pode ser excitante…Meu coração batia forte… eu estava marcando um programa, uma foda e verdade.- hummmmm, eu topo… quando vai ser?- Sábado?- Sábado eu jogo bola, mas pode ser depois do futebol.. lá pelas 19:00.. ok?- Perfeito. Até lá vamos conversando para acertar os detalhes.- Isso é sério??? – ele parecia não acreditar.- Sim, muito sério pra mim..- To aqui de pau duro só pensando em foder esse seu rabo enorme… Me deixa ver de novo?Abri a Cam e ele falou:- Agora rebola essa bunda redonda que eu quero gozar de novo… sua puta safada.. Enfia esse consolo inteiro pra ir acostumando com um pau nesse seu cu virgem que eu quero te comer a noite toda de todas as formas que eu puder, até lá você vai lacear esse rabo pra eu poder te foder sem problema…Ele começou a socar outra punheta em frente a cam. Excitadíssima, arrebitei a bunda, passei mais um pouco de lubrificante no brinquedo e o enfiei no meu cuzinho quase que de uma vez… O prazer que senti foi indescritível, o consolo me penetrou até a base, e eu sentia o vibrador tremendo dentro da minha bunda… Senti meu cu piscando incontrolavelmente de tesão…- Aiii seu puto safado..uhnnnn. vai me fazer gozar pelo rabo!!!!… – Sábado eu vou enfiar meu cacete até o talo nessa bunda enorme!… Vou encher seu cuzinho de porra sua puta.!!..Ele continuou falando sacanagens e batendo punheta e eu respondendo entre um gemido e outro, e logo ele gozou de novo, aquele caralhão jorrando gozo era um convite ao prazer. Ele me dava a sensação de que daquela vez seria real, que perderia o cabaço do meu cu do jeito que eu sempre sonhei, com um macho grande e dotado cheio de tesão, pensando nisso gozei loucamente junto com ele…Desligamos a cam depois de nos despedirmos no chat e eu me sentia muito bem – sabia que ia dar pra ele!No outro dia, trabalhei sem ver a hora passar e de noite fiquei esperando no Skype, eram quase 10 horas quando ele me chamou:- Boa noite tesão… faltam 3 dias pra eu te enrabar… hoje não posso conversar nem brincar na cam, mas quero que você sente em cima daquele consolo pra continuar laceando esse cuzinho pra mim tá? – Tá bom seu safado… Vou mostrar minha bunda pra algum outro macho e enfiar o vibrador no rabinho pra fazer ele gozar tá?- Ok puta safada… Amanhã falamos..E fiz mesmo, estava montada e convidei alguns machos que estavam online pra uma conferência no skype, onde fiquei rebolando no consolo enquanto eles se fartavam na punheta… eu estava seguindo a risca a orientação do meu macho… se ele queria que eu laceasse o cuzinho, assim seria feito. Gozei com o vibrador enfiado na bunda e fui dormir.Na quinta trabalhei até bem tarde e quando consegui ligar o skype já passava da maia-noite, havia um recado dele:- Fiquei logado até 11:30 mas não pude mais esperar, amanhã tenho um compromisso muito cedo, entre amanha entre 8 e 10 da noite para combinarmos tudo para sábado… Tô de pau duro batendo uma punheta para as suas fotos gostosa.Nem me montei, mas bati uma punhetinha com o consolo socado no cuzinho, pra não perder a sequencia…fui dormir porque estava exausta…Na sexta eu havia chegado a Guarapuava, me instalado em um hotel no qual eu não me hospedava costumeiramente… Fui ao comércio de tarde e comprei lingeries novas: Um corset under preto com cadarço e vieses vermelhos, inteiro preto com detalhes em vermelho, uma calcinha fio dental pequena atrás e razoavelmente grande na frente vermelha de amarrar nas laterais, Uma cinta- liga vermelha com detalhes e ligas pretas, uma meia 7/8 arrastão vermelha, uma camisolinha preta de seda e renda… Fui a um sex shop da cidade e comprei uma máscara tipo capuz da mulher gato e uma outra estilo zorro, além de luvas vermelhas que iam até acima do cotovelo… Procurei uma casa de depilação onde inventei que faria uma cirurgia, por isso não podia ter pelos no corpo, e me depilei toda. A noite, por volta das 8:30 entrei no skype e o safado já estava online, me esperando…- E aí? tá tudo pronto pra amanhã? Safada.- por mim sim, e pra vc?- Eu tô pronto, só tenho que levar meu cacete… rs… – não esqueça dele! rs- Onde vai ser? – Não sei.. Você é da cidade, você sugere então… Além do que quem vai pagar o motel é o sr. kkkkkk- Claro, faço questão… Vou reservar uma suíte no Motel Luminni, fica na BR, é discreto e vc vai gostar…- Ok, mas preciso ir antes, pra me produzir… Demoro mais ou menos uma hora…- Vou deixar reservado a partir das 18:00 então tá bom?- Tá… Eu vou com o meu carro, entro na garagem, ok? vc deixa seu carro fora.- Vou de moto, aí dá pra deixar na garagem também.- Tá, eu vou fazer o seguinte: a hora que a recepcionista ligar dizendo que vc chegou, eu abro a garagem e deixo sua máscara na soleira da porta de entrada… Você a coloca antes de entrar no quarto, ok?- Rs… Ok..- Comprei roupas novas para amanhã… – Não vamos brincar hoje… quero guardar minha porra pra vc engolir amanhã.- Ai que delícia. Eu vou socar o consolo no meu cuzinho, que já está laceado… tá?- Isso mesmo… enfia o vibrador no seu rabo pra não perder o laceio… Amanhã vai levar rola…Acordei e era o dia marcado, tomei só suco no café da manhã no hotel e fui ao comércio comprar uma lente de contacto colorida, um litro de Jack Daniels, uns cremes e um perfume bem marcante… Nem almocei pois não queria estragar aquela foda deliciosa que se desenhava para logo mais… no meio da tarde saí do hotel já com todos os apetrechos em uma sacola e fui a uma cabeleireira que eu havia marcado de manhã, com a desculpa que teria uma festa a fantasia e eu iria vestido de mulher gato… Ela arrumou a peruca na minha cabeça, fez uma maquiagem bem forte, com muita sombra nos olhos, cílios postiços e colocou unhas postiças, fez meu pé e pintou as unhas todas de vermelho, saí de lá igualzinha a uma mulher. Entrei no carro, já eram quase 18 hr, me encaminhei ao motel combinado… Chegando lá guardei o carro na garagem do quarto, tirei minha roupa civil e deixei no banco de trás. Levei minha sacola prá dentro da suíte, tranquei o carro e comecei a me produzir… Abri a garrafa de Whisky e servi uma generosa dose. Usei um spray de maquiagem para as pernas na
região da bunda e nas pernas… deixei secar bem enquanto matava aquela primeira dose de álcool, servi outra, calcei a meia arrastão vermelha, coloquei o corset, deixando meus peitinhos gordinhos parecendo seios sustentados pelo bojo da peça. Vesti a calcinha, escondendo bem meu sexo com pedaços de micropore. Em seguida coloquei a cinta liga e travei as ligas na meia 7/8, por cima de tudo vesti a camisolinha. Subi nas minhas sandálias lindas e voilá… Modéstia a parte fiquei uma delícia… Uma putinha a espera de seu macho. Mais uma dose, já eram 7:30, eu estava excitadíssima, queria muito dar a bunda.Era quase 8 horas e nada dele aparecer… Eu já estava na 4a ou 5a dose de whisky e Já pensava que ele não iria, um pouco triste pelo trabalho e gasto emocional que aquele episódio havia gerado. 7:54 tocou o telefone, era a recepcionista…- Chegou seu acompanhante…- Ok, estou abrindo a garagem…Como eu tinha combinado com ele, deixei a mascara na soleira da porta do quarto, corri e abri a garagem, voltei, acendi uma luz mais intimista e calcei a sandália de salto e peguei o consolo como ele havia me pedido…  ainda deu tempo de arrumar a máscara olhando para o espelho lateral da cama, me sentia uma verdadeira puta. O whisky fez sua parte e eu não estava nervosa, estava louca para chupar e dar para aquele macho. Ouvi a moto entrando e sendo desligada, ele fechou a garagem e gritou lá de fora com uma voz um pouco arrastada: – Desculpe o atraso, eu estava comemorando com os amigos… – Vem logo… – Respondi, tentando afinar a voz, como havia feito pelo Skype.- Estou colocando a Máscara…Esperei ele entrar sentada em um sofá ao lado da porta, eu já estava altinha por causa do whisky. Ele entrou mascarado, com um shorts de futebol, sem camisa, de chinelo e foi logo dizendo:- Que tesão de puta gostosa!!!! Preciso de um banho prá te comer, mas levanta e dá uma voltinha pra eu te ver nessa roupa de biscate…Eu levantei e disse:- Depois você toma… quero te chupar agora!!!… já esperei demais…-Sua vadia deliciosa…Ele veio pro meu lado já tirando o shorts… Senti seu hálito de álcool quando ele veio beijar minha boca safadamente, enfiando a língua, mordiscando meu pescoço, com uma das mãos apertou meus peitinhos e com a outra mão puxava minha calcinha de lado pra ter acesso ao meu cuzinho, enquanto mordia e chupava meus mamilos, apertava a minha bunda, dava tapas e dizia que me queria de quatro… fiquei louca de tesão… ele estava cheirando suor mas mesmo assim agarrei seu cacete por cima da cueca, ainda não estava duro o suficiente. fiquei alisando aquele volume enorme, enquanto ele me lambia o pescoço, orelha, peitinho… Não aguentei de vontade, sem dizer nada, tirei sua vara meio mole pra fora, o fiz sentar no sofá e me debrucei sobre ele, olhando aquela jeba enorme, quase incrédula… fiquei de quatro no assento ao lado do sofá, enquanto ele se recostava, pegou o vibrador e passou lubrificante, eu tirei a sua cueca e o pau parecia ainda maior, comecei a punhetá-lo, ele foi socando o consolo no meu cú, eu já estava gemendo de tesão e o pau dele foi ficando mais duro e todo melado, quando ele ordenou:- Chupa puta… O que está esperando?- Você mandar… eu disse.Eu enfiei aquele cacete enorme na boca, comecei a lamber e chupar como dava, já estava com a boca bem aberta e não conseguia engolir tudo. Ele dizia sacanagens enfiando e tirando o vibrador da minha bunda… – hummmm…. mama meu cacete vagabunda…..Quando o pau dele finalmente ficou totalmente duro na minha boca, e era realmente de impressionar. devia ter uns 25cm, e a grossura de 15cm aproximadamente.- Viu que caralho enorme vc vai levar na bunda? tá duro né? vou te arrebentar o cu hoje safada…Eu segurava aquele mastro com uma das mãos em sua base, lambia o cacete por baixo, desde o saco até a cabeça, ele às vezes batia com a pica no meu rosto. Eu sugava, tentava colocar tudo na boca, e as vezes só ficava lambendo e babando na extensão inteira pra descansar a boca. O pau dele era mesmo muito grande, e doía a minha boca. Enquanto eu chupava, ele ficava cadenciando o ritmo da chupeta, e fazia o consolo entrar e sair do meu cu no mesmo ritmo.- Continua chupando meu pau enquanto eu te fodo com esse pinto de borracha. Quero deixar esse rabo laceado pra minha geba entrar…O cara foi ficando alucinado, me puxava pela nuca, me fodendo na boca e no cú… Ele urrava, eu gemia engasgada, babava naquele cacetão, e quando eu conseguia tirar da boca ele batia aquela cabeçona na minha bochecha, queixo e lábios. Eu delirava de tesão, o que me fazia chupar com mais gosto ainda, fazendo que ele enfiasse ainda mais o vibrador no meu rabo.Ele segurava o cacete deixando apenas a cabeça de fora pra que eu chupasse e lambesse a glande, me xingava de puta, vadia, safada e eu estava muito excitada, também falava sacanagens com a boca cheia com a sua pica, comecei a chupar mais vigorosamente ainda o pau dele apertando os lábios, babando e passando a minha língua macia num movimento de vai e vem alternando com lambidas gulosas.. Depois de uma meia hora chupando a rola e levando pinto de borracha no cú ele anunciou que ia gozar, fodendo minha boca cada vez mais rápido e urrando feito um animal até que senti aquele leite quente escorrendo pra dentro da minha boca. No reflexo, tentei cuspir sua porra que escorreu pelo canto da boca, lambuzando ainda mais minha cara, mas ele não permitiu e começou a punhetar virando a glande pros meus lábios. Abri a boca pra ele terminar de gozar dentro e senti então os jatos de porra batendo na minha língua, lábios, enchendo minha boca de gozo. Ele berrava de tesão e não parava de jorrar aquele leite grosso… Gozou prá caralho… – Engole toda a porra sua puta safada!!Engoli tudo até que ele tirou sua pica já amolecendo de dentro da minha boca. Eu não parava de chupar o pau meio mole, limpando-o. – Agora vou tomar uma ducha pra foder o teu cú… Se virou e foi prá ducha, me deixando lá de quatro com o vibrador socado inteirinho no rabo…Enquanto ele tomava banho, tirei aquele consolo da bunda… Meu cuzinho ardia, e estava todo melado de lubrificante, me limpei com uma toalha, arrumei minha máscara, retoquei o batom, espirrei mais perfume, mais uma dose de whisky. Ele saiu do banheiro com a toalha enrrolada na cintura, amarrando a máscara no rosto com um sorriso de tarado , chegou perto, me agarrando pela cintura e me beijando a boca, o pescoço e a nuca, ele me beijava com um tesão enorme, apertava minha bunda, chupava meus mamilos, me virou de costas pra ele e eu senti o pau ja meio duro de novo roçando minha bunda enquanto ele chupava meu pescoço e orelha e eu estava inteira arrepiada, ele sussurrou no meu ouvido entre um gemido e outro:- Fica de 4 na cama que eu quero lamber essa sua bunda linda…Eu delirava de tesão, andei rebolando até a cama, onde fiquei de quatro empinando a bunda o máximo que eu conseguia.- Que tesão de bunda gigante… Ele mal disse isso e já foi metendo a língua no meu rabo… Ele ia enfiando a língua no buraquinho e dando mordidinhas na minha bunda, puxando minha cinta-liga, socando um dedo no meu cú, depois dois, três, quatro…. isso foi me deixando cada vez mais doida de tesão. Ele esfregava a cara e o queixo e eu podia sentir a barba mal feita me espetando o que me deixava mais excitada ainda e me fazia gemer como uma cadela no cio. Ele chupou meu cu como quem chupa uma buceta… enfiava a cara na fenda da minha bunda e esfregava… Eu o queria dentro de mim, estava explodindo em êxtase e não podia esperar mais… Queria aquele macho arrombando meu cuzinho virgem com seu cacetão:- Fode minha bunda a-go-ra. Quero sua vara no meu cú já…. implorei.Ele parou de chupar, se levantou, desamarrou a toalha da cintura, segurou o pau que já estava muito duro e disse:- Eu estava esperando você pedir sua puta safada…Pegou o lubrificante e passou na portinha do meu rabo, que já estava todo arregaçado pelo consolo, pegou a ca
misinha e eu pedi que ele dispensasse pois queria sentir todo seu cacete pele na pele na minha primeira vez… ele jogou a camisinha fora, passou um pouco do gel na cabeça do pau e gritou:- Agora e abre esse cuzão que eu vou te foder de um jeito que vc não vai esquecer, piranha… Vou te arregaçar do jeito que você merece!- Então fode.. tira o cabaço do meu cu seu negão safado… Me come o rabinho que eu quero essa rola dentro de mim…Arrebitei a bunda, relaxei um pouco e ele posicionou aquela cabeçona na entrada do meu cú, me segurou pela cintura e começou a forçar, para meu espanto, a cabeça entrou sem bloqueio, sem dor… o prazer era indescritível, senti uma tontura louca, senti minhas pregas se abrindo, meu cuzinho tava sendo invadido e quando dei por mim percebi que ele já tinha empurrado quase metade da rola prá dentro da minha bunda… eu gemia de tesão e estava toda arrepiada, ele movimentava levemente aquela tora e me falava no ouvido: – Ta gostando putinha?- hum hum… Pauzudo safado, tá arregaçando meu cuzinho… Fode…- Relaxa que eu quero por tudo.. E geme que eu quero ouvir. Ele empurrava a rola prá dentro e eu gemia e tentava relaxar… não porque ele tava mandando, mas porque não tinha outro jeito, qualquer pequeno movimento daquela tora me arrancava gemidos, suspiros, quase me faltando o ar. Muito excitada, comecei a gemer e falar: – Me fode com esse pauzão enorme, fode. Ele se empolgou e forçava mais e mais, centímetro a centímetro, dizia que queria toda sua vara enterrada em meu rabo. Em um certo ponto então percebi que não era apenas ele que forçava sua pica para dentro do meu cu, mas eu também empurrava minha bunda contra aquele pau grande, senti o saco dele encostando em mim e percebi que finalmente eu estava com aquele caralho inteiro socado no meu rabo…- Não falei que vc aguentava tudo? Com um rabão desse tamanho… Agora rebola essa bunda tesuda… Vadia.Eu comecei a rebolar empurrando a minha bunda contra o pau dele, sem fazer vai-e-vem, prá me acostumar com tudo aquilo dentro de mim…- Seu pau tá me arrebentando, meu cu tá todo arregaçado… – Que cu delicioso de puta você tem… pisca ele pra mim vai… aperta esse rabo pra eu sentir ele ordenhando meu pau….quero sentir todas as suas pregas apertando meu cacete.Ouvindo isso comecei a contrair e relaxar o cu deixando ele com mais tesão ainda. Foi aí que ele começou a meter devagarinho, enfiando fundo e tirando quase tudo para em seguida enfiar até as bolas de novo. Ele batia na minha bunda com força e metia o pau no meu cu dizendo que estava adorando montar em mim como um cavalo cobre uma égua. A sensação das suas bolas batendo na minha bunda, ele me puxando pela cintura e enfiando com força o pau no meu rabo foi me deixando cada vez mais louca e fazendo eu rebolar cada vez mais empurrando meu traseiro contra aquela pica gostosa até que eu gozei pelo cu… gritando e gemendo e pedindo pra ele continuar me fodendo… Depois, sentindo que eu estava relaxada, começou a me comer mais com força, socando aquele pau duro no meu rabo todo melado de gel e tesão, segurava forte na minha anca, de vez em quando dava uns tapas na minha bunda e fodia… fodia e fodia. Não aguentando mais minhas pernas pedi pra ele tirar, para mudarmos de posição. Levei os dedos no meu rabinho e não acreditei o quanto estava arreganhado… Deitei de lado e ele veio por trás, já enfiando aquele pauzão de novo no meu cu… arrebitei bem a bunda, e ele novamente enterrou tudo, gemi, gritei e ele começou a socar, a bombar com violência, fazendo aquele pauzão entrar todo na minha bunda. Ele beijava meu pescoço enquanto fodia e dava os dedos pra eu chupar…- fode esse cu seu gostoso… me come com essa rola enorme…Ele parecia possuído, metia com força, segurava minha cintura, xingava de puta, vadia, cadela e eu adorava, pedia mais, já tinha gozado mas não me dava por satisfeita, implorava mais.- Vem meu macho gostoso….fode a bunda da tua putinha…machuca o meu cuzinho…hummmm que gostoso….aiiiiii….vem , vem tesão … mais …. ahhhhhhhummmmmm …. gostoso… deixa eu rebolar nessa pica…. ahhhhhhh.me levante e ele se recostou na cama… aquele pau não amolecia nunca? – Vem sentar na minha rola…A entrada do meu cu estava enorme…eu podia sentir e me sentia toda ardida e esfolada…. mesmo assim fui pra cima daquele cacete,  com ele recostado na cabeceira da cama comecei a sentar naquela picona. eu me apoiei nos seus ombros e fui fazendo o pau entrar, encaixei na fenda da minha bunda e fui escorregando sentando naquele pau duro. eu estava com o rabo cheio de gel, e mesmo assim tinha dificuldade de engolir tudo, gemia, sentia as lágrimas descendo pela minha face, mas ia sentando, sentindo aquele cacete enorme ir entrando inteiro; quando o pau entrou todo comecei a cavalgar, gritando, chorando, gemendo alto, ele chupava meus mamilos e beijava meu pescoço e mandava eu rebolar, e eu sentava rebolando até o talo no seu cacetão fazendo ele gemer de tesão. Ele segurava e apertava minha bunda enorme abrindo para que conseguisse enterrar ainda mais o pau no meu cu, depois de um tempo mandou eu me virar e sentar no seu pau com a bunda virada pra ele… Obedeci, ele apertava a minha bunda e urrava de tesão segurando os saltos da minha sandália… depois de uns 10 m comigo cavalgando ele disse:- vou gozar… vou encher seu cu de porra… Ahhhhhh ….cadela….hummmmm…gostoso…estou adorando meter nesse seu rabinho gostoso ahhhhhhhhhhh…..que tesão de rabo você tem … hummmmmmm….rebola vai puta….rebola a bunda pro seu macho vai…. ….huummmmmm…..gostoso…Foi aí que senti jatos quentes e frenéticos invadindo meu cuzinho arrombado enquanto ele apertava as bandas da minha bunda com força… eu tava com aquele mastro inteiro socado em meu traseiro, meu cu piscava em espasmos involuntários, aquilo era puro êxtase, mas depois de uns segundos ele disse:- Vou tirar meu pau agora cadela…contrai esse cu que eu não quero que você deixe escapar nem uma gotinha da minha porra. Quero assistir de camarote a porra saindo do teu cu e escorrendo pelas tuas pernas de puta!!!Devagarzinho ele foi tirando o pau e eu contraia o cu fazendo força para manter aquele leitinho quente dentro de mim. Era muito difícil e eu tinha que fazer muita força porque o meu cu estava totalmente arrombado e arregaçado. Com muito esforço consegui manter a porra dentro de mim até que ele se arrumou na cama e eu fiquei de quatro, com a bunda arrebitada… ele tinha uma visão privilegiada do meu rabinho arregaçado pela sua pica gigante.– Solta agora putinha…deixa minha porra sair do seu rabo que eu quero ver….Eu, que já não me aguentava mais, relaxei e soltei a porra sentindo aquele líquido quente escorrendo pelas minhas pernas me sentindo mais vadia do que nunca e muito realizada.Depois de uns minutos ele se levantou e foi pra ducha, eu fiquei ali, com a bunda pra cima, toda gozada… ele saiu da ducha:- Agora infelizmente eu tenho que ir, mas amanhã eu volto pra te foder mais… Ele vestiu o calção, agradeceu a foda e foi embora ainda mascarado, dizendo que estava atrasado, mas que voltaria prá me foder mais…Foi assim que eu perdi o cabaço pra um macho dotado e tarado.No próximo conto eu relato como foi minha segunda experiência com esse mesmo macho e um amigo dele do futebol…                                                                

No sítio do gringo

Olá meu nome é Anderson e tenho 43 anos e tenho uma esposa de 40 anos, o nome dela Abgail e estamos juntos há mais de 26 anos.Minha esposa embora com seus 40 anos não aparenta tal idade, é mulata 1,63 de altura, peitos pequenos e um traseiro em cima, o que faz pensar que ela tem lá uns vinte poucos anos. Depois de muitos anos andando a pé resolvemos comprar um carro velho mais conservado, tirei a CNH e tudo certo .Abgail é uma mulher muito correta e por isso na hora de nossas relações eu tinha receio de fantasiar algumas coisas para ela, mas dai chegou o acesso fácil a internet e então tudo começou a ficar mais fácil; sempre que estávamos sozinhos em casa eu procurava filmes pornôs para nós assistirmos e depois que íamos transar começava a falar nos seus ouvidos daquelas pirocas enormes que tinha visto nos filmes e se ela aguentaria coisa parecida e ela foi se acostumando com isso e eu toda vez que vou transar com falo algum fetiche e ela goza que nem uma louca.Pois bem, depois que compramos o carro ela pediu para ensiná-la dirigir e depois de algum tempo falei com ela que iria começar a ensiná-la. Perto de onde a gente mora tem loteamento recente, já com as ruas asfaltadas que favorece o aprendizado .Então num certo final de semana a convidei para ir lá mais uma vez para o treino de direção e nessa hora ela estava de vestido e eu brinquei com ela, vai desse jeito que você está sem calcinha.Liguei o carro e fomos para o loteamento que ainda estava deserto, pois ninguém ainda estava autorizado a construir, nesse dia estava bastante calor que o suor escorria; fiz com que ela desse bastante voltas pelas ruas e que se iniciasse o controle de embreagem, o que fez que ela suasse como uma égua no cio, assim que tomei a direção do veículo eu apalpei suas coxas e elevei minha mão direita até a sua buceta e para minha surpresa ela estava mesmo sem calcinha, como eu havia lhe sugerido, quando passei a mão em sua buceta ela estava toda suada e além de suada estava toda melada.Voltamos para casa e fomos direto para o quarto, pois nossos filhos ainda estavam na praça e fomos fuder aquela buceta quente e melada, assim que comecei a fuder comecei também a falar coisas no seu ouvido; e eu pedi para ela imaginar que nós saíamos para ela aprender a dirigir, mas que nós fomos para outro local mais afastado e que estava fazendo muito calor mesmo, e que depois de muito treino percebemos que precisávamos tomar água e que não tínhamos levado nada para beber. Por sorte nossa a gente estava perto de um sítio de um gringo, porém a gente sabia da fama desse gringo que ele gostava de mulata, mas esquecemos deste detalhe e fomos até dentro de sua propriedade pedir-lhe água, e depois de alguns chamados ele apareceu dos fundos do terreno e nos recebeu em sua casa, deu a água que nós pedimos e me convidou para ir ao açude, pois ele estava pescando e havia deixado os peixes pescado lá e que iria busca-los antes que algum bicho os pegassem e então chamei minha esposa que não iria e que nós já tinha que ir embora pois deixamos o portão de casa trancado e os filhos estavam de fora, então a deixei sentada no sofá da sala do gringo e fui mais ele buscar os tais peixes e quando eu e ele chegou na beira do açude das duas varas de pesca que ele deixou de espera havia um enorme peixe fisgado em uma delas e quando ele foi tirar o peixe a linha não resistiu e estourou, então como gosto de pescar fiquei empolgado e quis tentar pegar algum, percebendo meu interesse em pescaria me falouque podia pescar e o que pegar pode levar pra vocês, ele saiu em direção a casa e disse que iria buscar o restante da tralha de pesca e então eu comecei a pescar e estava pescando uma belas tilápias, por estar boa a pescaria não percebi que já havia se passado mais de meia hora que eu estava ali, quando vi, juntei os peixes que havia conseguido pescar e fui agradecê-lo pelos peixes e chamar minha esposa para irmos embora, quando cheguei na sala percebi que minha esposa ainda estava suada e que o tal do gringo também estava. Agradeci pelo peixe e pela água e fomos embora. No caminho eu senti um cheiro de sexo vindo da minha esposa e imaginei que ela estava querendo me dá, então fui apalpar sua buceta e ai que eu vi que ela estava sem calcinha, só de vestidinho, apalpei e senti que sua buceta estava uma lagoa e como sempre fui passar o dedo na portinha de seu rabo e com espanto seu cu também estava encharcado, que me engoliu dois dedos de uma só vez, tive que perguntar o que aconteceu e ela meio sem jeito me contou o acontecido, que quando saímos para o açude ela se espojou no sofá e pelo cansaço, pois ela só tem folga do trabalho de 15 em 15 dias ela rapidamente pegou no sono e dormiu com as pernas abertas, de repente ela sentiu uma rola roçando sua buceta e pensou estar em nossa casa e que fosse eu, mas ai que ela sentiu que era uma rola branca grande e grossa que estava lhe fudendo, ela disse que pensou em gritar mas que depois sentiu que estava gostando e que abriu mais ainda para gringo fuder com força e rapidez e que sua buceta mordia aquela rola enorme porque fazia calor e ela estava dilatada, mas como sua buceta estava dilatada a piroca do gringo também estava e o que fez a deixasse toda arrombada, e ele a pegou de várias posições em questão de minutos, então chegou um instante que ele viu aquele cuzão negro piscando de tesão e resolveu dar uma pincelada com seu enorme mastro na entrada de seu rabo e que ela aceitou sem relutar, apenas três forçadinha seu cu engoliu toda aquela piroca e apenas algumas bombadas ele encheu seu cu de porra; foi quando eles perceberam minha aproximação e se recompuseram, ela precisou somente ajeitar seu vestido.Acelerei o carro e em alguns minutos chegamos em casa, fomos direto para nosso quarto, coloquei-a de quatro e vi aquele bucetão todo inchado e aquele cu todo arrombado, então dei umas penetradas na sua buceta que por estar muito inchada ainda dava umas mordidas e logo pus em cuzão e comecei a bombar e a porra do gringo escorria e ainda estava quente e nessa hora para meu alívio eu e ela gozamos juntos.Só para lembrar pessoal, o gringo foi só um fetiche, mas o gozo dela foi real ouvindo este conto.      

minha cunhada é uma putinha!

ola irei usar um pseudonimo (cunhado) sou moreno alto tenho 20 anos 66kg olhos castanhos. tudo aconteceu quando eu passei a namorar com a minha namorada atual a qual tem uma irma fenomenal, minha namorada e um tesao transo gostoso com ela tem uma bundinha gostosa e sempre libera o cuzinho p/ mim, adora chupar meu cacete faz tudo comigo. sua irma ñ fica atras é um pouco maior que ela e mais tesuda mais nunca havia me atraido juro. um belo dia estava me preparando para fazer uma surpresa para a minha namorada, peguei um mototaxi e rumei para la doido para ver minha namorada pois a mae dela estava viajando e provavelmente seus irmaos tambem nao estariam la mais para aminha surpresa quando cheguei la minha namorada nao estava e quem me recebeu foi a cunhada. ela estva divina um shortinho de dormir bem curtinho uma blusinha tmabem de dormir ainda mais curta. ela pediu pra que eu entrasse e sentasse pois nao sabia para onde minha namorada havia ido o que me deixou um pouco chateado, a verdade é que minha cunhada havia acabado de tomar um banho pois o cheiro de shampoo rescendia pela casa e eu estava inquieto pois se minha namorada chegasse nao iriamos trepar, nisso minha cunhada começou o seu show. se pois a varrer a casa com aquela bundinha gostosa desfilando de uma lado para o outro, logo notei que estava ficando com tesao so de ver minha cunhadinha passeando pela casa, eu estava sentado assistindo tv quando minha cunhada teve que se abaixar para varrer em baixo da mesa da tv eu estava de frente e ela ficou a minha frente. nossa que visao sua calcinha entrou toda no rego da bunda junto com o short e dessa vez quase desfaleço ela notou que eu fiquei com tesao e pediu para que eu fosse seguara-la para poder varrer melhor o sujo segurei forte pela sua cintura e disse que ela nao se preocupasse que iria seguara-la bem foi quando num desesperador botei meu cacete de 22cm pra fora e esperei que ela se levantasse quando ela o fez deu de cara com meu cacete duro feito ferro ela se ajeitou lambeu os labios e abocanhou meu cacete com volupia chupava com maestria eu podia ouvir os gemidos de prazer dela fazendo uma deliciosa gulosinha. falei para ela: nunca pensei que voce tivesse uma boquinha tao gostosa ela concordou sem parar de chupar e entao ela disse: voce tem que provar as outras partes entao a peguei pela mao levantei-a e dei-lhe um belo malho na boca ja jogando pra cima do sofa onde fui logo enfiando a cara na sua bucetinha. estava vestida ainda mais pude sentir o aroma perfumado daquela buceta gostosa tirei o shortinho e sua blusina e debaixo dela saltou um enorme par de seios parecia uma vaca dei minha vara pra ela chupar um pouco mais e entao comebei a lhe dar um verdadeiro banho de gato desci pela barriguinha e fui ate a xaninha rosada quentinha se pelos e invadi com minha lingua quente ela se retorcia e pedia pra eu chupar seu grelinho o que obedeci rapidamente logo ela chegava ha um orgasmo explosivo bebi todo o seu gozo e preparei-me pra comer aquela boceta pedi pra que ela ficasse de quatro pois queria foder sua buceta e ver seu cuzinho piscando (detalhe sempre faço isso com a irma dela) ela topou na hora e arreganhou bem sua bucetona para mim nao tive do enfiei de uma so vez pois sua xaninha estava ensopada meu cacete sumiu e com os dedos abrir sua bunda e pela primeira vez pude ver seu cuzinho apertedinho era lindo tambem sem pelos e tinha jeito de ser cabaço o que foi comprovado quando perguntei a ela se aquele cu ainda era cabaço e disse que sim fiquei doido comi o cu cabacinho de minha namorada e agora tinha a chance de foder o da cunhada tambem passei bastante tempo comendo sua bucetinha ate que soltei no seu ouvidinho: agora vou comer o seu cuzinho posso? ela disse que sim pois estava adorando a minha pica e queria ela no rabo dela pedi para ela ir para o chao e arreganhasse bem aquela bundinha meu estava latejando de tanto tesao ela relaxou seu cuzinho dilatou e eu finalmente pude começar a foder aquele cuzinho apertado. comecei lambendo ele, que cheiro bom cheiro de rabinho de madame enfiava a lingua pudia sentir ela entrando todinha no rabo dela, enquanto ela gemia de prazer pedindo para eu fode-la logo lambuzei o dedinho e enfiei gostoso ela deu um gemidinho suave e sorriu fiquei com o dedinho ali muito tempo e pude ouvir seu gemidinhos de tesao finalmente peguei meu cacete e comecei a forçar na entrada do cuzinho que relutava a aceitar aquele corpo estranho ate que de subito empurrei e a cabeçona entrou gostoso ela gemeu de dor e de prazer mais ficou firme com a bundinha empinada o meu prestes a arromba-la tirei a cabeça do pau e pude ver que o buraquinho estava aberto ela piscou e eu dei uma cuspida no cu e dessa vez fui com tudo cravei-lhe o caralho no cu dessa vez entrou com vontade ela gritou mais coloquei o dedinho em sua boca e ela começou a chupar eu ia fodendo devagar pra poder dilata-lo e depois com o tempo passei a estocar com força, ela ja nao mais sentia dor e sim so prazer e quando ela pedia pra eu comer o cu dela gostoso mais forte eu estocava perdi as contas de quantas gozadas ela deu e eu me aguentando ate aquele momento nao aguentei mais e gozei no fundo do cu dela foi muita porra atolei o rabo dela de porra quente ela saiu debaixo de mim meu pau saiu ainda duro com um pouco de dificuldade pois seu cuzinho era muito apertado me beijou a boca me agradecendo dizendo que tinha sido a melhor foda da vida dela foi tomar um banho eu me vestir e esperei a hora de minha namorada chegar enquanto isso ela passou por mim ja vestida pronta para sair iria ver o mais novo corno do pedaço seu namorado com o cu arrombado e disse que queria repeteco, nos despedimos com um malho na boca justamente na hora em que ela desceu minha namorada chegou. adivinhem o que aconteceu? essa é uma outra historia….

SODOMIZANDO TIA ALICE

O que vou relatar agora aconteceu há cerca de 1 mês, durante uma festa numa fazenda próxima a Goiânia, onde resido com minha família. Tenho uma tia chamada Alice (nome mudado por razões óbvias), por quem sempre tive muita afeição pois ela sempre foi muito comunicativa e sempre gostava de conversar comigo quando nossa família se reunia. Ela é casada pela segunda vez há cinco anos e está com 42 anos, é brança e tem mais ou menos 1,60m, um par de peitos que parecem duas melancias e uma belo par de coxas, daquelas bem roliças. Ela é branca e costuma chamar a atenção de qualquer homem pois apesar de ter alguns quilinhos a mais, quando põe um maiô, fica um tesão pois ela é cheinha por igual, toda roliça e tem uma bunda que é uma tentação para qualquer um. Eu tenho 26 anos e tenho 1,70m e sempre havia reparado em como minha tia era um peixão, sempre observei suas formas mas nunca intentava dar uma investida pois tinha receio da reação dela e da vergonha que iria passar, pois apesa de ser muito comunicatvia, ela nunca deixou transparecer que estivesse me dando bola. Vamos ao que interessa……Quando cheguei a essa fazenda, minha tia e seu marido já estava bebendo há muito tempo e minha tia logo me chamou pra dançar e aproveitei pra dar uns amassos e rocei meu pau em sua xoxota várias vezes e ela parecia estar gostando pois simplesmente sorria a cada esfregada que eu dava. Eu ficava o tempo todo imaginando como seria estar no meio daquele par de coxas roliças e como seria seu cuzinho, pois sempre fui tarado num cuzinho, principalmente cuzinhos rosadinhos, que deveria ser o caso de minha tia. A certa altura da festa, seu marido foi embora poi tinha que viajar cedo no dia seguinte para resolver alguns assuntos de sua firma e minha tia ficou e disse que mais tarde iria com alguém da família. Até aí, tudo bem, não me passava pela cabeça tentar alguma investida mas ficava o tempo todo observando-a dançar e me imaginando possuindo toda aquela carne o que me fez ficar de pau duro durante quase toda a festa. Por volta de 2 horas da manhã, minha tia, sem avisar a ninguém, desceu em direção ao rio que corta a fazenda, mas ninguém percebeu que ela tinha saído e resolvi tirar proveito daquela situação. Então segui minha tia a certa distância até que ela chegou até o rio. Me abaixei atrás de um arbusto e comecei a observá-la. Ela olhos para todos os lado e ouvi quando ela entrou no rio e começou a caminhar em direção à parte mais escura e qual não foi minha surpresa quando ela abraçou e começou a beijar um dos convidados da festa que já estava esperando por ela. O cara já tava pelado e pela intimidade dos dois, compreendi que já eram amantes. Minha tia se abaixou e começou a chupar o pau do cara e assisti aquilo estarrecido pois eu a estava respeitanto todo aquele tempo e aquela vagabunda dando pros outros. O cara ficou doido, colocou ela de quatro e começou a socar em sua buceta sem dó, arrancando gemidos de dor de minha tia e após alguns minutos o ouvi dizer que queria comer o cu dela e ela recusou dizendo que ele sabia muito bem que ela não dava o cu nem pro marido dela e não daria pra ninguém e o cara teve que se contentar com a xoxota mesmo e não tardou, diante daquelas socadas violentas para que ela gozasse e o cara tirou o pau pra fora e gozou em cima das suas costas. Fiquei perplexo imaginando como minha tia era tão vagabunda e eu não sabia mas por outro lado tinha tudo a meu favor e decidi que iria tirar proveito daquilo. Após gozarem, o cara combinou que iria voltar pra festa primeiro para não levantar suspeitas e ela esperaria um pouco antes de subir. Fiquei observando até que ele sumisse na escuridão e me aproximei bem devagarinho por trás dela no instante em que ela começava a se vestir e ao tocar em seu ombro, ela levou um susto tão grande que quase teve um ataque e disse: Menino, você quer me matar de susto???? Quase tive um troço…..o que você tá fazendo aqui??? Eu é que pergunto tia, o que você tá fazendo aqui? E ela ficou tentando inventar uma desculpa de que tinha ido se banhar pra melhorar da bebedeira mas eu cortei o barato dela e disse: Tia, pode parar com esse papo furado porque eu vi tudo o que aconteceu e acho que o Raul (o marido dela) merece saber….não é justo o que você fez com ele. Vamos, seja sincera, há quanto tempo esse cara é seu amante? E ela tentou negar mas diante das ameaças, resolveu assumir e disse que se encontravam há dois meses e começou a dizer que faria tudo pra que eu guardasse segredo. Diante disso, comecei a fazer minhas exigências: Tudo bem tia, não vou contar nada pra ele mas de hoje em diante você vai atender aos meus apelos porque depois do que assisti aqui, cheguei a conclusão de que você não vale nada e não merece meu respeito e vamos começar agora a selar nosso acordo e dizendo isso, segurei em seu rosto e a fiz ajoelhar-se e disse: vc sabe o que fazer, tia, pode começar e ela insistiu: não, Afonso, não faz isso não, vamos conversar sobre o quanto você quer…..eu pago o quanto quiser. E eu disse: eu não quero dinheiro, se você chupa o pau e abre as pernas pra qualquer um porque não pode fazer isso pra mim, hein? E ela disse: mas você é meu sobrinho, eu não posso!!! E eu disse: Cala a boca vagabunda senão eu esqueço esse acordo e conto pro Raul quem é você e quero ver você sair dessa. Quando elevei o tom de voz, ela entendeu que não havia nada que pudesse fazer e, ajoelhada, abriu minha bermuda e começou a pagar um boquete meio tímido, quando eu disse: chupa da mesma forma que você chupou o pau dele, sua piranha, chupa com vontade e ela pareceu gostar de ser xingada pois começou a chupar de forma ofegante e quanto mais aumentava a frequência das chupadas, mais sua respiração acelerava e sem avisar, segurei em seus cabeços e gozei em sua boca e ela bem que tentou se livrar mas foi em vão. Quando tinha gozado tudo em sua boca, soltei ela e ela saiu cuspindo tudo e me xingando de covarde e eu disse: Não acabou não, tia, agora eu quero o cuzinho e ela começou a me olhar com a cara feia e se dirigindo a mim, disse: por favor, Raul, já chega, eu já fiz o que você mandou, chega, eu não sou nenhuma piranha, pára de me tratar assim……e eu disse: como eu devo de chamar então, porque a mulher que chifra o marido, eu chamo de piranha mesmo………e ela me olhou, implorando que não a submetesse aquilo, mas foi em vão porque eu disse: Então o Raul tem que saber o que houve aqui…. e ela imediatamente concordou e abraçando-a por trás eu disse: tia, de hoje em diante você é minha, então é melhor, ficar boazinha e aceitar tudo numa boa, vai ser melhor assim, vc vai gostar, não se preocupe…….e mandei que ela chupasse meu pau novamente e o deixasse em pé, pronto pra meter em seu cu e ela começou a babar em todo meu cacete e eu disse: isso piranha, deixa ele bem lambuzado pra ficar fácil empurrar no seu cu e quando comecei a passar a mão em seu cuzinho, ouvi passos e vozes vindo em direção ao rio e imediatamente recolhemos nossas roupas e voltamos por outro caminho no meio da mata ciliar e eu disse: nós vamos nos despedir do pessoal e eu vou te levar pra casa e apesar dos seus protestos, teve que obedecer, mas ao invés de levá-la pra casa, fui pra minha casa e ao chegar lá, providenciei um frasco de óleo johnson’s, coloqueia tia Alice de quatro, lambuzei seu cuzinho e comecei a forçar a cabeça do bicho pra dentro daquele rabo com cheirinho de nenê e diante dos gemidos e dos pedidos para que fosse devagar, comecei a cavalgá-la como se fosse uma égua, fazendo aquela piranha sentir cada centímetro do meu cacete, preocupado somente em satisfazer meus desejos e pouco me preocupando com sua dor, pois de certa forma eu estava com raiva dela e comecei a dizer: Toma vagabunda, piranha, quer chifrar o marido, sua puta? Pois agora eu vou ser seu Ricardão e você vai ser minha toda vez que eu quiser, sua vadia……toma no cu, vaca, toma, cadela, sente toda minha vara e ela começou a gritar e tentava a todo momento trava o cu e
eu disse: se travar é pior, porque eu vou empurrar com mais força, é melhor soltar o cu e deixar entrar porque eu vou gozar logo nesse cu apertadinho e realmente não conseguir segurar muito tempo e, segurando em sua cintura, meti tudo de uma vez e derramei toda aquela porra em seu reto, ouvindo ela me xingar de todos os palavrões que conhecia mas só a soltei depois que meu pau começou a amolecer. Quando tirei o pau do seu cu, a rodelinha estava completamente vermelha saiu um pouco de sangue e conclui que realmente aquele cuzinho era virgem e eu tinha sido seu primeiro macho e adorei arrombar suas pregas e observar aquele cuzinho todo vermelho piscando após ter engolido minha vara. Ficamos ali sentados sem dizer uma palavra por algum tempo até que ela se levantou e foi ao banheiro e quando voltou, a agarrei, joguei-a no sofá e meti em sua buceta mas me decepcionei porque ela é muito folgada, acho que era por isso que tanto o Raul quanto seu amante pediam para comer seu cuzinho e ela sempre negava. Realmente sua xoxota era muito frouxa mas como já havia começado, tinha que terminar, mas tive muito trabalho pra conseguir gozar naquela buceta folgada, enquanto ela já havia gozado pelo menos duas vezes. Após esse dia, tia Alice se tornou mais dócil e aberta às minhas investidas e sempre que quero comer um cuzinho basta ligar pra ela e marcar um dia e ela acabou se acostumando com a idéia, tanto que quando passo três dias sem procurá-la, ela logo me liga pra saber o que aconteceu. Acho que toda mulher gosta de tomar no cu, só precisam do primeiro estímulo.

MINHA PRIMEIRA ORGIA

O fato que se segue é totalmente verídico. Eu cheguei em casa do trabalho e lá estava minha namorada e sua amiga deliciosa já a algum tempo conversando e bebendo cerveja (já estavam um pouco altas). Falei que iria tomar um banho e quando cheguei ao meu quarto e comecei tirar minha roupa as duas entraram e trancaram a porta. Falaram que tinham um surpresa pra mim. Me vendaram com uma camiseta e me deitarm na cama. Minha namorada é do tipo mignon, 20 anos, medidas certas e uma bundinha linda com seios daqueles que se en- caixam na mão perfeitamente, uma bucetinha gordinha e muito quente. A sua amiga tem 21 anos, seios grandes e durinhos, tipo Cida Marques e uma bunda farta e perfeita. Ao me deitarem a amiga foi direto tirando minha calça e caindo de boca no meu pau, que endureceu na sua boca em poucos segundos, enquanto minha namorada me beijava e abria minha camisa. Não via nada, mas a sensação era inigualável. Então meti a mão entre as pernas de minha namorada e ela já estava com a calcinha molhada, pedi que tirasse e então meti a mão nos peitões de sua amiga e fui arrancando sua blusa e sutiã, quando desci a mão ela já estava sem calcinha pois minha namorada já a tinha tirado. Sua buceta estava ensopada, e a boca quente e entendida do assunto não parava a chupeta. De repente sinto um par de coxas nas minhas orelhas, era minha namorada enfiando o grelo na minha boca implorando pra ser chupada, não aguentei, essa é minha especialidade ! Sou mestre em chpuar bucetas ! Após uns cinco minutos ela não aguentando mais desceu o corpo com tudo e ignorou sua amiga me chupando e fo encaixando sua bucetinha no meu fazendo desaparecer completamente e começou a cavalgar, nisso sua amiga subiu e veio me beijar, sentia seus peitos no meu, e enfiava e dedos em sua buceta que estava piscando… Entre gemidos e gritos minha namorada fala: Vem, fode com ele um pouco !!! Eu não acreditava no que estava se passando, duas mulheres lindas na cama se revezando no meu pau, o cheiro de sexo dominou o quarto, não aguentei e arranquei a venda e pude ver aquela maravilha que montando como uma égua no cio, com violência, gemendo e minha namorada apreci- ando a cena por trás, apertando minhas coxas. De repente ela saiu de cima e disse, fode mais sua namorada que eu quer ver. Puxei-a e a deitei de barriga pra cima com as pernas bem abertas e comecei a enfiar com força, ela gemia enquanto sua amiga me abraçava por trás roçando sua tetas enormes nas minhas costas e seus pentelhos na minha bunda, acompanhan- do meus movimentos, virei para olhá-la e genhei um beijo onde ela quase me engoliu. Ela se levantou e ficou ao meu lado, apreciando a foda, até agora a melhor da minha vida ! Eu olhava as duas, uma na minha frente, levando vara e gemendo feito louca e a outra me acriciando com uma mão e tocando uma siririca com a outra, não aguentei mais e gozei junto com minha namorada, enchendo sua buceta de porra. Acabei exausto. Fiacmos os tres deitados um tempo até recuperar o fôlego e tentar acreditar no que tinha acontecido ! Tivemos mais uns lances juntos, mais nunca como esse ! Acredite : foder em tres é inesquecível ! Hoje estou totalmente solteiro, não tenho mais contato com as duas, mas quem gosta de sexo como eu gosto, não deixe de experimentar um mènage, garanto que a diversão é garantida !

Família Deliciosa II – Enrabando a Sogrona

Depois da foda gostosa que tive com minha sogra, a coroa não parou mais de me procurar. Estava já com medo de minha esposa desconfiar de alguma coisa. Então resolvi marcar um novo encontro com minha sogra em um motel para podermos ficar mais à vontade, sem receio de sermos surpreendido por ninguém. Além do mais, estava louco para arrombar o cu daquela puta tesuda. Sempre fui fascinado por negras, pois elas são mais quentes e tesudas. E a minha sogrinha era um tesão de mulher!! Chegando no quarto do motel, fomos logo nos chupando com sofreguidão. Minha língua percorria os lábios carnudos, pescoço, queixo, todos os canto daquele corpo maravilhoso. Estava realmente cheio de tesão. Não agüentando mais de tesão, baixei as alças do vestido de minha sogrona, deixando-a de apenas calcinha, uma tanguinha minúscula toda enfiada no seu rego que mal tapava o seu bocetão. Que delícia de negra!! Uma verdadeira deusa do ébano!! Agarrei-a pela cintura e passei a chupar os seus imensos seios, e a mordiscar o biquinhos pretos do seu peitão. Fui abaixando até chegar em sua xana lisa, arranquei a tanguinha com os dentes e passei a chupar o seu grelo. Metia minha língua em sua boceta com gosto. Ela se contorcia de prazer e segurava minha nuca, forçando minha cabeça para a sua xota, que a este momento estava encharcada. Então tirei minhas roupas e Silene começou a me chupar.Quase gozei quando senti sua língua tocando na cabecinha! Ela chupava tão gostoso! Suspirava e rebolava o bundão sarado. Silene sabia chupar como uma verdadeira puta.Eu batia com o pau em seu rosto, ela o abocanhava e se babava de tanto me chupar. Cheirava, lambia as minhas bolas, massageava meu saco, uma loucura…Quando senti que tocava o fundo de sua garganta, percebi que não poderia me controlar por muito tempo. Então, a safada simplesmente se virou e ficou de quatro, com o cuzão virado na minha cara. Catei a gostosa pelos quadris e cei a roçar meu pau no vão daquele traseiro lindo. Ela rebolava e não agüentou: abriu sozinha a bunda com suas mãos para eu meter gostoso. Seu cuzinho não parava de piscar. Ela disse, com sua voz rouca:- Vem, querido, fode essa bunda agora, fode… Essa é a sua grande chance, via sempre que você queria esse rabo. Sempre que ia em sua casa, via como você olhava com desejo para o meu traseiro. Ele é agora é todo seu. Vem, me come, vem…Silene falava muita sacanagem. Pedia para ser arrombada, queria tirar o atraso, levar muito no cu. Foder até gozar pela bunda.Comecei a forçar a entrada. No início estava um pouco difícil, mas ela ajudava se arreganhando toda. Fui empurrando até entrar tudo, até o talo. Aí começou a maravilha. Soltamos um longo gemido e passei a estocar aquele rabão com muito vigor. Silene se mordia enquanto eu socava, enfiava, metia e comia. Meu saco batia em sua boceta e ela gritava a cada metida. Olhava-me por cima dos ombros e pedia para não parar de fodê-la, e a arrombasse todinha. Passei a dedilhar seu clitóris, dando um duplo prazer à minha sogrinha, fazendo-a gozar como uma desvairada. Como meu gozo se aproximava, comecei a bater em sua bunda, puxando seus cabelos e arranhando suas costas. Senti o espasmo de prazer percorrer todo o meu corpo. Segurei-a pelos quadris e soquei mais uma vez meu caralho lá no fundo de seu rabo. Aos berros, esporrei e enchi seu cu com meu esperma, chamando-a de puta gostosa, safada e vadia.Ela parecia uma égua enlouquecida com meu dedo em seu seu grelo e meu pau no cu. Gozava e gritava: – Quero ser a sua putinha, adoro ser arrombada desse jeito!Esperei-a terminar de gozar e tirei meu pau. Aí pude ver o estrago que havia feito: seu cu estava todo arrombado e escorria porra pelas suas pernas. Tomamos um banho e comecei a dar outro trato na coroa gostosa. Deitamos na casa ficamos um bom tempo numa bela de uma chupação. Nossas línguas se encontravam de maneira ardente. Via pelo espelho do teto o contraste de nossas cores, nossos corpos colados se chupando, uma bela visão! Meu fogo aumentou ainda mais, minha piroca latejava de tanto tesão. Beijei-a com carinho e fui descendo até seus seios macios. A putona ganhou novas forças e recomeçou tudo, se esfregando em mim, gemendo a cada toque da minha mão.Ergui suas pernas sobre meus ombros e comecei a empurrar meu pau, que davapulos de tesão. Comecei a meter sem dó naquela xana lisinha. Como era apertada, quente, gulosa!Silene me engoliu todo, gemendo e erguendo ainda mais os quadris para entrar tudo, profundamente. E não parava de gritar:-   Ai, amorzinho, fode a tua sogra, fode! Como é bom de sentir sentir seu pau na minha xota! Já faz anos que aquele corno do meu marido não trepa mais comigo. Hum, isso, mete comforça, mete mais… Ai, que trepada mais gostosa… Assim vou querer dar sempre para você, meu safadinho… Minha filhinha que é feliz!!!Depois disso tudo não me segurei e atendi a seu pedido: enchi a sua boceta de porra. Silene dizia: –   Ai, hum, ui, que gostoso!…Foi realmente uma das melhores trepadas e gozadas da minha vida!Familia deliciosa II – eu e minha sogra        Já estava casado com Simone há 1 ano, quando meu sogro nos deu a laje de sua casa. Então fizemos nossa casa em cima, onde moramos até hoje. Depois que começamos a morar perto deles comecei a perceber que minha sogra estava me dando o maior mole. Estava todo o tempo em nossa casa, e só gostava de usar shorts curtinhos, que dava para ver todo seu rabão gostoso, e mini-saias curtíssimas, que ela fazia questão de sentar frente a mim, sem o menor pudor, só pra eu poder ver sua calcinha! Além de soltar indiretas pro meu lado o tempo todo.Silene, minha sogra, é uma mulher de 48 anos, baixinha, pele negra, dona de um par de seios bem grandes, firmes como melões maduros, sem barriga, uma boceta bastante carnuda, totalmente depilada, coxas e pernas espetaculares e totalmente depilada, e um rabo enorme e delicioso. Ela adora se exibir, vive no salão de beleza se produzindo, ao passo que seu marido, Alcindo, tem 72 anos, e, segundo minha esposa, há muito tempo não comparece na patroa. Por este motivo mesmo ela vivia sempre fogosa, cheia de tesão. Quase todos os dias de manhã bem cedo assim que meus sogro saía para o trabalho no seu Bar, ela subia até nossa casa ainda de camisola com o pretexto de conversar com a filha, mas não parava de olhar para mim, piscando os olhos com um jeito sensual que só ela tinha. Num destes dias que ela subiu, minha esposa tinha saído para ir ao médico. Como a porta estava meio aberta, ela foi logo entrando. Eu estava no quarto assistindo TV, então ela entrou no quarto e perguntou por Simone. Disse que ela tinha saído. Ela então se sentou na minha cama e disse:-        Ela vai demorar muito?Fiquei intrigado com a pergunta, então disse a ela:-        Sim. Pena que não tenho nada para passar o tempo.-        E eu aqui, não conta? – disse minha sogra, e foi chegando mais próximo a mim.Comecei a ficar com tesão, mas ao mesmo tempo tímido diante da investida da minha sogra. Ela perguntou se eu estava com tesão. Disse que sim. Ela se aproximou, e disse para eu ter calma, pois sua filha jamais saberia o que iríamos fazer. Então arrancou minha cueca, puxando-a para baixo, deixando meu cacete duro apontado para o céu. “Que pau lindo você tem!”. Exclamou. Debruçou sobre o meu colo e abocanhou meu cacete com energia. Estremeci. Sua língua percorria cada centímetro, lambendo desde minhas bolas até a cabeça, vermelha e inchada. Eu apenas acariciava sua cabeça. Em alguns segundos, avisei que ia acabar gozando em sua boca. Ela acelerou os movimentos e recebeu jatos de porra na garganta. Engoliu cada gota sem desperdiçar nada. Continuou mamando meu cacete até que ele ficasse duro novamente. Beijei sua boca, pescoço… Tirei sua camisola e comecei a beijar seus peitões… Mamei e lambi os biquinhos, mordiscando de leve. Ela gemia e segurava
meu pau com força. Fui descendo e cheguei em sua buceta, melada e inchada. Chupei seu grelo demoradamente, enfiando dois dedos em sua xana macia. Senti as contrações de seu gozo, e ela se esforçou para não gritar. Teve uma série de orgasmos fortes, ficando quase desfalecida. Cheio de tesão, deitei sobre ela, penetrando em sua xana com força. Comecei a beijá-la, enquanto estocava de leve sua xaninha molhada e quentinha. Ela começou a gemer baixinho e a pedir:-    Mete na sua putona, meu genro gostoso. Quero gozar e melar essa pica deliciosa. Faz tempo que não tenho uma trepa tão gostosa! Acelerei os movimentos… Dava fortes estocadas, fazendo seus peitos balançarem fortemente. Ela avisou que ia gozar, e me abraçou com força. Gozamos juntos, gemendo e gritando… Foi bom demais! Que negra deliciosa é minha sogra!                                

Final de Semana Inacreditavel

Antes de começar, vou esclarecer o que aconteceu foi real e por isso os nomes são fictícios. Eu me chamo Paulo sou moreno com 1,85, 29 anos, olhos claros e corpo malhado de natação. A três anos eu namoro Fernanda, uma loira com uma bunda incrível, seios médios, muito bonita que na cama é um furacão. Sempre que transamos falamos muita sacanagem e dentre várias tem uma que me deixa maluco. Ficamos imaginando ela transando com outra mulher e eu assistindo, até então não passava de uma fantasia. Fernanda tem uma grande amiga que se chama Michele( que é uma morena muito, mas muito gostosa,com seios médios empinados, uma bunda linda, e com uma marquinha de biquine fantastica que deixa qualquer um maluco, mas por ser amiga de minha namorada sempre tratei com o maior respeito), que por acaso terminou um namora de uns 4 anos a pouco mais de 3 meses. Ela nos convidou para passarmos um final de semana na casa de campo dos seus pais em Friburgo. Ela nos avisou que seus pais não iriam, e que ficaríamos soinhos. Chegamos na sexta – feira a noite. No sabado pela manhã fomos a piscina, almoçamos e tudo ocorrendo normalmente. As coisa começaram a mudar a noite, quando conversávamos animadamente comendo fondue, bebendo vinho e caipirinha. Lá pelas tantas, Fernanda e Michele, já altas pela bebida riam e se abraçavam cotando casos animados. Nesse clima descontraído, Michele tascou um beijo em Fernanda, que para minha surpresa não resistiu e ainda contribuiu, fiquei chocado e paralisado, olhando aquela cena maravilhosa a apenas 1 metro de distancia. As duas se enroscavam e começaram a se acaraciar. Michela puxou o tomara-que-caia de Fernanda e começou a chupar aqueles seios lindos, nesse momento ela olha para mim e pergunta o que estou esperando para participar do meu grande sonho. AS duas ficam em pé e se despem na minha fente, nossa meu pau já estava estourando, ainda mais quando vi a Michele pelada, uma loucura, com uma marquinha de biquini muito pequena. As duas se ajoelharam na minha fente e tiraram a minha piroca para fora das calças. Sem modéstia, o meu pau tem um pouco mais de 23cm e muito grosso com uma chapeleta inchada e protuberante. Quando a Michele viu ficou de boca aberta e disse para Fernanda que ela era uma mulher de sorte por ter uma piroca daquele tamanho a sua disposição. As duas sem perder tempo começaram a chupar a piroca, enquanto uma chupava a cabeça outra lambia as minhas bolas, assim foram trocando, e quando as duas chupavam a cabeça inchada e grossa da piroca trocavam uns beijinhos. Passados alguns minutos fui para cima da Michele, pois estava louco para chupar aquela buceta inchada que parecia um capu e fusca. Coloquei Michele deitada e comecei a chupar seu clitóris que era a coisa mais gostosa do mundo, enquanto isso a Fernanda continuava a chupar a minha piroca, que estava cada vez mais dura. De repende a Michele começou a gemer mais alto e falar palavrões e se derreteu em um gozo fenomenal que eu não deixei escapar nenhuma gota. Após a sensação inicial Michele foi para cima da Fernanda e começou a chupar sua buceta que a esta altura já estava piscando de tesão. Aproveitei a posição de quatro da Michele e fui colocando o meu pau centimetro a centimetro. Quando já tinha colocado a metade do pau a Michele começou a gemer e pediu para ir mais devagar pois o pau era muito grosso e estava machucando, nisso a Fernanda falau para ela aguentar o que aguentava quase todos os dias. Comecei um vai e vem gostoso, a Michele, já acostumada com o meu pau, já rebolava feito uma louca na vara e continuava a chupar a buceta de Fernanda, que não aguentando mais de tesão gozou feito uma egua no cio na lingua da Michele, que para minha surpresa chupou tudo. Depois coloquei as duas de quatro na minha fente e comecei a enfiar o pau ora em Michele ora em Fernanda, já não aguentando mais de tesão falei que iria gozar e pedi para as duas se virarem, comecei a tocar uma punheta e saiu gozo como jamais imaginei que poderia gozar daquele jeito, saia tanto gozo que enchi a boca das duas. Passamos a noite tranando como doidos, mas o melhor aconteceu no dia seguinte na beira da piscina quando comi o cuzinho delicioso da Michele, coisa que a Fernanda nunca deixou pela grossura do meu pau. Mas esta historia fica para a próxima oportunidada.

gorda do cuzaobuceta da titiacasada em dupla penetraçãoo que e fistingcategoria incestogay dando o cu pro cavalopenis cabeça de cogumelochupando pau pela primeira vezos melhores contos eróticosmeu pai é vaqueirocomendo a prima safadabundao de mulhertesao de vizinhacavalo comendo cu do gaycomeu minha esposapraia de nudismo em trancosocavalo come gaycasa dos contos erotivoscuzao da gordahomem dando o cu para o cavalozoofilia cucorno cuckoldpunheta no busãogozou no meu paucasadoscontos com.brasusteimetendo na minha mulhercasa de massagem em maceióminha bela amigabucetinha cabacinhoexibicionista gostosamulher se masturbando com cenouramulher com maior bunda do mundomainha ou mãinhapicas de coroascachorro lambendo cuorgia a 3deus de ébanomulheres do bundaoengatada no cachorrocartaz de pregascachorro engatado na bucetachupando rola pela primeira vezamigo caminhoneiroculpa da bebidatop contosirma dando o cueu não falo mais com talaricomulher casada transando com outro homemgente chata do caralhosou casada e me apaixonei por outroultimos contos de incestopirulito compridocorno no telefonecomendo a fisioterapeutapauzao molelecy cachorrofutura advogadavovó mamandolinguiça no cufudeu a gordinhacomendo a irmã a forçacasadoscontos.comprimeiro anal da esposacasa dos contos eroticogaranhao cruzandoprima putafotos da minha mulher transandocomo rebolar em alguémcarnaval putariaprima putacunhada batendo punheta pro cunhadocasada traicomeu a safadabatendo punheta na salamulher com 2 bucetascontosroticoscontos eroticos melhoressauna gay curitibaesposa punhetandomenage de casalcomendo o rabaobunda gigantefoto de cu morenocontos eroticos toplesbicas incestuosasesposa goza